Desmame: um olhar sobre o final da amamentação

Compartilhe:

É um tanto complexo falar sobre desmame. Muitas pessoas condenam o final da amamentação, dizem que a mãe deve amamentar até quando o bebê quiser, mas não entendem que a mãe também cansa! E que, muitas vezes, as pessoas que buscam o processo de consultoria em desmame, estão cansadas, não dormem mais que duas horas seguidas há mais de dois anos, estão exaustas física e emocionalmente.

Mesmo a amamentação sendo um lindo processo, que deve ser incentivado até dois anos ou mais, ela também deve ter um final legal. Se a mãe está cansada de amamentar, e o bebê já tem dois anos (ou mais), pode sim buscar ajuda para que o desmame aconteça.

Ah, mas eu quero desmamar, o que preciso saber?

Primeiro: o leite materno nunca perde suas propriedades, nunca vira água, como algumas pessoas dizem. Entre os efeitos benéficos em curto prazo estão o controle da mortalidade e da morbidade. Em longo prazo, estão a redução do sobrepeso e obesidade, proteção contra o diabetes (tipos 1 e 2), leucemia e o aumento nos níveis de inteligência.

Segundo: para você iniciar um desmame, deve estar tranquila quanto a isso. Se o desmame for conduzido (como é o caso que estou falando),  ele deve começar após os dois anos de idade,  pois até essa idade o bebê está dentro da fase oral.

Ah, mas o que é fase oral?

É a base para o bom desenvolvimento das outras fases do bebê,  e onde o bebê vai desenvolver os músculos da face (oro faciais).

E como começar?

Existem muitos estudos falando sobre o desmame. A grande maioria deles fala que, quando se inicia o processo de introdução alimentar, o bebê está desmamando progressivamente, pois vai trocar o leite da mãe por alimentos, em um processo gradual. Por isso a amamentação é considerada a principal fonte de alimentação do bebê até um ano de idade, após isso ele consegue se alimentar melhor, e tira da alimentação a grande maioria dos nutrientes que precisa (salvo casos que o pediatra e/ou a nutricionista deve ser consultado).

Para o bebê acima de dois anos, comece diminuindo a livre demanda. Explique que vai ter momentos para mamar, porém não será mais o dia todo (nem a madrugada inteira). Fale com seu filho, ele entende tudo que você diz! Combine

Combine locais específicos para mamar. Use muito da ludicidade, lendo livros que remetam ao tema. Mostre que as pessoas usam a noite para dormir, que não é preciso mamar a toda hora.

E, se precisarem de um auxílio mais detalhado, me procurem! Atendo todo o Brasil!

Aline Worm – Mãe da Heloísa, da Aurora, doula, facilitadora em aleitamento materno e consultora em desmame. Instagram @doulaalineworm

Referências Bibliográficas:

http://prolactare.com/amamentacao/como-fica-fase-oral-se-o-bebe-for-desmamado-antes-de-2-anos – O que acontece com a fase oral, se você desmama o bebê antes de 2 anos. Dra Cristane Gomes, IBLCE.

https://maepop.com.br/amamentar-por-2-anos-ou-mais/  – Porque amamentar por 2 anos ou mais.

https://www.sbp.com.br/imprensa/detalhe/nid/amamentacao-sem-mitos/ – Dicas de amamentação, Sociedade Brasileira de Pediatria

https://www.sbp.com.br/fileadmin/user_upload/sbp/2017/maio/16/2003-folder.pdf – Guia da amamentação da Sociedade Brasileira de Pediatria

http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/saude_crianca_nutricao_aleitamento_alimentacao.pdf – Cartilha de Saúde da criança do Ministério da Saúde

http://www.iff.fiocruz.br/index.php/8-noticias/277-mitoseverdades – Mitos e verdades sobre amamentação, da Fiocruz 

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.