Já fez sua playlist? O Efeito do música no trabalho de parto e para o Recém nascido!

Compartilhe:

A música pode ser uma grande aliada como alivio da dor no parto e nos primeiros meses do recém nascido? Sim!!!!

Música, segundo o dicionário, “é a arte de combinar os sons de modo a agradar ao ouvido para, pondo em ação a inteligência, falar aos sentimentos e comover a alma. Como ciência, a música é a disposição dos sons de forma a contemplar três elementos: a melodia, o ritmo e a harmonia.”

De perto o trabalho de parto também precisa de ritmo e harmonia, trabalhando na sinfonia importante da fisiologia hormonal, no entanto como seres permeados pela cultura e o psiquismo, o parto não acontece somente na fisiologia, acontece “entre as orelhas” como diria Ricardo Herbert Jones, precisamos portanto, também falar aos sentimentos e comover a alma da gestante, trazendo para o momento leveza, concentração e profundidade, aqui a música desempenha um papel melódico e importante no trabalho de parto.

Atualmente a música tem demostrado ser um excelente método de alivio de dor em trabalhos de parto, trazendo como principais benefícios relevantes em relação a sensações como tranquilidade, paz e segurança; diminuído a tensão e o medo; bem como forma de tornar o ambiente mais agradável e reconhecível, trazendo uma maior vinculação entre a gestante e a equipe facilitando o apoio e os estímulos;

YouTube Médico e grávida dançam “Paradinha” para ajudar no parto, em Vitória

“A literatura confirma que a música possibilita um diálogo não verbal, conecta os olhares, favorece a cumplicidade entre sujeitos… fenômenos estes que só ocorrem na relação Eu-Tu, imprescindível na tão almejada humanização da assistência.”

 

A concentração da gestante na música ajuda a responder a dor com menos angústia e com amparo, trazendo tranquilidade e calma durante as contrações, tornando o momento mais fácil de suportar, elevando na mulher o limite de tolerância à dor e ao desconforto!

Isso, porquê, “este não é um fenômeno puramente psicológico, uma vez que a música, quando agradável ao ouvinte, provoca liberação de endorfinas no sangue, um neuropeptídeo produzido naturalmente pela hipófise, eficaz na redução da dor, reduzindo consequentemente os hormônios do estresse.”

Interessante ressaltar a ligação da música religiosa como forma de oração e sua ajuda qualitativa no momento do parto, a conexão entre o nascimento e a oração: “rezar reduz, efetivamente a atividade do supercomputador neo-cortical e pode ajudar algumas pessoas a atingir uma outra realidade, fora do tempo e do espaço.”

Medium

Parte tão necessária para o trabalho de parto, o desligamento do neocortes para a entrada da gestante na partolândia, facilitando o processo fisiológico e emocional do parto. A música, portanto, traz sensações agradáveis, tornando o parto um experiência mais positivas e valorosa!

E como um Plus, as gestantes que criam suas próprias playlist e a escutam durante a gestação e o trabalho de parto observam reações positivas e calmantes no comportamento e reações dos bebês quando submetido às melodias ouvidas por suas mães, no período de exterogestação (período compreendido até o terceiro mês completo do bebê).

Portanto, tendo um duplo efeito!

Música como forma de carinho!

Os recém nascidos reconhecem as melodias e se acalmam mais facilmente, apresentando mais calma e tranquilidade, ajudando na adaptação extrauterina e nas temidas cólicas!

Stoneman Photography

“A influência da música sobre os seres é um efeito da Física: as vibrações sonoras externas se reproduzem no interior do corpo humano, resultando alterações que não estão ainda bem esclarecidas até este momento.Vale lembrar que o feto tem percepções auditivas em torno do 4º ou 5º mês, e que além de captar as vibrações sonoras pelo aparelho auditivo, também as recebe através das vibrações do corpo materno.” Favorecendo, assim, o vínculo afetivo mãe-bebê.

Portanto, a música trás efeitos tanto para gestação, trabalho de parto e  para os primeiros meses de vida do bebê,  ajudando na ansiedade, no alivio das dores e na calma e tranquilidade com o bebê!

E aí, fez sua play list!? Não!? Faça com músicas que te acalme e te tragam paz, segue algumas sugestões:

  1. Reconhecimento – Isadora Canto
  2. Espatódea – Nando Reis
  3. Paciencia – Lenine
  4. Se eu quiser falar com Deus – Elis Regina
  5. Pra Você Guardei O Amor – Nando Reis e Ana Cañas
  6. Debaixo D’água – Maria Bethânia
  7. Sabemos Parir – Rosa Zaragosa
  8. Tão sonhada – Banda Eva;
  9. Dançando – Pitty
  10. Mais bonito não há – Milton nascimento e Tiago Iorc;
  11. Ave Maria – Beyoncé;
  12. Anunciação- Ellen Olériare

 

Referencia Bibliográfica: 

TABARRO, Camila Sotilo et al. Efeito da música no trabalho de parto e no recém-nascido. Rev. esc. enferm. USP [online]. 2010, vol.44, n.2, pp.445-452. ISSN 0080-6234.  http://dx.doi.org/10.1590/S0080-62342010000200029.

SDimavli et al. Effect of Music on Labor Pain Relief, Anxiety Level and Postpartum Analgesic Requirement: A Randomized Controlled Clinical Trial. Gynecol Obstet Invest 2014;78:244–250… – Veja mais em https://dralexandrefaisal.blogosfera.uol.com.br/2015/04/30/musica-alivia-a-dor-no-trabalho-de-parto/?cmpid=copiaecola

 

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.