Parto dos sonhos? Existe?

Compartilhe:

A busca pelo parto dos sonhos, às vezes acontece de imediato quando a mulher engravida, e logo se começa pensar como que o bebê irá chegar ao mundo. Isso é sem dúvida umas das coisas mais importantes para se pensar, e se puder escolher qual será sua equipe melhor ainda. E então a idealização do parto dos sonhos também começa.

Existe para algumas mulheres e família uma idealização sobre o parto, sobre aquele parto dos sonhos, aqueles partos que vemos em vídeos, aquelas fotos cheias de emoção. E aí você pensa… Eu também quero assim. E começa os planos, começa a busca pela perfeição. Gestação tranquila, exames tranquilos, encontra uma doula para chamar de sua e o planejamento segue. Tem algo errado? Sim ou não? O gestar e o parir, independente de alguns fatores, você mulher que gesta, tem total protagonismo para escolher como será seu parto, e seu parto é seu. Entretanto algumas reflexões são necessárias sobre o parto dos sonhos.

o bebê vai nascerrrr

 

Algumas reflexões

É necessário refletir que parto dos sonhos existe sim, mas não é aquele que você vê nas fotos, nos vídeos com músicas lindas (que é de se emocionar mesmo) e sim que aquele vídeo e fotos que você viu conta à história daquela mulher, daquela família é o nascimento daquele bebê. Sabe o que o vídeo não mostra? O quanto aquela mulher lutou para chegar naquele sonho, o quanto ela lutou para ter sua doula (que ás vezes a família não apoia), o quanto lutou para encontrar uma equipe bacana, o quanto peregrinou para ela encontrar um G.O nas últimas semanas de gestação realmente humanizado, porque o anterior era fofinho (leia-se cesarista). Esse caminho o vídeo não mostra. Mostra o resultado dessa busca pelo parto natural respeitoso.

O parto dos sonhos, não é aquele que você quer parir na banheira, mas no momento do expulsivo não deu, não é aquele que era para ter fotógrafo, não é aquele que era para ser X,Y ou Z e era para ter várias coisas e na hora por inúmeros motivos não teve.

O parto dos sonhos existe sim, mas é aquele que respeita primeiramente o tempo do bebê, é aquele que os profissionais te respeitam, é aquele que tem xixi e cocô (sim partos tem tudo isso). A romantização pela busca do parto muitas vezes não é saudável para o planejamento, pois algumas vezes não é a realidade das famílias. Infelizmente muitas mulheres ainda buscam maneiras de “driblar” a violência obstétrica, isso ainda é uma realidade rotineira.

Se planejar a partir da sua realidade de vida é um bom começo. Desde profissionais que irão te acompanhar, se possível e até maternidades que vão de acordo com suas escolhas. A sua história vai nascer, e ela será traçada da melhor maneira. Você é única, seu bebê também. Isso existe para lembrarmos algo, que às vezes esquecemos: Não temos o controle das situações. Quer algo mais fora do nosso controle do que gestação e parto? Existem coisas fora do nosso alcance.

O parto dos sonhos

O parto dos sonhos é aquele que você teve, mas ainda pode não perceber, é aquele que foi como era para ser. Uma vez durante a minha gestação estava muito angustiada, porque faltava comprar coisas para a chegada do meu filho e já estava de 38 semanas, peguei um livro do leboyer “ Nascer Sorrindo” e estava escrito mais ou menos assim, que o bebê só precisa da mãe quando nasce, do seu calor, do seu colo, ser amamentado, que as outras coisas ele nem sabe que precisa, somos nós que precisamos até mais que ele. Ao ler isso, percebi que o melhor eu já tinha feito, que era buscar informações, ter uma equipe e ter uma doula, ele ia nascer tendo ou não comprado as coisas que faltavam.

 

informação X enxoval

Nascer também é planejar a alma, nascer também é renascer em uma nova experiência. Seu parto vai acontecer independente de ser na banheira, de ter flores, de ter foto, etc. Às vezes o bebê que escolhe como ele vai nascer, com quem vai nascer e em quais circunstâncias.  E nós temos que vivencia- lás da melhor forma possível.

 

Referências Bibliográficas. 

Nascer sorrindo: frederick leboyer

Evidências qualitativas sobre o acompanhamento por doulas
no trabalho de parto e no parto: http://www.scielo.br/pdf/csc/v17n10/26.pdf 

 

13 dicas para descobrir se o seu médico é cesarista: http://www.maesdepeito.com.br/13-dicas-para-descobrir-se-o-seu-medico-e-cesarista/

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.