Como me preparar para um trabalho de parto tranquilo? (Roda de conversa)

Compartilhe:

As palavras “parto” e “tranquilo” não se encaixam nas cabeças de muitas pessoas. Por isso teremos um encontro todo especial pra mudar esta percepção e mostrar que elas são sim palavras complementares para as mulheres (ou famílias) que se preparam corretamente para o grande dia.

Roda de conversa em São Paulo – 20/02/2019 com a doula Carla Rodrigues

roda de conversa
por Mayara Neves

Vamos desconstruir tudo aquilo que a televisão ensinou pra gente sobre parto?

Não é a toa que a nossa sociedade toda tem muito medo do parto. Tudo que vemos em novelas, filmes e seriados é a bolsa estourando, todo mundo correndo desesperado pro hospital, a mulher gritando loucamente como se estivesse sofrendo e a criança nascendo.

Entenda, um trabalho de parto tranquilo não é necessariamente um trabalho de parto rápido e sem dor. Aqueles que são mais demorados ainda podem ser tranquilos. Parte de uma boa preparação para o parto é se desprender do tempo e não deixar ele afetar o processo todo.

tempo
foto de www.pexels.com

E a dor? Bom, a dor é um assunto a ser bem explorado durante a gestação, pois o seu preparamento psicológico vai refletir diretamente na quantidade de dor que você sente. Existem vários métodos não farmacológicos de alívio de dor que podem ser usados em casa. Alguns deles você consegue fazer sozinha, já outros irá precisar da ajuda de alguém (não precisa ser profissional).

Nosso sistema de saúde entrou em um hábito intervencionista tão intenso que fez com que as pessoas acreditem que a mulher precisa do médico pra parir, que parto é sofrimento, que a cesariana é mais segura que o parto normal e muitos outros mitos.

Pra ter um parto tranquilo é preciso se munir de informação atualizada, informação com embasamento científico. E mais do que isso, é preciso se cercar de uma equipe competente e respeitosa, pois muitas vezes de nada adianta estar cheia de informações e ser atendida por uma equipe despreparada e desrespeitosa. Infelizmente vemos vários casos de mulheres que sofreram violência obstétrica por se sentirem de mãos atadas e sem voz para contestar certas ações da equipe que está atuando.

Ter doula ajuda? Com toda a certeza! O principal papel da doula, ao meu ver, acontece durante a gestação, preparando a mulher (ou o casal) para o processo. Porém, seria antiético da doula contestar qualquer procedimento médico na hora. Isso cabe ao casal, de preferência ao acompanhante de parto.

roda de conversa - parto tranquilo
por Paula Cayres

Nesse encontro iremos conversar sobre o que podemos fazer para otimizar as chances de um trabalho de parto tranquilo. A presença de um ou dois acompanhantes é altamente recomendada, pois esta pessoa terá total influência no dia do seu parto. Não precisa ser seu acompanhante de parto necessariamente, pode ser qualquer pessoa que estará ciente do trabalho de parto. Quanto mais informações esses acompanhantes tiverem de antemão, mas tranquila e confiante você estará.

Vamos nessa?

Marque aqui aquela amiga que irá se beneficiar com essas informações ❤️

Informações e inscrição —–> www.bit.ly/carlarodrigueswapp

#partonormal #partohumanizado#carlarodriguesdoula #saopaulo#doulasaopaulo #inspirayoga#mamae2019 #doulasdacasa

Compartilhe:

Uma resposta para “Como me preparar para um trabalho de parto tranquilo? (Roda de conversa)”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.