O que são prodromos e como sobreviver a essa fase

Compartilhe:

Prodromos são as primeiras contrações uterinas que podem indicar que a hora do parto está chegando. Podem durar apenas algumas horas ou se estender por dias e até semanas, e em cada mulher pode se manifestar de um jeito diferente.

Foto: dailymail.co.uk

Esse “ensaio” para o parto pode ajudar no amolecimento do colo do útero e é muito comum que as mulheres confundam essas contrações com o trabalho de parto em si, por isso é muito importante identificar os sintomas e saber como agir caso eles apareçam.

Uma dorzinha aqui, outra ali. Corro pro hospital?

O principal indicativo de que a mulher está em prodromos são as contrações irregulares. Elas não apresentam um padrão de intensidade nem de tempo e normalmente são contrações curtas, dificilmente passam de 1 minuto.

É comum as gestantes relatarem sentir contrações parecidas com as que aparecem no período menstrual. Dores na região dos rins também são comuns. E junto com as dores, há o endurecimento da barriga.

Apesar dessa fase ajudar no amolecimento do colo do útero, o trabalho de parto nem sempre está próximo, e ir ao hospital nesse momento pode ocasionar uma internação precoce, a indicação de intervenções para acelerar o processo e o desfecho pode ser uma cesárea desnecessária.

Detalhes que fazem a diferença

Para que isso não aconteça, seguem algumas dicas que podem ajudar:

– Banho de 1 hora: começou a sentir contrações irregulares e não está achando posição confortável para ficar? Tente tomar um banho morno por uma hora. Se possível, coloque uma música pra ajudar a relaxar. Se as contrações forem realmente de prodromos, com ajuda da água as dores vão começar a cessar, até que parem de vez. Além disso, se for realmente trabalho de parto, possivelmente você sairá do chuveiro com contrações mais regulares e intensas, e a tendência é só aumentar.

– Massagem na lombar: se as dores estiverem começando nas costas, na região da lombar, uma massagem em movimentos circulares, de preferência com um óleo essencial de lavanda, também ajuda a melhorar as sensações.

Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado

– Bolsa de água quente: as dores estão na parte baixa do ventre, como se fosse cólica? Utilize uma bolsa de água quente para aquecer a região. Só tome cuidado para não se queimar! Use uma fralda ou toalha pra evitar o contato da bolsa direto com a pele.

– Descansar e se alimentar: as dores foram embora? Então aproveite pra descansar o máximo possível e se alimentar bem. Muitas mulheres ficam ansiosas nessa fase para que o trabalho de parto engrene de vez, mas isso faz com que se cansem e na hora que o corpo estiver precisando de força para seguir em frente, elas não terão. Conselho precioso de doula: dormir e se alimentar é o melhor que você vai fazer por você e seu bebê nesse momento. Deixa pra caminhar ou fazer agachamento, ou até mesmo rebolar na bola de pilates quando as contrações estiverem ritmadas. Pode ter certeza que essa hora vai chegar.

 

Schitts Creek Comedy GIF by CBC - Find & Share on GIPHY

 

– Inspira, expira e não pira: claro que você está na maior expectativa para conhecer esse bebê que carregou por longos nove meses, mas se manter calma e confiante nessa fase só vai fazer bem pra você e para o bebê. Acredite: o parto começa na cabeça! Entregue e confie! Seu corpo é sábio, perfeito e saudável.

 

Com Carinho

Camila

 

Saiba mais:

Sobre estado emocional no parto:

 https://blog.casadadoula.com.br/2018/06/21/estado-emocional-no-parto/

Sobre as fases do trabalho de parto:

https://blog.casadadoula.com.br/2018/02/19/as-faces-e-fases-do-trabalho-de-parto/

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.