Exercício físico durante a gestação: Bem-estar e qualidade de vida.

Compartilhe:

A gestação é um processo muito transformador na vida da mulher onde desde a concepção mudanças físicas e emocionais já começam a ser sentidas. Daí para frente, mudanças acontecerão diariamente tanto com a mãe quanto com o bebê.

Na vida, sabemos que o bem-estar físico vem através de uma combinação de boa alimentação e atividades físicas. Isso porque nosso corpo é uma química perfeita e precisa produzir e liberar hormônios de forma balanceada para nos mantermos saudáveis.

Bem-estar e disposição são possíveis siiim! Fonte: Tribuna de Petrópolis

Por isso praticar exercício na gestação beneficiará você e seu bebê que serão um até o momento do parto. É sempre bom lembrar que é importante estar em dia com seu pré-natal e com as recomendações do profissional que estará acompanhando vocês.

“Trans-forma-ções…” TRANSFORMAR AÇÕES

O primeiro trimestre da gestação (da 1ª a 13ª semana) é um momento muito delicado e pode ser bem difícil física e emocionalmente. O corpo da mulher começa a produzir quantidades elevadas de hormônios que até se equilibrarem à nova realidade causam muitos incômodos.

sooooo sleepy

Nessa fase é comum que a mulher sinta desconfortos físicos como sonolência, enjoo, mal-estar estomacal além de estar com a sensibilidade à flor da pele. A não aceitação da gestação também pode acontecer, sendo ela planejada ou não. Por isso, pode ser um grande desafio praticar atividades nesse período.

Praticar exercício na gestação nesse período poderá ajudar a lidar de maneira mais leve com essas transformações bruscas. Desde o início, será necessária certa disciplina para vencer e transformar o “mal-estar” e entender e aceitar as novas condições do seu corpo que agora está gerando uma nova vida.

Exercícios leves como caminhadas ao ar livre, yoga e dança são muito benéficos no primeiro trimestre e irão preparar mãe e bebê para as transformações que acontecerão no decorrer da gestação… Esse é só o começo de uma jornada linda e transformadora.

O segundo trimestre da gestação (da 14ª a 26ª semana) é o momento onde a mulher estará desfrutando do prazer e da plenitude de estar gerando uma vida em seu ventre. As oscilações emocionais ainda continuarão presentes, porém de forma menos brusca e a gestante poderá estar se sentindo um pouco mais aérea e desatenta.

As mudanças físicas ficam acentuadas tornando visualmente perceptível a gravidez, porém ainda sem os desconfortos e limitações que aparecem mais no terceiro trimestre. A barriga começa a aparecer e a mãe já consegue sentir movimentos do bebê, nesse momento o vínculo entre os dois começa a se estabelecer.

Praticar exercício nessa fase da gestação fará com que a mãe estabeleça um vínculo maior com o próprio corpo e também com o bebê que irá se beneficiar diretamente de todo bem-estar materno.

Essa é a fase que os médicos costumam recomendar a prática de atividades físicas. É importante que a mulher escolha o exercício que a proporcione mais prazer ao praticar. A ginástica, a pedalada e até uma corrida leve podem ser opções para quem gosta de estar em “terra firme” rs. A natação e a hidroginástica também são ótimas práticas e são muito indicadas por estarem  livres de impactos que possam trazer desconfortos. O pilates trará um bom fortalecimento e consciência para a região pélvica e alinhamento postural que será importante para lidar com o novo eixo corporal adquirido nessa fase. Já o yoga, é uma pratica completa e recomendada durante toda a gestação, pois além de trabalhar alongamento, fortalecimento e equilíbrio, também trabalha o autoconhecimento e o relaxamento mental através das meditações.

O terceiro trimestre da gestação (da 27ª semana em diante) é o momento onde tudo o que foi vivenciado durante a gestação vai se potencializar… Está chegando a hora!!! Essa fase pode se tornar bem difícil se a mulher passou uma gestação sedentária (apesar de clinicamente saudável) ou vivenciou situações traumáticas e estressantes.

Os quilos extras forçam a região pélvica e lombar trazendo dores e câimbras. O tamanho do bebê na barriga começa a comprimir os órgãos e podem trazer desconfortos digestivos. Sem falar no misto de medo, ansiedade e expectativas que podem tomar conta da mãe, desestabilizando-a ainda mais no momento do parto.

Meditação. Fonte: Meditação para gestantes.

A prática do Yoga será perfeita nessa fase, trazendo equilíbrio pras emoções, o foco necessário para o parto e relaxamento do corpo. A dança também poderá trazer muita satisfação para mãe e para o bebê já que além dos movimentos a música também pode ser apreciada e ter efeitos terapêuticos em ambos. Exercícios na água serão maravilhosos se as dores e o cansaço estiverem querendo dominar o momento.

Praticar exercício físico durante a gestação inteira poderá contribuir para chegar nessa fase com mais espaço corporal adquirido nos alongamentos, menos dores e desconfortos, mais calma, tranquilidade e mais conforto durante o sono.

As atividades físicas também irão reverberar diretamente na saúde do bebê. Um bom condicionamento físico trará muitos benefícios durante a gestação, no parto e no pós-parto quando o corpo precisará se restabelecer mais uma vez a outra realidade.

Dica da Doula.

A consciência dos benefícios partirá única e exclusivamente da mulher. A saúde da mãe e do bebê está sempre em primeiro lugar!

É importante ter recomendações do profissional que está acompanhando o pré-natal caso exista qualquer restrição e é super importante respeitar limitações clínicas caso existam.

Também é importante que você busque bons profissionais dentro das atividades físicas de sua escolha, em especial se sua vida antes da gestação era sedentária.

O corpo fala e estar atenta aos sinais que ele dá será sempre valioso. Se houver qualquer sinal que fuja do padrão da normalidade suspenda as atividades e procure seu médico!

Se respeite, se escute, se permita e viva as transformações da gravidez de forma mais orgânica e amorosa!

Com carinho,

Doula Giulia Ventriglia.

Referências.

Dor lombo-pélvica e exercício físico durante a gestação https://periodicos.pucpr.br/index.php/fisio/article/view/19107/1841

BALASKAS, J. O parto ativo: guia prático para o parto natural. São Paulo: Ground, 2008.

FADYNHA. Yoga para gestantes: método personalidade. São Paulo: Ground 2008.

O corpo na preparação para o parto: A psicoprofilaxia na gestação http://www.centroreichiano.com.br/artigos/Anais-2010/ALEXANDRE-Andrezza-Franzoni-O-corpo-na-preparacao-para-o-parto.pdf

Atividade física e gestação: saúde da gestante não atleta e crescimento fetal http://www.scielo.br/pdf/rbsmi/v3n2/a04v03n2.pdf

 

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.