VBAC!!! É POSSÍVEL?

Compartilhe:

O VBAC (vaginal Birth after cesarean) é uma expressão usada quando temos uma mulher tendo um parto normal (via vaginal) após uma cesariana. Daí, você pode me perguntar: “E isso é possível?” Eu respondo: “Claro. É possível sim”.

UMA VEZ CESÁREA, SEMPRE CESÁREA?

Antes a resposta para essa pergunta era um SIM bem grande em alto e bom tom. Hoje, graças a Deus, as pesquisas e aos muitos profissionais comprometidos com uma assistência humanizada, a resposta tem mudado, e não, não tem que ser assim. É possível ter um parto normal mesmo tendo tido uma cesária anteriormente (e digo até mais de uma).

Fonte: Ministério da Saúde

Essa frase “uma vez cesarea, sempre cesarea”, dita pelo pesquisador Edwin Cragin, em 1916, foi justamente na intenção de alertar os colegas obstetras sobre o risco de se fazer uma cesárea e sobre como deveriam evitá-la, especialmente em mulheres grávidas pela primeira vez.

Infelizmente, ainda hoje, encontramos profissionais que repetem isso como uma verdade absoluta. Mas em contrapartida, temos profissionais comprometidos com a mudança que têm buscado cada vez mais provar que isso não é uma verdade.

Inclusive, estudos já mostram que as mulheres que buscam um parto normal após cesárea, de 60 a 80% conseguem o tão sonhado vbac. E quando falamos de VBA2C (parto normal após duas cesáreas, chegam a 71,1%. Isso não é incrível?! Saber que é possível. Saber que você pode, basta se informar, conversar muito com pessoas comprometidas e planejar o seu parto da melhor forma possível.

OS RISCOS E A TEMIDA RUPTURA UTERINA

Existem riscos? Claro. Sempre teremos.

E quando falamos de VBAC, o maior risco é a ruptura uterina. E se acontece, a ruptura pode resultar em hemorragia na mulher e possível privação de oxigênio no bebê. E por isso é tão importante ser acompanhada de perto, durante a gestação e trabalho de parto, para estar amparada numa possível emergência.

E quando falamos de riscos dessa ruptura, vale lembrar que num VBAC ele representa de 0,1 a 0,7%, ou seja, é um risco bem baixo se compararmos aos riscos de uma nova cirurgia, que são bem maiores.

O Ministério da Saúde, por sua vez, preconiza que as grávidas sejam avisadas de que esse risco aumenta conforme o número de cesáreas prévias. E, na ausência de outras contraindicações, a mulher pode e deve ser encorajada a tentar um parto vaginal.

Estudos mostram, ainda, que a segunda, terceira ou quarta cesarianas têm riscos de complicações semelhantes à prova de trabalho de parto após cesariana.

Lembrando que a recomendação é que a última cesariana tenha acontecido há pelo menos 1 ano e meio antes da previsão do parto, justamente para diminuir os riscos de ruptura.

BENEFÍCIOS DE UM VBAC

Essa é a Ana Luisa e o Leandro, que buscaram e não mediram esforços pra viver seu VBAC. E foi lindo incrível. Foto: Arquivo pessoal

Quando falamos de benefícios de um VBAC, falamos de todos os benefícios de um parto normal, como mais rápida recuperação da mulher, vínculo entre mãe e bebê, maior sucesso na amamentação e na descida do leite, entre outros. Além de eliminar os riscos de uma nova cesárea, como aderência dos órgãos à cirurgia, hemorragia no pós parto, dificuldade na recuperação, entre outros. Por isso, a importante de buscar um parto normal, mesmo que você já tenha tido uma ou mais cesarianas antes (algumas pesquisas britânicas recentes mostram que é possível parto normal depois de ate três cesáreas consecutivas).

O mais importante é você estar informada e segura na sua decisão.

E pra que mulheres sejam cada vez mais informadas e estejam seguras em suas decisões, esse blog tá recheado de informação baseado em evidência científica. Textos escritos por mulheres doulas incríveis para auxiliar cada mulher e cada família a buscar pelo, muitas vezes, tão sonhado parto normal.

Compartilhe esse texto com pessoas que precisam dessa informação. Vamos formar essa corrente do bem. Informar, ao invés de amedrontar.

Posso contar com você? E se desejar, entre no nosso grupo do telegram.

Referências:

http://estudamelania.blogspot.com/2012/08/estudando-vbac-metassintese-das.html

http://conitec.gov.br/images/Consultas/Relatorios/2015/Relatorio_PCDTCesariana_CP.pdf

http://portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br/atencao-mulher/principais-questoes-sobre-parto-vaginal-apos-cesariana-pvac-vbac/

Compartilhe:

2 respostas para “VBAC!!! É POSSÍVEL?”

  1. Olá. Me passaram link do seu blog num fórum de mães e …estou devorando tudo aqui.
    Estou com 20 semanas. Fiz uma cesariana em 2017, foi eletiva, e tb o obstetra não fazia normal. Minha filha nasceu com “nó verdadeiro” e ele disse que se fosse normal ela poderia ter nascido sem vida.
    Quero muito um parto normal agora. Levei quase 3h pra conhecer minha filha por conta da anestesia… Mas dizem que como a primeira teve esse nó, não vale a pena arriscar um parto normal. 😔
    Sou do ES e é bem difícil achar um obstetra que aceite, apóie, incentive um parto normal….
    Estou estudando muito isso e colocando nas mãos de Deus.
    Seu blog tem sido bem esclarecedor.
    Parabéns.

    1. Que alegria receber seu comentário, e sinta meu abraço apertado ai por sua experiência de nascimento. E saiba que é possível fazer diferente sim.
      Recebi seu email e vou te responder por lá. Muito obrigada pelo carinho e que bom que o Blog tem te ajudado.

Deixe uma resposta para Doula Williana Fraga (Grande Vitória - ES) Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.