Data provável de parto: ordem de despejo ou o contrato de aluguel pode ser estendido?

Compartilhe:

Menstruação atrasada, alguns sintomas diferentes no corpo e a pulga atrás da orelha começa a coçar! Você faz um teste de urina ou de sangue e o resultado dá positivo! Exame em mãos, agenda-se a primeira consulta de pré-natal e  uma das primeiras perguntas que você ouve é : “qual foi a data da sua última menstruação?”.  Tic-tac-tic-tac! Você faz umas contas aqui, puxa umas lembranças dali, fala a data, obstetra gira as setas de um disco nas mãos e tchan: “você está com x semanas de gestação”. Não amiga, ele não é nenhum feiticeiro e essa data não é nenhuma ordem de despejo para o bebê desocupar sua casa aconchegante. Ela é apenas uma probabilidade do nascimento ocorrer em torno daquele dia.

DUM > IG > DPP > Socorro, isso é um novo código morse?

Crédito de imagem: acheiadesono.blogs.sapo.pt

Parece mas não é, são siglas que você vai ouvir muito durante a gravidez! Comecemos pela primeira! DUM é a data da última menstruação e a Organização Mundial da Saúde (OMS) a utiliza como o método de escolha para o cálculo da idade gestacional (IG), tendo como parâmetro as 40 semanas gestacionais. Há algumas controvérsias quanto à sua eficácia, pois  ocorrem variações individuais na duração do ciclo menstrual, sangramento de implantação (perda de sangue de início gestacional que pode ser confundida com menstruação) e, principalmente,  falhas de memória. A ultrassonografia (USG) é outro exame utilizado para conhecer a IG e tem melhor resultado se realizada no intervalo de 10 a 13 semanas de gestação, porém o exame tem preço elevado para algumas famílias. É bem possível que haja divergência nas datas de sua última DUM com a ultrassonografia que você realizar, no entanto o objetivo é saber a-pro-xi-ma-da-men-te a data da chegada de seu baby.

E como é feito esse cálculo da idade gestacional?

Foto disponível no site  Mercado Livre. Gestograma

 

Quando a DUM é conhecida:

  • Uso do calendário: somar o número de dias do intervalo entre a DUM e a
    data da consulta, dividindo o total por sete (resultado em semanas).
  •  Uso de disco (gestograma): colocar a seta sobre o dia e mês correspondente
    ao primeiro dia da última menstruação e observar o número de semanas
    indicado no dia e mês da consulta atual.

Quando a DUM é desconhecida, mas se conhece
o período do mês em que ela ocorreu:

Se o período foi no início, meio ou final do mês, considerar como data da
última menstruação os dias 5, 15 e 25, respectivamente. Proceder, então,
à utilização de um dos métodos acima descritos.

E a data provável do parto?

Aqui o gestograma também poderá ser um instrumento indicativo de quando o bebê irá nascer e, além dele, existe um  cálculo simples e rápido a se fazer. Vamos lá?

Digamos que seu primeiro dia da última menstrução foi 05 de dezembro. Você deve somar 7 dias a essa data (5+7=12) e subtrair 3 meses ao mês em que ocorreu sua última menstruação (12-3=9). Logo:

Data da última menstruação: 05/12/2018

Data provável do parto: 12/09/2019

Ainda bem que existem as calculadoras

 

Pois bem, temos aí a data provável do nascimento do baby e já te adianto que, PROVAVELMENTE, ele não nascerá neste dia. Os bebês são considerados nascidos no tempo certo entre 37 e 41 semanas e 6 dias. Entretanto, a maior parte deles nasce entre uma semana antes e uma semana depois da DPP (entre 39 semanas e 40 semanas e 6 dias). Aqui no blog você encontra mais informações sobre estas probabilidades.

Gostou das dicas? Ah, vale lembrar que, sabendo como funciona esses cálculos, quando te perguntarem “quando o bebê vai nascer?”, você já pode responder projetando uma data máxima de tempo possível para a tal DPP!

Ficou alguma dúvida, curiosidade? Clique aqui que eu te respondo!

Abraço apertado,

Camile da Rosa

Referências

Estimativa da idade gestacionalhttps://www.scielosp.org/scielo.php?pid=S0102-311X2000000100009&script=sci_arttext&tlng=en

Pré-natal e puerpério. http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/pre-natal_puerperio_atencao_humanizada.pdf

Determinação da idade gestacional baseado no estudo Nascer no Brasil. https://www.scielosp.org/scielo.php?pid=S0102-311X2014000700014&script=sci_arttext&tlng=es

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.