Conheces teu Útero?

Compartilhe:
Foto wikipedia

Conheces teu útero?

É um dos órgãos mais dinâmicos do corpo humano, faz parte do aparelho reprodutor nas fêmeas da maioria dos mamíferos, incluindo os humanos, responsável pela menstruação, gravidez e parto. Biologicamente, é um órgão muscular e oco, em formato de pêra e está situado na cavidade pélvica, entre a bexiga (que está para frente) e o reto (que está para trás). A porção superior lateral liga-se com as tubas uterinas, uma em cada lado. A porção inferior liga-se com a vagina.Tem aproximadamente o tamanho do nosso punho fechado, com 60 gramas.

Foto: Pixabay

Como ele é?

Anatomicamente, no útero podem ser identificadas três partes: corpo, istmo e colo:

Foto: Pixabay
  • Corpo do útero é a porção principal, a sua região superior é chamada de fundo do útero.
  • Istmo é um pequeno segmento estreito situado entre o colo e o corpo do útero.
  • Colo do útero ou cérvix é a porção mais estreita que faz ligação com a vagina.

Internamente, o útero é revestido por três camadas:

utero-bicorno-e-a-fertilidade-feminina
Foto: materprime.com.br

Útero bicorno: É um tipo comum de anomalia anatômica do órgão. Nela, há a presença de uma fenda na área superior do útero que separa os dois lados do órgão, mas não chega a dividi-lo. Essa fissura pode variar, podendo resultar em um útero levemente bicorno ou totalmente bicorno;

utero-unicorno-e-a-fertilidade-feminina
Foto: materprime.com.br

Útero unicorno: Uma forma rara de malformação do órgão. O tecido que dá origem ao órgão não se desenvolve completamente na mulher, resultando em apenas metade de um útero de tamanho normal, com somente uma tuba uterina, apesar de a mulher apresentar dois ovários;

utero-didelfo-e-a-fertilidade-feminina
Foto: materprime.com.br

Útero didelfo ou duplo: Também é uma forma bastante rara de anatomia uterina. A mulher apresenta duas cavidades, sendo que cada uma delas pode levar a um colo de útero ou a um canal vaginal. Dessa maneira, é possível a mulher apresentar duas vaginas;

utero-septado-e-a-fertilidade-feminina
Foto: materprime.com.br

Útero septado: É definido quando a cavidade uterina na paciente apresenta uma parede, chamada de septo, que pode ir apenas até uma determinada extensão ou chegar até o colo do útero.

 

Suas funções são:

Ao longo da vida da mulher, seu tamanho, volume, forma e textura se modificam. Durante o ciclo menstrual, a parede mucosa do endométrio sofre transformações cíclicas, variando de 3mm depois da menstruação para 10mm quando ocorre a ovulação. Se não ocorre a fecundação, essa camada se desprende dando origem à menstruação.

Foto publicdomainvectors.org
Foto wikipedia

 

 

 

 

O útero também tem como função abrigar o feto desde a fixação no endométrio até o nascimento do bebê. Para isso, o útero sofre diversas modificações durante o período da  gestação: aumenta em até 10 vezes seu tamanho original, sendo que na primeira metade da gravidez sua espessura aumenta de 1 a 12mm para 2cm e ele chega a pesar até 20 vezes mais! É ele que protege, sustenta e finalmente expulsa o bebê, através de contrações, no momento do parto!

Foto do IG de @mamami.doula

Após a menopausa, o útero diminui de tamanho, em razão das alterações hormonais.

 

 

 

 

Outro Olhar Para Ele

Do ponto de vista energético e holístico, o útero é o centro da energia feminina, da criatividade e do amor. Entende-se que ali nós mulheres armazenamos nossas memórias ancestrais e bloqueios de autoestima, sexuais, e de amor. Enquanto no cérebro estão as explicações racionais de tudo o que vivemos, dentro do nosso útero ficam as emoções que cada uma das situações vividas nos trouxe: as decepções, os medos, traumas, dores…

Foto: Pinterest

Esse órgão, que é super sensível ao nosso estado emocional, manifesta muitos dos desequilíbrios em forma de doenças: endometriose, cistos, hipermenorreia, miomas...

 

 

Redes Sociais

Curtiu? Então me segue também lá no facebook e no instagram

Estamos e seguimos juntas!

*Para conhecer um pouquinho mais da minha história e como vim parar aqui clique aqui e leia meu post de estreia na Casa da Doula!

Doula Andrea Gabech – Remãenascer 

Referências:

1 – @ginecologiaeobstetriciabrasil

2 – @mamami.doula (Julia Guadagnucci)

3 – Manual de introdução à GN, Pabla Pérez San Martin

4 – https://pt.wikipedia.org

5 – https://drauziovarella.uol.com.br

6 – https://www.todamateria.com.br
7 – https://www.materprime.com.br/como-anatomia-do-utero-interfere-na-fertilidade-feminina/
8 – https://www.medipedia.pt/home/home.php?module=artigoEnc&id=682
Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.