Como cuidar do períneo na gestação ?

Compartilhe:

A gestação é um momento de grandes mudanças físicas e emocionais na vida de uma mulher. Embora seja um evento natural, se preparar para esse evento tanto fisicamente quanto emocionalmente é muito importante. Um dos cuidados que devemos ter nesse período é com o nossos músculos do assoalho pélvico também chamado períneo.

Entendendo o assoalho pélvico

O assoalho pélvico, mas conhecido como períneo, é um conjunto de músculos  localizados  na parte inferior da pelve. Podemos imaginar ele como uma cama elástica, e em cima dessa cama elástica estão nossos órgãos , a bexiga , o útero e o intestino. Portanto uma de suas funções é a de sustentação desses órgãos. Também podemos imaginar que atravessam essa “cama elástica a uretra, a vagina e o ânus, sendo assim ele tem uma função muito importante na continência urinária, fecal e na função sexual.

fonte: google/Wikipedia

O que acontece com o períneo na gestação ?

Na gestação o útero aumentara   aumentará a sua capacidade de 500 a 1000 vezes e chegará a pesar 900 ou 1000 gramas no final da gravidez. Lembrando que ele está repousado sobre o assoalho pélvico, podemos ter uma ideia do quanto essa musculatura será solicitada e sobrecarregada durante esse período! Podemos chamar o assoalho pélvico de bercinho do bebe.

Por esse motivo mulheres que pretendem engravidar ou que já estejam grávidas devem buscar fortalecer essa musculatura, prevenindo disfunções como a incontinência urinária e outras disfunções. Embora muitos ainda acreditem que o parto normal seja responsável pelas disfunções do assoalho pélvico como incontinência urinária e a   ”queda dos órgãos” os prolapsos, estudos mostram que não é o parto, mas a gestação em si é um importante fator de risco.

Como eu posso preparar meu períneo ?

Imagem: @WHITNEYERD

O primeiro passo para a mulher fortalecer seu assoalho pélvico é conhecendo ele . Saber onde ele esta localizado, sentir ele, e se conectar com ele. O ideal seria ser avaliado por um fisioterapeuta para te ajudar nessa missão. Estudos mostram que 30 por cento das mulheres não sabem contrair essa musculatura de forma correta. Na avaliação o profissional irá avaliar não somente a força muscular, mas a capacidade de relaxar, a coordenação motora, a resistência muscular. Com base nessas informações será proposto um programa de exercícios. Temos que lembrar que na gestação essa musculatura ja está sobrecarregada, por isso devemos pensar em exercícios que trabalhem também o relaxamento e o alívio de tensões musculares que possam estar presentes. Devemos pensar sempre em força e flexibilidade.

Foto:arquivo pessoal: cliente fazendo fisioterapia : preparação para o parto.
A massagem perineal e Epi-no

Ahhhh, a massagem e o Epi-no, são a cereja do bolo e muitas gestantes vem procurar ajuda somente no fim da gestação, para aprender  a usar o Epi-no . E esse assunto daria uma matéria inteira ! A massagem perineal é um método muito eficaz, já comprovado por muitos estudos e esta relacionada com uma menor incidência de lacerações , episiotomia e uma melhor recuoeração do períneo no pós parto. Ela é indicada á partir das 34 semanas. O Epi-no é um aparelho para alongar a musculatura perineal, porém para mim o mais interessante dele é o treino da percepção corporal, que a gestante aprende. Ao insuflar o balão dentro da vagina treinamos o relaxamento do períneo, sendo um ótimo treino para o período expulsivo !

Gestantes que praticam exercícios funcionais para o assoalho pélvico, apresentam menos  riscos de incontinências, prolapsos dos órgãos, menor incidência de lacerações perineais, episiotomia, e uma melhor recuperação do períneo no pós parto .

Referências Bibliográficas

How effecive are perlvic floor muscle exercises undertaken during pregnancy or after birth for preventing or treating 

https://www.cochrane.org/CD007471/INCONT_how-effective-are-pelvic-floor-muscle-exercises-undertaken-during-pregnancy-or-after-birth

Antenatal perineal massage for reducing perineal trauma

ne.org/CD005123/PREG_antenatal-perineal-massage-for-reducing-perineal-trauma

Pelvic floor muscle training for prevention and treatment of urinary and faecal incontinence in antenatal and postnatal women https://www.ncbi.nlm.nih.gov/m/pubmed/18843750/?i=2&from=/30649605/related

Elza Baracho, Fisioterapia aplicada á obstetrícia , 2002, 3ª edição

Lívia Penna Firme Rodrigues, Lobas e Grávidas, guia prático de preparação para o parto da mulher selvagem, 1999, 2ª edição

 

 

 

 

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.