Parir é: Uma busca? Uma construção? Uma luta?

Parir deveria ser, só parir! Para o sistema obstétrico o parto é instrumentalizado/tecnicista e não fisiológico. É isso que as mulheres enfrentam todo dia. Se você busca por respeito no trabalho de parto, na hora de parir e na recepção do seu bebê terá que lutar por tudo isso. Infelizmente temos que “bater o pé” …

Cinco coisas que você precisa saber sobre parto humanizado

Muito se fala sobre o parto humanizado, mas a impressão que passa é que pouco se sabe sobre o que realmente significa ter um parto humanizado de verdade. Então, para simplificar ao máximo, vamos a lista de cinco itens principais para que o parto seja, de fato, humanizado. São eles: 1 – RESPEITO Vamos começar …

Círculo Feliz Parto em Jacareí – 23 de fevereiro

E mais uma vez eu venho trazendo uma notícia maravilhosa: O Círculo Feliz Parto está de casa nova!! Dia 23 de fevereiro, realizaremos nosso encontro no Parque dos Eucaliptos, bem no centro de Jacareí, ás 16h. O Tema? TCHARANNNN: As fases e faces do trabalho de parto Um dos primeiros textos que escrevi aqui pra …

Mas e a dor do parto ? Tem como aliviar?

De todos os medos, o maior é o medo da dor.A verdade é que o medo existe pois é algo desconhecido , não vivido, sendo assim de fato causa medo. Pesquisas apontam que  a grande maioria das mulheres gestantes questionadas sobre a via de parto desejada, a preferencia pela escolha é o parto normal/vaginal quando se …

Já ouviu falar sobre gestação anembrionária?

Já ouviu falar sobre gestação anembrionária? Gestação anembrionaria ou ovo cego é uma gestação sem embrião. É gravidez psicológica? Não! Mas tem os mesmos sintomas de uma gravidez normal? Sim! Descobri isso em 2012.  Tínhamos comprado nossa casa (aquele financiamento sabe…), tinha concluído a faculdade, fazendo planos para o mestrado agora vamos engravidar!! Uhhull!! Tudo …

Gravidez após cirurgia bariátrica é possível?

Já não é de hoje que a obesidade no Brasil demonstra estar subindo, especialmente na população de menor renda.  “Notadamente observa-se a inversão dos indicadores nutricionais no país caracterizada pelo declínio substancial da desnutrição e em contrapartida pela ascensão da obesidade. De tal forma, que hoje a obesidade se apresenta como o maior problema alimentar da população …

Hiperêmese gravídica ou enjoo matinal?

Náuseas, enjoos, vômitos, são bem normais na gestação, especialmente no primeiro trimestre, mas algumas mulheres grávidas experimentam esses sintomas além do comum. Esta condição é conhecida como hiperêmese gravídica, uma condição que pode até necessitar de tratamento hospitalar.

Entendendo a diferença

Se você está naquela fase que ao acordar, não consegue nem escovar os dentes sem sentir náuseas ou ainda se o cheiro do seu café da manhã só faz você querer correr pro banheiro, está tudo bem, você faz parte dos 90% de gestantes que sentem enjoos matinais. A boa notícia é que eles tendem a desaparecer até as 20 semanas, podendo se estender um pouco mais em algumas mulheres, mas ainda assim fique tranquila: Isso não é hiperêmese gravídica.

A hiperêmese gravídica é um quadro mais grave, que atinge apenas 1% das gestantes e se apresenta por meio de vômitos prolongados e graves, impossibilidade de comer ou beber sem vomitar, com perda de mais de 5% do seu peso antes da gravidez e sinais de desidratação.

diferença hiperemese e enjoo matinal
@doula.fe__liz

O que causa a hiperêmese gravídica (HG)?

Não se sabe o que causa a HG, ou porque algumas mulheres apresentam essa doença e outras não. Alguns especialistas acreditam que ela está ligada à mudança de hormônios que ocorre durante a gravidez, outros estudos evidenciam um fator genético. Mas há também pesquisas científicas que se referem a infecção pelo helicobacter pylori (H-Pylori) e ainda como doença psicossomática.

O fato é que algumas mudanças próprias da gravidez como: alteração no paladar, aumento no sentido olfativo, estresse físico e/ou emocional e deficiência de vitaminas também podem contribuir para a presença desses sintomas indesejados.

Quais as consequências para a mãe e para o bebê?

Google images

A hiperêmese gravídica pode deixar você se sentindo mal, exausta, estressada e até deprimida, principalmente se você idealizou passar com tranquilidade por esse período. Mas, embora essa doença faça você se sentir péssima, a boa notícia é que é improvável que isso prejudique o seu bebê. A maioria dos estudos mostra que as mulheres com hiperêmese têm bebês normais, a menos que estejam gravemente doentes e recebam pouco tratamento.

Apesar de todo o mal estar, lembre-se que, se isolar pode lhe deixar ainda mais triste e/ou ansiosa, especialmente se os sintomas durarem por mais da metade da gestação ou for muito grave, o que não é incomum.

“Você pode pensar que ninguém entende o quão horrível você se sente . Mas tenha certeza de que a condição não é sua culpa, você não está sozinho e há ajuda disponível.”

Tratando a Hiperêmese

Existem medicamentos que podem ser usados ​​na gravidez para ajudar a melhorar os sintomas da HG, mesmo se você ainda estiver nas primeiras 12 semanas, por isso é muito importante que você procure um médico e seja diagnosticada o mais rápido possível. As evidências sugerem que, quanto mais cedo você iniciar o tratamento, mais eficaz ele será.

Se as náuseas e vômitos não puderem ser controlados por medicação e você continua perdendo peso, talvez você precise de uma internação hospitalar. Desta forma os médicos podem avaliar melhor a sua condição e oferecer o tratamento correto para proteger a sua saúde e a do seu bebê usando medicações injetáveis.

Giphy

Dicas que podem lhe ajudar

  • Peça ajuda ao seu parceiro, família e amigos para cozinhar, fazer compras, cuidar de crianças e tarefas domésticas.
  • Aceite seus desejos por certos alimentos e evite visões e cheiros que desencadeiem enjoos pra você.
  • Se ao cozinhar, os cheiros fizerem você se sentir mal, tente comer apenas alimentos frios.
  • Mantenha-se hidratado tomando pequenos goles de líquido ou sugando cubos de gelo.
  • Coma o que você puder em pequenas doses, mas com frequência.
  • Não se preocupe com o que está comendo, seu bebê receberá nutrição das reservas do seu corpo.
  • Descanse o máximo que puder. O cansaço pode piorar a náusea e o vômito.
  • Não se sinta responsável por esse mal estar. A hiperêmese gravídica é uma doença sem causa determinada e isso não é sua culpa.

Sites dedicados oferecem informações especializadas e você pode conversar com outras mães que já passaram por isso. É natural se preocupar quando você está se sentindo tão mal, mas tenha certeza de que, enquanto a hiperêmese for tratada, dificilmente você e seu bebê terão complicações. Continue lendo “Hiperêmese gravídica ou enjoo matinal?”

5 dicas para se preparar para a amamentação

Ei! Você aí que está grávida! Já pensou sobre amamentação? Eu sei que essa coisa toda de parto é difícil e que, principalmente na nossa realidade demanda muito estudo e empenho, mas a verdade é que o seu parto irá durar algumas horas (com sorte não muitas, hahahaha), já a amamentação… essa vai tomar um …