Quando a cesariana salva vidas!

Compartilhe:

 

O nascimento é um evento que diz respeito a todo ser humano. As questões relacionadas à via de parto são de tamanha importância a um casal durante a gestação, esse é um momento de muita pesquisa e informação para a tomada de decisão.

Sabemos que a cesariana é uma cirurgia que foi criada para salvar vidas, porém muitos médicos ainda fazem indicação de cesariana eletiva sem necessidade e essa é uma preocupação mundial. De acordo com estudos, os benefícios conferidos ao bebê e a mãe em uma cesariana são pequenos visto que a cirurgia sem indicação aumenta os riscos de mortalidade perinatal e materna.

 

O Psicológico

 

Muitas mulheres que se preparam na gestação para um parto normal podem ficar muito chateadas pela necessidade de uma cesárea, e é aí que precisamos trabalhar o psicológico, porque o plano B pode sim “virar” o plano a ser seguido, e se necessário está tudo bem, fique tranquila e em paz, você estará fazendo o melhor por vocês dois!

Mas como vou saber se o plano B (cesárea) é realmente o melhor para nós?

Primeiro precisamos da segurança em saber que a equipe que te acompanha não te levaria para uma cesariana sem um motivo real, então a escolha da equipe de confiança é muito importante. Para as mulheres que não tem opção de escolha de equipe, vou ajudar listando aqui as indicações reais de cesariana e indicações que podem acontecer, porém muitas vezes tem indicação equivocada.

Sobre as Indicações Reais de Cesariana

 

  • Placenta Prévia: A placenta é o órgão que mantém o bebê oxigenado, a apresentação prévia total ou parcial indica que seu nascimento aconteceria antes do que o nascimento do bebê, nesse caso a cesariana eletiva é indicada.
Foto: Flickr
  • Descolamento da Placenta com feto vivo fora do TP: O descolamento prematuro da placenta acarreta fata de oxigenação para o bebê e hemorragia para a mãe, com o feto vivo e fora do TP a indicação é de cesariana.
  • Ruptura de Vasa Prévia: É uma condição rara, que resulta na ruptura de um vaso quando há ruptura das membranas e a indicação é de cesariana eletiva.
  •  Prolapso de Cordão: Acontece quando a cabeça do bebê pressiona o cordão umbilical impossibilitando a passagem de oxigênio e nutrientes, a cesariana é realizada em caráter de urgência.
Foto: Flickr
  • Apresentação Córmica ou Bebê na Transversal: Se o bebê estiver transverso na barriga da mãe, não há como nascer naturalmente. Pode ser feito a partir da 37° semana de gestação a versão cefálica externa, na tentativa de deixar o bebê na posição cefálica, se não houver sucesso a indicação é de cesariana após o início do trabalho de parto.
Foto: Flickr
  • Herpes Genital com Lesão Ativa no momento do TP: Caso a infecção esteja ativa no início do TP há indicação de cesariana para redução do risco de infecção neonatal. O médico também pode indicar antibióticos na gestação para prevenir a lesão ativa no TP.

 

Sobre Indicações que podem acontecer, mas devem ser avaliadas com cuidado.

 

  • Frequência cardíaca fetal não tranquilizadora: Quando a frequência dos batimentos cardíacos do feto estão muito abaixo do esperado a equipe deve avaliar com cuidado, avaliar outros parâmetros como a qualidade do líquido amniótico, grau de dilatação, altura da apresentação e variedade de posição além da realização de ausculta realizada de preferência por cardiotocografia e em posição de decúbito lateral esquerdo. Não havendo alterações no padrão com desaceleração cardíaca, a cesariana é bem indicada.
  • Desproporção cefalopélvica (DCP): Diagnóstico realizado intraparto, baseado nos dados de evolução registrados no partograma. Acontece quando a cabeça do bebê é maior do que a pelve da mãe. Frequentemente com indicação inadequada de cesariana, porém se bem avaliado é a cesárea é bem-vinda.
  • Falha na progressão do trabalho de parto: Acontece quando por algum motivo que desconhecemos em trabalho de parto ativo as contrações ficam ineficientes e a dilatação não progride como esperado baseado nos dados de evolução do partograma. É indicado administração de ocitocina e /ou rotura de bolsa, se o parto não evoluir pode-se considerar DCP ou uma falha mecânica e caminha para a cesárea.
  • Bebê pélvico ou sentado: Deve-se avaliar junto com a gestante os riscos e benefícios e se a gestante optar pelo parto normal é importante ser realizado por uma equipe com experiencia em partos pélvicos. A partir da 37° semana de gestação a mulher pode se submeter a versão cefálica externa, técnica utilizada para “virar” o bebê para a posição cefálica.
  • HIV/AIDS: Em uma gestante com carga viral maior ou igual a 1000 cópias/ml, o mais indicado para evitar a infecção do bebê pelo vírus do HIV, é a realização da cesariana eletiva com 38 semanas de gestação.
  • Duas ou mais cesárias anteriores: Existe o risco de ruptura uterina 0,5% a 1% que deve ser pesado em relação aos riscos de uma nova cesariana (lesão vesical até hemorragia, infecção e maior chance de histerectomia). Os últimos estudos não apresentam diferença entre uma ou duas cesáreas antes do VBAC (Vaginal Birth After Cesarian) Parto Vaginal Após Cesárea.

 

Agora que você já conhece as indicações reais de cesariana, e também as que podem acontecer durante o trabalho de parto, com certeza irá mais tranquila para o momento mais especial da sua vida!

 

Indicações de Desnecesáreas

 

– Bebê grande demais

– Bebê engolindo o líquido amniótico

– Bolsa rota (o limite de horas é variável, para vários obstetras basta NÃO estar em trabalho de parto quando a bolsa rompe)

– Cordão no pescoço

– Falta de dilatação antes do trabalho de parto

–  Idade materna “avançada”

– Obesidade materna

– “Passou do tempo”

– Placenta grau III ou II ou I ou qualquer outra classificação placentária

 

 

Esses são alguns exemplos, entre muitos outros que até parecem brincadeira. Se informe muito, se possível contrate uma equipe humanizada, tenha uma doula. Boa hora para você!

 

Até mais!

 

Referências Bibliográficas:

 

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.