10 pedidos numa cesárea respeitosa

Compartilhe:

Você passou horas na frente do computador pesquisando sobre parto humanizado, praticando exercícios que favorecem uma parto mais tranquilo e rápido, quebrou seu cofrinho para pagar aquela equipe super cotada na sua cidade ou investiu seu dinheiro alugando piscina e oxigênio para o tão sonhado parto domiciliar. Mas, durante o trabalho de parto, ocorre uma situação inesperada em que é necessária uma cesárea para trazer seu bebê ao mundo.

Ah, não…

A sensação de desapontamento pode surgir com força nessa hora, não é mesmo?

Afinal, por mais que você saiba que, de acordo com a OMS, 15% das mulheres no mundo vão precisar dessa cirurgia na hora do nascimento de seu filhos, o que você quer, estuda e se planeja mesmo é pra ser parte daqueles outros 85% que vão parir de forma natural, certo?

Mas, estou aqui para te lembrar que você não precisa abrir mão de todo o seu plano de parto caso você se enquadre naqueles 15% e que ainda é possível ter um nascimento respeitoso também numa cesárea.

Não existe uma definição simples ou um consenso no meio dos profissionais da humanização do nascimento sobre o que seria uma cesárea respeitosa. Alguns inclusive falam em cesárea humanizada. Mas listei abaixo os pedidos mais comuns das mulheres que passaram por essa situação:

Pedido 1: Diminuir as luzes

Abaixando um pouco as luzes da sala de cirurgia – ou retirando o foco  cirúrgico de cima do bebê no momento em que ele está nascendo pode contribuir para que o momento de transição útero-exterior se torne mais íntimo e confortável para o bebê e para você.

Pedido 2: PlayList

Sabe aquela playlist que você fez com tanto carinho e cuidado no spotify, incluindo uma música específica para a hora do nascimento do seu filho? Você não desperdiçou seu tempo! Em vez de silêncio (coisa rara em centro cirúrgico, convenhamos), ou de ouvir uma música escolhida pela equipe médica, você ainda pode escolher ouvir as músicas que você separou e se sentir mais calma e relaxada durante a cesariana. Ou animada…depende das suas preferencias musicais…

Exigência 3: Presença do Acompanhante

Sim…esse item aqui não é um pedido: a presença do acompanhante de parto é garantida por lei no Brasil. Faça valer o seu direito! O acompanhante é uma escolha da mulher e desempenha um papel muito importante durante o parto. Muitos acompanhantes se sentem receosos de entrar no centro cirúrgico ou podem achar que não serão úteis naquele ambiente. Mas, numa cesárea

respeitosa, ele (ou ela) é convidado a desempenhar um papel ativo: tranquilizando a mãe com sua presença, falando palavras de carinho e afeto e acompanhando o bebê após o nascimento, caso a rotina seja passar pelo berçário.

Pedido 4: Leve sua Doula

Se você contratou uma doula pra te acompanhar durante o trabalho de parto e parto, nada mais normal do que ela estar/continuar te acompanhando no caso de uma cesárea necessária. Nós, doulas, podemos ser um diferencial ainda que na sala de cirurgia, tranquilizando a mãe sobre alguns procedimentos apenas ao narrá-los conforme vão ocorrendo, o que ajuda muito no pós-parto no processamento de todo o processo de nascimento. Atuamos também trazendo conforto, informação e assistência nos primeiros contatos entre você e seu bebê, favorecendo a oportunidade de ocorrência da amamentação ali mesmo, na primeira hora de vida.

Tradicionalmente, as salas de cirurgia ou os próprios médicos limitam o número de pessoas permitidas na sala, por isso nós, doulas, muitas vezes acabamos esperando o fim da cesárea no corredor. Se você está sendo acompanhada por uma equipe particular ou pelo plano de saúde, a dica é: converse com sua assistência sobre isso com antecedência.

Pés da doula aqui aguardando fora do centro cirúrgico 🙁

Pedido 5: Devagar com o andor

Num parto natural tudo tem o seu tempo…cada mulher dilata em ritmo próprio, cada bebê encontra seu caminho no seu tempo. Já numa cesárea, tudo é feito em alta velocidade (até pelo porte da cirurgia, o tempo em que a mulher permanece aberta está relacionado a índices de possíveis intercorrências que ninguém quer ter).  Mas, ainda assim, não havendo fatores de risco extra ou não sendo uma cesariana de emergência, é super possível promover um ritmo mais lento na hora do nascimento do bebê, retirando-o com tranquilidade, carinho e  respeito do útero.

Imagem: https://www.uai.com.br/app/noticia/saude/2015/07/06/noticias-saude,187358/medicos-terao-que-justificar-cesariana-a-partir-desta-segunda-feira.shtml

Pedido 6: Assistir ao nascimento

Tradicionalmente, cesáreas são realizadas utilizando um campo cirúrgico (aquele pedaço de pano que separa a visão do abdome da mãe), com a mulher deitada na mesa. Em uma cesariana respeitosa, esse campo cirúrgico pode ser rebaixado para que você veja seu bebê nascer. A incisão no abdome ainda fica oculta, mas você poderá ver que seu filho sendo cuidadosamente levantado do seu útero. Tempo e cuidado são levados em conta para fazer as mulheres se sentirem mais envolvidas no processo de nascimento de seus filhos, o que facilita inclusive o estabelecimento  do vínculo entre a dupla mãe-bebê.

Arquivo Pessoal – Campo cirúrgico baixado/ Nascimento do Miguel Inácio 15/12/18

Pedido 7: Contato pele na pele

O contato pele a pele imediato é super possível numa cesárea, basta que o(a) pediatra o autorize/promova. Sempre que possível, o contato pele a pele deve ser priorizado em detrimento dos testes, exames, medições e medicações que o bebê venha a receber. Assim que nasce, o bebê deve ser colocado sobre a mãe, para que o processo de colonização de bactérias benéficas e o vínculo se iniciem.  Também favorece a regulação da temperatura corporal do bebê e as chances de um bom estabelecimento da amamentação.

Mas, atenção! Contato pele a pele não é campo/bebê/mãe ou campo/bebê/camisola/mãe não, heim, gente…é pele com pele mesmo!

Pedido 8: Clampeamento oportuno do cordão

Se não houver uma razão médica para o clampeamento imediato/corte do cordão umbilical, o(a) obstetra pode honrar seu plano de parto e esperar até que o sangue pare de pulsar entre a placenta e o bebê, ou ao menos 2 ou 3 minutos, antes de clampear/cortar o cordão. Permitir que isso ocorra oferece ao seu bebê importantes benefícios para a saúde, que você pode ler mais aqui.

Pedido 9: Alojamento conjunto

O período imediatamente após o nascimento é muito importante para o estabelecimento do vínculo mãe-bebê. Embora isso muitas vezes possa ser ignorado em um ambiente cirúrgico, há estudos claros sobre o efeito duradouro disso sobre mãe e filho. Em uma cesárea onde o vínculo mãe e bebê é priorizado, o tempo que você ficará em contato com seu bebê não deve ser limitado. Se o seu filho precisar sair do seu lado para fazer um teste ou para ser examinado, isso deve tomar o menor tempo possível e o seu acompanhante deve ser encorajado a acompanhar o bebê durante o tempo em que vc estiver impossibilitada (por conta da anestesia) de fazer isso. Depois disso, uma assistência respeitosa, segundo o Ministério da Saúde, deve encorajar e facilitar o alojamento conjunto de mãe e filho 100% do tempo, quer seja no quarto ou na enfermaria.

Pedido 10: Amamentação

Se estiver planejando amamentar, uma assistência respeitosa numa cesárea deve garantir que você tenha a oportunidade de amamentar seu bebê na primeira hora de vida do seu filho. A amamentação na primeira hora, como já disse acima, aumenta as chances de uma amamentação bem-sucedida e é considerada uma parte importante dos cuidados pós-natais.

Yes, baby, você pode amamentar enquanto ainda está na mesa de operações!  Inclusive, uma doula ajuda muito nessa hora, posicionando o bebê e ajudando a segurá-lo caso isso ainda não seja possível pra você. Mas, vamos ressaltar que o importante é disponibilizar esse contato ao seio, mas isso não significa que o bebê vai mamar imediatamente, já que o  reflexo de sucção muitas vezes demora um pouquinho a aparecer.

Resumindo….

Se você tiver uma indicação real de cesárea converse com sua assistência sobre os itens acima  (ou outros que não listei, mas podem ser do seu desejo, como levar sua placenta para casa) e veja o que pode ser realizado ou não. Não vou mentir…se já é difícil conseguir que alguns desses pedidos sejam respeitados num parto normal, numa cesariana isso fica ainda mais difícil. Mas, não desanime! Se necessário, troque de assistência ou busque uma segunda opinião sempre que possível. Algumas equipes são muito mais flexíveis do que outras e algumas tem limites de atendimento bem rígidos. Por isso é muito importante pensar em todos os desfechos possíveis e não apenas nos desejados, porque assim você pode encontrar uma equipe que esteja mais alinhada com seus desejos sobre como você planeja receber seu bebê no mundo.

Acredito que quanto mais falarmos em atendimento humanizado e também em cesáreas respeitosas e compartilhamos essas ideias, haverá mais demanda das mulheres e as equipes terão que se adequar, se tornando mais flexíveis e sensíveis aos desejos das mulheres. Então, identifique os elementos do meu texto que mais te interessam e pergunte ao seu médico/ equipe sobre quais são possíveis de serem atendidos.

Tem alguma dúvida? Entre em contato comigo. Será um prazer te ajudar!  Atendo presencialmente no Rio de Janeiro e coordeno rodas mensais de conversa gratuita do Coletivo Mãe Possível. Você pode conhecer mais sobre mim e fazer parte de um grupo VIP de atendimento se inscrevendo aqui !

Um beijão,

Gabriella Santoro | Doula

UNICEF alerta para elevado número de cesarianas no Brasil https://nacoesunidas.org/unicef-alerta-para-elevado-numero-de-cesarianas-no-brasil/

Cesarianas: percepção de risco e sua indicação pelo obstetra em uma maternidade pública no Município do Rio de Janeiro https://www.scielosp.org/article/csp/2004.v20n1/109-116/pt/

O clampeamento tardio do cordão umbilical reduz a anemia infantil  http://apps.who.int/iris/bitstream/handle/10665/120074/WHO_RHR_14.19_por.pdf;jsessionid=9380B42973BD7AD0B02A69D5BB0AACAB?sequence=2

Lei do acompanhante http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2004-2006/2005/Lei/L11108.htm

Sobre o alojamento conjunto de mãe e bebê http://www.hospvirt.org.br/enfermagem/port/alojfam.html

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.