É possível voltar ao trabalho e continuar amamentando?

Compartilhe:

Uma das fases mais difícil da maternidade para muitas mães com certeza é o término da licença e a volta ao trabalho. Além de não ser nada legal ter que deixar o bebê e ficar longe por algumas horas que até então vocês nunca haviam ficado, a preocupação com a alimentação do bebê domina os pensamentos.

O que fazer se o desejo é continuar amamentando seu filho? Será que é possível conciliar o trabalho com a amamentação? Sim, é possível! E para isso trouxe para este texto algumas dicas para quando chegar este momento.

Converse com seu bebê

Daria Shevtsova no Pexels

É muito importante que você esteja preparada para este momento. Por mais que dói no começo será algo que você precisará passar, ao menos que tenha decidido não retornar ao trabalho.

Quando se sentir preparada o processo fluirá mais fácil. Comece a conversar sobre isso com seu bebê algumas semanas antes. Explique que a mamãe terá que voltar a trabalhar e que ele (a) ficará com a babá, a vó ou na escolinha. Diga que é importante para você e que logo estará de volta para matar a saudade. Seja sincera e use palavras positivas. Demonstre o quanto o ama e que você não está o abandonando. Conversar durante o sono REM ajuda muito no entendimento do bebê.

Estoque o leite

Fonte: https://www.bing.com/images/search?view=detailV2&ccid=ArKiPIiN&id=5B32A64272C28E6105FC39781F24C24D342C3F4B&thid=OIP.ArKiPIiN8h-dM4rDH9rQvAHaEF&mediaurl=https%3a%2f%2ffarm4.staticflickr.com%2f3856%2f33165924750_ab400632c0_b.jpg&exph=531&expw=961&q=leite+materno&simid=608007397997936882&selectedIndex=27&qft=+filterui%3alicense-L2_L3_L4_L5_L6_L7&ajaxhist=0

O leite materno quando ordenhado de forma correta e guardado adequadamente poderá manter congelado por até 15 dias. Comece a ordenhar semanas antes de voltar ao trabalho. A ordenha poderá ser feita de forma manual ou com máquina elétrica. Guarde o leite retirado em potes de vidro com tampa de plástico no congelador.

Não deixe para oferecer o leite somente no dia em que você não estará. Faça o teste com o seu bebê antes. No começo eles podem apresentar dificuldades para tomar o leite, mas como tudo na vida é aprendizado, paciência que logo tudo se ajeita!

Para oferecer o leite prefira copos comuns, colher ou copos de 360°. Evite bicos e mamadeiras, pois podem causar desmame precoce. O leite deve ser descongelado em banho maria ou retirado do congelador e mantido na geladeira até que descongele e depois amornado em banho maria. Não é recomendado ferver ou esquentar em microondas, pois poderá perder seus nutrientes.

Ensine a pessoa que ficará com seu bebê para que vocês duas possam estar confiantes quando você não estiver junto. Se o bebê for ficar em uma escolinha converse com a professora sobre seus desejos, se necessário explique para a responsável na preparação como se faz para descongelar. Hoje em dia tem muitas instituições adeptas para oferecer o leite materno, busque uma. O restante do leite descongelado que o bebê não tomar deve ser descartado.

Dicas: Para conseguir uma boa quantidade de leite ordenhado faça as ordenhas sempre no mesmo horário, assim seu corpo se acostumará e ficará mais fácil; Coloque datas nos potinhos para não se perder na validade; Ofereça o leite antes do bebê chorar de fome, pois senão ficará nervoso e não tomará o leite.

Busque apoio

Acredite! Você consegue!

Infelizmente em nosso país a licença maternidade dura somente 120 dias enquanto a OMS preconiza que o aleitamento materno deve ser exclusivo até os 6 meses de idade do bebê e de forma prolongada até no mínimo 2 anos de idade.

De acordo com Art. 396 da CLT – “Para amamentar o próprio filho, até que este complete 6 (seis) meses de idade, a mulher terá direito, durante a jornada de trabalho, a 2 (dois) descansos especiais, de meia hora cada um. “ Negocie com seu empregador baseado em seus direitos, explique o quanto é importante continuar amamentando e o quanto isso fará bem para você e o bebê, uma vez que por ser o melhor alimento terá menos probabilidade de faltar ao trabalho para levar seu filho ao médico.

Muitas mães moram longe do trabalho e esse intervalo não daria tempo de ir e voltar ou não ajudaria muito. Nesses casos, seria bom se o bebê pudesse ir ao trabalho da mãe ou usar os minutos de descanso para fazer a ordenha no local de trabalho mesmo.

Procure sempre formas alternativas para lidar com esse momento, mas nunca desista de amamentar. Caso esteja precisando de mais informações entre em contato por aqui.

Um beijo e abraço carinhoso… estamos juntas nessa!

Referências

Cartilha para a mãe trabalhadora que amamenta http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/cartilha_mae_trabalhadora_amamenta.pdf

Como coletar o leite humano para doação https://rblh.fiocruz.br/como-coletar-o-leite-humano-para-doacao

Direitos da Mulher Trabalhadora: na Gravidez, no Pós-Parto e Durante o Aleitamento Materno https://www.sbp.com.br/fileadmin/user_upload/2012/12/Direitos-da-Mulher-Trabalhadora-na-Gravidez-no-Ps-Parto-e-Durante-o-Aleitamento-Materno.pdf

 

Compartilhe:

12 respostas para “É possível voltar ao trabalho e continuar amamentando?”

  1. Muito bom! Muitas mulheres desistem de amamentar quando voltam a trabalhar por falta de informações como essas! Parabéns pelo texto!

    1. Oi Honi, é verdade. Foi pensando nisso que escolhi esse tema. Fico muito feliz que tenha gostado, obrigada ❤️

  2. Parabéns amiga!! Pela bela iniciativa em querer ajudar as mamães que assim como eu (volto ao trabalho semana que vem) se veêm de coração partido ao ter que encarar esse momento.
    Mas sempre buscar informações e apoio ajudam muito!!!
    Beijos

    1. Amiga, vai dar tudo certo! Conte comigo se precisar de ajuda. E muito obrigada pelo seu apoio ❤️

Deixe uma resposta para Julia Dill Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.