Episio… o quê?

Compartilhe:

Ah Paula, mais um texto sobre essa tal de episio sei lá o que, o tal do cortinho…

Sim mais um, sabe por quê?

Por que informação nunca é demais, por que a cada dia que passa surgem mais e mais estudos comprovando que esse cortinho na maioria das vezes é obsoleto, por que já estou cansada de ouvir mulheres reclamando que a vida sexual (e não só a sexual, mas a vida em si) ficou uma merd@ por causa da cicatriz…

Mas principalmente por causa dessa foto, PHODÁSTICA!!

Incrivelmente linda, e cheia de significado.

VerNascer fotografia de parto

Mas vamos começar do começo…

Ou do fim…Ok vamos falar do expulsivo.

Momento em que ocorre uma reviravolta hormonal, onde a mulher que estava lá de boas, curtindo a partolândia, encarna o mais selvagem dos animais, fica tomada de ADRENALINA, olhos arregalados, instinto de proteção a mil, momento que pode se transformar num “vamos logo acabar com isso”, “agora eu vou parir” ou também num “para tudo, quero uma cesária”, “me da logo uma anestesia”.

Como a mulher vai reagir, depende de diversos fatores, empoderamento e conhecimento do momento, apoio e compreensão do acompanhante, confiança na equipe e no ambiente.

Por hora, vamos ficar com o empoderamento e conhecimento, afinal, esses são um dos poucos fatores que dependem única e exclusivamente de ti.

OK beleza, teve toda essa alteração hormonal e comportamental, por quê?

Porque o bebê está chegando oras!! E ninguém melhor que mãe, acordada, plena e consciente para receber em seus braços o seu filho!

Durante o expulsivo a mãe percebe que durante as contrações o bebê desce, e é possível sentir até seus cabelinhos, e sobe novamente, desce na contração e sobe no intervalo.

Essa dança proporciona uma massagem e aumento da vascularização do períneo (assoalho pélvico, musculatura da vagina, vulva… como queira chamar), aumenta a lubrificação, para que a saída seja tranquila e prazerosa.

Até que em determinado momento acontece a coroação. O topo da cabeça do bebê desce, fixa na musculatura externa da vagina, e não sobe mais. Volta la na foto, você consegue perceber a suavidade do momento?

Esse pequeno instante, tem um grande significado, e podemos ver como um real rito de passagem, onde o bebê tem seu primeiro contato com o mundo externo, e recebe de sua mãe uma coroa de boas-vindas.

A partir desse momento, ele não subirá mais, são apenas mais alguns instantes e algumas contrações para que você conheça seu novo amor.

VerNascer fotografia de parto

E é assim que acontece na vida real né?

#SQN Infelizmente, instantes antes desse momento único, muitos médicos, com a maior boa vontade em ajudar, e muito pouco conhecimento científico, sugerem, que seja feito um cortinho para facilitar. O objetivo na maioria das vezes é reduzir o tempo do expulsivo. Mas reduzir porque, se estão todos bem, dentro do padrão esperado? Mais uma vez, volta la na foto, agora imagina a cena, com um corte proposital na diagonal em direção ao ânus…

Aí que chegamos no ponto chave! Se você mulher, estudou, pesquisou e se preparou para esse momento, sabe que a episiotomia de rotina, não tem nenhum embasamento científico! E te digo mais, se você obteve essas informações foi por conta própria. Porque dentre muitos estudos comprovando a NÃO necessidade da episiotomia, já tivemos inclusive a comprovação de que, o que as mulheres sabem sobre esse procedimento foi através de conversas com a mãe, a tia, uma vizinha ou amiga.

Posso te garantir, que se você está com um médico que não é humanizado, e você não questionar ele sobre isso, ele só falará sobre episiotomia no momento em que estiver com o bisturi na mão, e aí minha amiga é tarde demais.

Fonte: Giphy

Minha dica para você é: leia, estude, empodere-se.

VerNascer fotografia de parto

Estudos comprovam que quando a mulher, toma para si o ato de parir, escolhe com propriedade a posição que deseja estar, e toma controle da situação a necessidade de uma episiotomia praticamente, se anula. As poucas lacerações que acontecem são mínimas, e na maioria das vezes nem precisam de pontos, podem cicatrizar sozinha.

Então GirlPower RUN!! Não perca tempo, seja você dona de si, do seu corpo, da sua vagina, do seu parto!!

Fonte: Giphy

Protagonize imagens e memórias tão lindas quanto essas!

Aproveita que já está aqui, e devora esses estudos que usei como base para esse texto.

Referências:

Episiotomia: em foco a visão das mulheres  https://www.redalyc.org/html/2670/267019613012/

Relação entre posição adotada pela mulher no parto, integridade perineal e vitalidade do recém nascido
http://files.bvs.br/upload/S/0104-3552/2008/v16n4/a472-476.pdf

O papel da episiotomia na obstetrícia moderna
http://institutonascer.com.br/wp-content/uploads/2014/03/episio_femina.pdf

 

Doulas recomendam:

Parto normal e ativo? Por que? Parece que hoje em dia está na moda falar e defender o parto normal, não é?! Onde já se viu, mulher levando plano de parto na maternidade e discutindo...
Como lidar com a ansiedade na gestação Quando uma mulher descobre a gravidez, existe aquela sensação de contagem regressiva. Conforme as semanas da gestação vão se passando, a ansiedade na...
Partolândia Amanda Greavette Todos que, assim como eu, ama “tudo” que envolve gestação, parto, nascimento e criação de filhos possivelmente já deve ter ouvido...
Relato de parto da Joyce: Nascimento do Eduardo Hoje resolvo compartilhar minha experiência por aqui, assim como outros relatos me ajudaram, espero que possa contribuir também. Lembrando que cada pa...
Compartilhe:

3 respostas para “Episio… o quê?”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.