Doenças bucais durante a gravidez: saiba como tratar

Compartilhe:

A gravidez é uma fase muito importante na vida de qualquer mulher. E, assim como em qualquer fase da vida, é claro que as futuras mamães desejem passar por ela com tranquilidade e segurança. 

Trata-se de um período que exige bastante atenção e informação para estar atenta com as novidades e cuidados a serem realizados. 

Essa incrível fase promove muitas mudanças no corpo da mulher, causando desde alterações hormonais, até vasculares. Essas e outras mudanças possuem influência direta em todo o funcionamento do corpo, o que, portanto, exige muita atenção, cuidado e acompanhamento. 

Entre esses cuidados, está a importância da atenção com a saúde bucal. Afinal, manter uma boa higiene é capaz de evitar determinadas doenças. 

Para conquistar uma higiene bucal eficaz, é importante destacar que somente a escovação não é o suficiente. Incluir o uso de enxaguante e fio dental para certificar que a limpeza está completa, são hábitos extremamente necessários.

E para saber mais sobre as doenças bucais que podem se desenvolver na gravidez e como prevení-las, continue lendo os tópicos a seguir.

Principais doenças durante a gestação

Para garantirmos que nenhuma doença se torne um vilão durante a gestação, o ideal é entender quais são as enfermidades mais propícias durante esse período. Afinal, uma gestação saudável e tranquila é o que toda mulher grávida deseja. 

 

As principais doenças que podem ocorrer no período da gravidez são: 

Gengivite 

Ocorre devido o acúmulo da placa bacteriana, o que pode provocar inflamação na gengiva. Normalmente, ela ocorre devido a uma queda do sistema imunológico, o que facilita a formação de placas bacterianas. 

 

Na maioria dos casos, uma completa e regular limpeza realizado por um profissional é capaz de resolver. 

Periodontite

Trata-se de um estágio de inflamação mais avançado da Gengivite. É capaz de causar inchaço, vermelhidão e até mesmo sangramentos nos tecidos gengivais. 

 

O tratamento para essa doença baseia-se em uma boa limpeza para evitar que inflamação seja capaz de atingir outras áreas da cavidade bucal. Além disso, dependendo da gravidade do caso, pode contar com a ingestão de medicamentos, como antibióticos, por exemplo. 

Candidíase oral 

Essa doença começa a se manifestar quando há comprometimento da imunidade. Os sintomas aparecem com um muco na cor branca, que pode ser facilmente misturado com a saliva e, em alguns casos, passar despercebido.

A candidíase oral ocorre devido a um desequilíbrio hormonal que permite uma maior proliferação do fungo conhecido como Candida Albicans

 

O tratamento costuma acontecer através da ingestão de medicamentos antifúngicos, como o fluconazol, por exemplo. 

 

As doenças citadas acima são consideradas as mais comuns de serem desenvolvidas na cavidade bucal durante a gravidez. Como podemos perceber, elas possuem relação com alterações de hormonais e, consequentemente, de imunidade. 

 

Os hormônios têm papel fundamental para o perfeito funcionamento do nosso corpo e, por isso, merecem atenção redobrada durante o período da gravidez. 

 

Para isso, basta atentar-se à hábitos importantes como ter uma alimentação balanceada, ingerindo todas as vitaminas necessárias para o organismo. Aliado à isso, inserir atividades físicas (moderadas e com acompanhamento de profissionais especialistas, claro!) também é uma ótima forma de cuidar dos hormônios desse período. 

 

Além disso, como pontuado no início desse post, lembre-se de inserir os cuidados bucais de forma completa (escovação, fio dental e enxaguante bucal) para impedir que doenças se desenvolvam e criem situações desagradáveis. 

Recomendações 

Para os casos que envolvam a ingestão de medicamentos, é necessário consultar um profissional. Nada de ingerir uma medicação sem recomendação médica, combinado? 

 

O recomendado é que, para qualquer tipo de problema bucal, um dentista seja consultado e que qualquer medicação seja ingerida apenas com a prescrição médica. 

 

Quando a gravidez é planejada, o ideal é que a mamãe procure por um cirurgião dentista antes de engravidar, para averiguar se a saúde bucal está em dia e se existe alguma complicação. Dessa forma, é possível ter a tranquilidade de estar bem cuidada e evitar futuros problemas. 

 

Para conseguir fazer visitas rotineiras em um dentista durante todo o período de gestação e não gastar altos valores em tratamentos que podem ser necessários, uma ótima alternativa é aderir a um convênio odontológico.

 

Isso por que pagar por esse tipo de serviço costuma compensar mais do que pagar por consultas e tratamentos particulares. 

Adote cuidados bucais na rotina 

Nada melhor do que estar com a saúde em dia. Adotar o hábito de uma boa higiene bucal ajuda, e muito, a manter uma gravidez descomplicada e livre de problemas. 

 

Não esqueça que realizar visitas recorrentes a um dentista também faz toda a diferença. O profissional deve acompanhar, mês a mês, como a saúde bucal da futura mamãe está. 

 

E, como falamos acima, para facilitar essas consultas, uma boa solução é aderir a um plano odontológico. Existem diversas opções no mercado e, com certeza, você encontrará um tipo de convênio que seja ideal para você.  

 

O importante é conseguir encontrar formas práticas que facilitem que a sua saúde bucal esteja em dia e que a sua saúde e de seu bebê recebam toda a atenção e cuidado, antes mesmo do momento do nascimento. 

 

Agora que você já sabe algumas das doenças bucais mais comuns nessa importante fase da vida, não deixe de prevení-las. Coloque em prática os cuidados compartilhados nesse post e garante uma gravidez saudável e um sorriso sem preocupações! 

 

Conteúdo produzido pelo time de redação da Ideal Marketing 

 

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.