8 DICAS PARA SABER SE SEU MÉDICO É CESARISTA

Compartilhe:

Como saber se o médico que te acompanha é cesarista?

Vem comigo que vou te dar umas dicas valiosas pra você não ser pega de surpresa no final da gestação.

(giphy)

1 – Pergunte sobre o parto: ele geralmente vai dizer que você não precisa se preocupar e que ainda tem muito tempo pra decidir sobre isso. Cuidado também com a frase “estando tudo bem, faço parto normal sim”.

2 – Converse com quem já teve bebê com ele: Entre uma consulta e outra, enquanto você aguarda na sala de espera, pode esbarrar com alguma paciente em consulta pós parto. Pergunte como foi o parto. Caso tenha sido cesárea, sutilmente pergunte os motivos. Razões como cordão enrolado no pescoço, falta de dilatação fora do trabalho de parto, bebê grande demais, quadril muito estreito, são cesáreas desnecessárias e poderiam ter sido evitadas. Veja aqui as reais indicações de cesariana.

3 – Pergunte sobre o que ele acha do trabalho das doulas: se ele não souber o que é uma doula ou disser que ela pode estar no parto desde que não interfira nem atrapalhe, fuja para as montanhas. Ele é um típico cesarista. Leia sobre o  trabalho da doula aqui.

4 – Faça um plano de parto: Leve seu plano de parto e mostre pra ele. Se ele for cesarista, achará tudo isso uma bobagem. Saiba mais sobre plano de parto aqui.

5 – Perceba a agenda do médico: Médicos que acompanham parto normal, com frequência precisam alterar horário das consultas e/ou  desmarcar em cima da hora. Se ele nunca chega atrasado porque estava acompanhando um parto e/ou está sempre disponível, desconfie.

6 – Plano de saúde: os planos de saúde tem obrigação de informar sobre as taxas de cesárea e parto normal dos médicos (Resolução Normativa 368). O prazo para passar essa informação é de 15 dias. Sendo assim, antes de agendar, já tenha em mãos as taxas do médico em questão.

7 – Exame de toque:  O exame de toque não deve ser de forma rotineira nem fora do trabalho de parto. Pode acontecer do médico fazer mais toque no final da gestação e insinuar que a gestante não tem dilatação, sugerindo uma cesárea desnecessária.

8 – Faça uma lista de perguntas: Leve na consulta uma lista de questionamentos… Até quando ele espera, qual a conduta caso o bebê esteja sentado, se tiver circular de cordão, a opinião dele sobre episiotomia (dentre outros fatores). As respostas dirão muito sobre ele e sua assistência. Aqui tem uma lista pra te inspirar nas perguntas.

(giphy)

 

É fundamental que você esteja segura das suas escolhas. Portanto estude e encontre uma doula pra chamar de sua. Informação liberta! Empodere-se!

O parto é SEU! Você tem o poder! Seu corpo é perfeito! O sistema está a nosso serviço e não o contrário. Nós temos o direito de decidir sobre o nosso corpo! Não deixe ninguém roubar esse direto de vocês! Não se deixem amedrontar! Estudem, pesquisem, perguntem, empoderem-se!

A luta é pelo direito à informação, decidir, protagonizar, escolher e ser respeitada!

 

Ainda ficou com dúvidas? Podemos conversar por aqui. Ou você pode deixar o seu comentário também.

 

Referências:

  • Indicações reais e fictícias de cesariana

http://estudamelania.blogspot.com/2012/08/indicacoes-reais-e-ficticias-de.html

Diretrizes Nacionais de Assistência ao Parto Normal http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/diretrizes_nacionais_assistencia_parto_normal.pdf

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.