A importância do acompanhante no parto

Compartilhe:

O Que é a Lei do Acompanhante?

Giphy

A Lei Federal nº 11.108, de 07 de abril de 2005, mais
conhecida como a Lei do Acompanhante, determina
que os serviços de saúde do SUS, da rede própria ou
conveniada, são obrigados a permitir à gestante o
direito à presença de acompanhante durante todo o
período de trabalho de parto, parto e pós-parto.

A Lei determina que esse acompanhante será
indicado pela gestante, podendo ser o pai do bebê,
o parceiro atual, a mãe, um(a) amigo(a), ou outra
pessoa de sua escolha. Se ela preferir, pode decidir
não ter acompanhante.

@5do12Fotografia – Fotografia de parto

“O parto e o nascimento são momentos marcados por sentimentos profundos, com um grande potencial para estimular a formação de vínculos e provocar transformações pessoais. Assim, a presença de um acompanhante é uma prática que foi incorporada no movimento em direção à humanização do processo de nascimento, fornecendo aspectos positivos, tanto para os profissionais de saúde como para os pais e as crianças” (The contribution of the companion to the humanization of delivery and birth: perceptions of
puerperal women – Scielo)

A partir desta visível necessidade de mudança na atenção ao parto, em 1980, iniciou-se um movimento organizado para priorizar as tecnologias apropriadas na assistência à parturiente e a sua qualidade. No Brasil, esse movimento recebeu a denominação de humanização do parto (falaremos no próximo post sobre hahaha). Dentre as práticas que foram preconizadas, há a possibilidade da parturiente escolher a pessoa que a acompanhará na maternidade, conforme recomendam o Ministério da Saúde e a Organização Mundial da Saúde (OMS).

Como escolher um acompanhante efetivo no parto?

Giphy

Essa é uma decisão que precisa ser avaliada com delicadeza, pois é uma das mais importantes e até difícil para a mulher.

É importante lembrar e estar nos critérios de escolha alguém que promova amor, tranquilidade, acolhimento, boas energias, voz ativa e que também esteja presente nos atendimentos pré natal para entender mais como funciona o processo do ciclo gravídico puerperal e o que pode acontecer no trabalho de parto.

Deve-se desconsiderar a ideia de agradar alguém para participar desse momento, pois pode ocasionar em um desfecho negativo. Além disso sempre damos o feedback de que “menos é mais”, ou seja, quanto menos pessoas estiverem no seu parto, seja ele hospitalar, domiciliar, em casa de parto melhor. Porém deve-se respeitar a decisão da mulher sobre a quantidade de pessoas presentes.

Certo, agora me diz, quais os benefícios do acompanhante?

@5do12Fotografia – Fotografia de parto

Pesquisas científicas têm apontado vários benefícios da presença do acompanhante no parto, dentre eles:

• Diminuição do tempo de trabalho de parto;
• Sentimento de confiança, controle e comunicação;
• Menor necessidade de medicação e de analgesia;
• Menor necessidade de parto operatório ou instrumental;
• Menores taxas de dor, pânico e exaustão;
• Aumento dos índices de amamentação;
• Melhor formação de vínculos mãe-bebê;
• Maior satisfação da mulher;
• Menos relatos de cansaço durante e após o parto.

No que se referem à participação do pai como acompanhante no parto, os benefícios descritos são (incluindo os benefícios acima citados):

• Apoio para que a mãe se sinta mais segura para estabelecer o vínculo com o bebê;
• Diminuição de sentimento de medo na parturiente durante o parto;
• Melhores percepções sobre o parto;
• Menores taxas de sentimento de incerteza;
• Maior suporte para compartilhar alegrias;
• Auxílio na primeira mamada;
• Maior duração do aleitamento materno

E em caso de cesariana, o acompanhante pode participar?

Fotografia Anna Amorim

COM TODA CERTEZA!

Caso o nascimento seja por uma cesariana, os benefícios da presença do acompanhante incluem:

• Diminuição do sentimento de ansiedade;
• Diminuição do sentimento de solidão;
• Diminuição do sentimento de preocupação com o estado de saúde do bebê;
• Maior sentimento de prazer;
• Auxílio na primeira mamada;
• Maior duração do aleitamento materno.

TOP 5 do que fazer para sair bonito na foto…

@5do12Fotografia – Fotografia de parto

1 – Participar ativamente do pré-natal e da elaboração do plano de parto;

2 – Participar de cursos de preparação para o parto, cuidados com o bebê e/ou das consultas com a doula. Saber que tipo de massagens, cheiros e movimentos ajudarão no momento das contrações e do expulsivo e ouvir as sugestões da doula sobre o que fazer em cada momento;

3- Ser uma voz ativa na defesa dos desejos da mulher, sem fazer escândalo (preferencialmente). Você estará às voltas com a dor e talvez não consiga “brigar” por alguma questão específica que foi acordada no plano de parto. Esse papel também é do acompanhante!

4 – Fazer tudo que for possível para proporcionar segurança e bem-estar à parturiente. A mulher é a protagonista desse momento.

5 – Ser amoroso (a), paciente, ativo (a) e respeitoso (a). O parto é um importante rito de passagem para mulher e quando bem amparada e assistida essa experiência marcará positivamente toda sua vida.

TOP 5 do que NÃO fazer

Gif – Giphy

1 – Pedir pra mulher não gritar, não fazer escândalo, nem respiração cachorrinho ou não falar palavrão;

2 – Levar para o lado pessoal as coisas que a mulher pode dizer ou fazer durante o parto. É muito comum que durante a fase ativa as mulheres falem coisas que a gente estranhe ou nos xingue por algum motivo rsrs;

3 – Desencorajar ou entrar no padrão da “pena”. A dor do parto é um processo natural, sentir pena da mulher não vai ajudar nem a você nem a ela;

4 – Falar demais, perguntar demais, principalmente quando a mulher estiver em fase ativa do trabalho de parto;

5 – Ficar contando as horas no relógio para o parto acabar, isso pode gerar incômodo, ansiedade. Enquanto mãe e bebê estiverem bem, não há mal e nem necessidade de fazer algo, nem alarme!

Resumindo… O acompanhante precisa ser participativo, estar de acordo com as suas escolhas, respeitando-as. Alguém que você confia bastante e que te conhece bem. Com isso, entender o processo  do parto, aprender a fazer massagens e estar presente são essenciais para que o parto torne-se uma experiência positiva para todos, inclusive o bebê. E claro, se você puder contar com uma Doula, a mesma não vai apenas te orientar sobre as etapas da gestação, parto e pós parto, mas ao acompanhante também.

 

Então, já escolheu seu acompanhante? Compartilha esse textinho com ele e converse sobre os principais pontos e o que espera desse momento.

*Imagem destacada: @5do12Fotografia 

Referências Bibliográficas

A PERCEPÇÃO DA MULHER ACERCA DO ACOMPANHANTENO PROCESSO DE PARTURIÇÃO 1 – file:///C:/Users/julin/Downloads/1509-Texto%20do%20artigo-6251-1-10-20130618.pdf

Amigo, gravidez, parto e cuidado são coisas também de homem – http://bvsms.saude.gov.br/bvs/folder/lei_acompanhante.pdf

Acompanhante no parto – https://www.partodoprincipio.com.br/beneficios-acompanhante

Possibilidades de inserção do acompanhante no parto
nas instituições públicas –
https://www.scielosp.org/article/ssm/content/raw/?resource_ssm_path=/media/assets/csc/v21n8/1413-8123-csc-21-08-2555.pdf

A contribuição do acompanhante para a humanização do
parto e nascimento: percepções de puérperas –
http://www.scielo.br/pdf/ean/v18n2/1414-8145-ean-18-02-0262.pdf

“O papel do acompanhante no trabalho de parto e parto: expectativas e vivências do casal” – http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/22/22133/tde-13102004-152521/pt-br.php 

O acompanhante no centro obstétrico de um hospital universitário do sul do Brasil http://www.scielo.br/pdf/rgenf/v36nspe/0102-6933-rgenf-36-spe-0159.pdf

Nascer no Brasil: a presença do acompanhante favorece a aplicação das boas práticas na atenção ao parto na região Sul http://www.scielo.br/scielo.php pid=S003489102018000100200&script=sci_arttext&tlng=pt

PARTO ADEQUADO: UMA JORNADA DE HISTÓRIAS INESQUECÍVEIS http://www.ans.gov.br/images/stories/gestao_em_saude/parto_adequado/projeto-parto-adequado-apresentacao-operadoras-apoiadoras-celebrando-os-resultados.pdf

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.