Um portal de passagem: a Doula que nasceu em mim

Compartilhe:

Sou Julia Dill, gosto de ouvir, cuidar, zelar de pessoas. Me entendo como uma constante aprendiz na movimentação da vida e estou sempre aberta ao que o universo pode me proporcionar.

Me formei em Arquitetura e Urbanismo em 2012 e me especializei em Arquitetura Sustentável em 2014, mas vi meu mundo mudar quando brotou em mim o desejo em ajudar outras mulheres nas suas experiências de puerpério e amamentação.

Com o passar do tempo fui conhecendo mais do universo feminino, do qual eu já fazia parte mas não fazia ideia do quão amplo era. Aprendi mais sobre o gestar, o parir e a paixão surgiu de vez, cultivando a semente do auxílio.

Crenças limitantes

Nasci de um parto normal que deixou marcas profundas em minha mãe. As experiências que ela teve no nascimento de cada uma das três filhas não foram nada boas.

A carga emocional que minha mãe carrega e todos os relatos de mulheres próximas que eu ouvi durante toda minha vida me levaram a crer que partos normais não tinham nada de normal, eram verdadeiros momentos de tortura, dor e sofrimento.

Em meu pensamento a cesárea era a evolução da humanidade e deveria ser direito de toda mulher em qualquer circustância, afinal ninguém precisaria sofrer por horas a fio sem necessidade não é mesmo? E assim eu fui convencida pelo sistema.

Quem tem informação, tem a salvação!

Em março de 2016 descobri que estava grávida da Heloísa e em algum momento no início da gestação a palavra humanização recaiu sobre a minha cabeça e eu mergulhei em leituras e buscas.

Foi assustador ver todas as certezas que eu tinha indo por água abaixo e dando espaço para uma realidade que eu jamais imaginaria e desde então passei a entender o porquê fui levada a crer que somente a cesárea era uma boa via de nascimento. Tive a oportunidade de mudar esse pensamento lendo, conversando com profissionais humanizados e buscando cada vez mais informações.

Em pouco tempo tive acesso à Equipe Manjedoura, uma equipe de Enfermeiras Obstétricas de assistência ao parto natural, entrei em contato com algumas doulas da região e passei à participar de rodas de gestantes, A Roda do Despertar e palestras do Gesta Cascavel e Gesta Toledo, li o livro Parto Ativo da Janet Balaskas, tudo me ajudou a ter informações de qualidade que me possibilitaram fazer minhas escolhas com relação ao parto da Helô.

O que era pra ser um parto hospitalar, passou a ser um Parto Domiciliar Planejado, com o apoio do meu esposo, que a princípio achou uma grande loucura, mas com o passar do tempo e munido de informação pôde lutar ao meu lado pelo nosso parto.

Nasce um bebê, nasce uma Mãe e uma Doula

A Heloísa teve seu portal de passagem para esse mundo em novembro de 2016, num Parto Domiciliar Planejado assistido pela Equipe Manjedoura, acompanhado por meu esposo Eduardo e minha Doula Mariana da Rosa.

Minha gestação, meu parto e minha maternidade fizeram aflorar em mim cada dia mais a vontade de ser Doula para acolher e informar mulheres, levando empoderamento e confiança na sua capacidade de gestar, parir e nutrir seus filhos.

Meu ser Doula

Em março de 2019 fiz o curso de Doula e hoje atuo como Doula em Assis Chateaubriand-PR, oferecendo apoio durante a gestação, acompanhando Trabalhos de Parto e Partos, sendo incentivadora do aleitamento materno, auxiliando no pós parto e puerpério.

Faço parte da Equipe Ventre Vida, que você pode conhecer melhor aqui: www.ventrevida.com.br e participo ativamente da Roda do Despertar , na cidade de Assis Chateaubriand.

Você também pode conhecer mais sobre mim se inscrevendo aqui.

Acredito que toda mulher bem informada pode fazer suas escolhas com consciência para trazer seus filhos ao mundo de forma respeitosa e transformadora em suas próprias vidas.

Acredito que “para mudar o mundo, primeiro é preciso mudar a forma de nascer”, Michel Odent.

 

Referências Bibliográficas:

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.