E esse trabalho de parto? Diz que vai, mas não vai?!

Compartilhe:

A gravidez está seguindo bem. A ansiedade começando a apertar. Como será o parto? Como serão as contrações? Será que é fácil identificar quando começa o trabalho de parto?
Aí você corre para a internet para saber como funciona o parto e a hora ideal de ir para o hospital.
Nessa busca você lê sobre as fases do trabalho de parto e chega na parte que diz que, quando as contrações estão ritmadas, intervalo de 5 minutos, é trabalho de parto ativo, logo, de ir para a maternidade. Será que é exatamente assim? Bora conversar com um pouco mais detalhes sobre isso?

O começo de tudo
“Nas últimas semanas que antecedem o parto, você vai começar a sentir o útero contrair. Essas contrações que preparam para o parto são geralmente indolores. Você poderá sentir o útero ficar teso e duro, o que pode durar quinze minutos ou mais.”

Lá pelas 37 semanas, você pode começar a sentir contrações. Elas podem ser indolores, ou não. Podem durar 2, 3, 4 semanas até você começar a primeira fase o trabalho de parto. Coisa de louco ne? Que nada! Coisas na natureza.
Nosso corpo faz parte da natureza, e como tal, se comporta como todos os outros elementos. Grande parte das vezes essas contrações têm período certo para acontecer.
Assim como as flores, os frutos, a renovação das células do nosso corpo…, o útero começa a contrair, em pródromos, à noite. O corpo relaxa, o mundo externo silencia, o escuro se faz, e lá vêm elas. Contrações de “amaciam” o útero, que começa a despertar o corpo para o trabalho de parto.

Você sabe o que são prodromos?

“Prodromos são os sinais que antecedem a fase latente do trabalho de parto. Podem ser caracterizados por contrações irregulares do útero ou a saída do tampão mucoso.”

São eles que preparam o terreno; que traz a “boa nova”.

Prodromo é o grade amigo da mulher, que vai permitindo, cada dia, que a ela vá ensaiando para o grande dia.

Contraí a cada 5 minutos e não tive dilatação. O que houve?

”Nas últimas semanas da minha gravidez tive contrações, algumas muito fortes, mas passavam depois de algumas horas. ”

Nosso corpo é uma máquina perfeita, porém, muitas vezes não a compreendemos muito bem.
Quando buscamos uma receita pronta das etapas de trabalho de parto, corremos um grande risco de interpretarmos errado a mensagem que nosso ele deseja passar.

niveis da dor do parto
Fonte: https://www.parents.com/pregnancy

Os prodromos, essas contrações que testam nosso físico, e psicológico, para o trabalho de parto, tem um ritmo bem interessante.
Pode se apresentar sem ritmo, completamente som compromisso com nada, lhe dando a certeza que nada demais está acontecendo. Que é preciso esperar para ver o que vai acontecer. Mas acontece que elas podem nos sorrir a cada 05 minutos, por muitas horas. As vezes até o amanhecer, e se repetir por algumas semanas.

Como saber que é trabalho de parto e não prodromos?

Foto: Fabiola Coutinho

Com contrações a cada 5 minutos é quase certo pensar que você está em trabalho de parto. Será mesmo?
Para identificar se são prodromos ou início da fase latente:
– Vá para o chuveiro com água quente. Fique por la durante 20 ou 30 minutos. Deixe a água acariciar o local da dor. Caso não possa com chuveiro, bolsa de água quente ajuda bastante.
– Faça exercícios de respiração para que seu corpo permita receber os benefícios do calor da água.
– Ao sair do chuveiro, deite numa posição confortável, que permita o relaxamento. É muito provável que você durma e as contrações cessem. Em aproximadamente 02 horas você está bem, ou até o dia amanhecer.
Se isso acontecer, eram pródromos. Seu corpo se, e te, preparando para o trabalho de parto.
Caso as contrações continuem insistindo, observe as contrações. É possível que aquele ritmo que você tinha percebido antes, já não é o mesmo. As contrações podem espaçar, espaçar e… ah, isso é papo para a primeira fase do TP.

Referência: Balaskas, Janet – Parto Ativo

http://www.redehumanizasus.net/sites/default/files/de_mae_para_mae_2a_edicao.pdf

 

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.