Desafios de uma gestação

Compartilhe:

                                                                         

Me chamo Suzanne e vou contar um pouco da minha história  para vcs. Minha formação começa lá em 2002, quando eu terminei a faculdade de fisioterapia e tinha que decidir por uma especialidade. Como era apaixonada pela disciplina de ginecologia e obstetrícia decidi me especializar em fisioterapia pélvica.

Fisioterapia pélvica

A fisioterapia pélvica atua com questões e disfunções relacionadas ao assoalho pelvico, seja incontinência urinária, disfunções sexuais e gestantes. O assoalho pélvico tem um papel fundamental na gestação e no parto. Estudos  mostram  que o treinamento do assoalho pélvico (exercícios perineais mais massagem perineal) podem prevenir o trauma perineal e diminuir a dor perineal no pós parto.

Minhas gestações

Logo após terminar a especialização na UNIFESP engravidei do meu 1 filho. Foi uma gestação muito desejada é considerada de “alto risco” por eu ser portadora de diabetes tipo 1. Atenção, a diabetes tipo 1 e bem diferente da diabetes gestacional. A diabetes gestacional é a intolerância aos carboidratos, de graus variados de intensidade, diagnosticado pela primeira vez durante a gestação , podendo ou não persistir após o parto. O diagnóstico preconizado pela organização mundial da saúde e pela Associação Americana de Diabetes é o teste de tolerância da glicose realizado entre 24 e 28 semanas de gestação.

Na diabetes tipo 1 o pâncreas para de funcionar e de produzir insulina , que é o hormônio responsável por converter a glicose dos alimentos em energia.

Lidando com os desafios

A diabetes não controlada antes de engravidar e durante a gestação leva a um aumento dos riscos de complicações para o feto. Também mulheres com diabetes tipo 1 e gestacional tem um maior risco de desenvolverem bebês maiores resultando em mais partos por cesárea e aumento das complicações durante o parto, partos prematuros e morte fetal, pré eclampsia,

A boa notícia é que com um bom controle antes e durante a gestação as chances de uma gestação saudável são as mesmas de uma gestante sem diabetes.

Ha 14 anos quando nasceu meu filho  a indicação era de se interromper a gestação com 38 semanas.  Poderíamos tentar uma indução porém meu médico só iria me induzir se meu colo estivesse favorável. Como não era o caso marcamos a cesárea ( estamos falando de 14 anos atrás, não sei se já usavam misoprostol para indução).Não tive nenhuma complicação durante a gestação e um ótimo controle, mesmo assim meu bebê fez  uma hipoglicemia que é uma condição comum para os bebês filhos de mães diabéticas e precisou ir para uti por algumas horas e não pude fazer a golden  hour.

Tive mais 3 gestações, por cesárea, sendo a última há 3 anos. Há um ano em um processo de coaching surgiu a ideia de doula. Eu já trabalhava com gestantes no pré parto e que iria ir mais afundo, não só acompanha las também no parto mas também sair do papel mais técnico de fisio e entrar no mundo maravilhoso da humanização.

Depos de estudar muito sobre a humanização percebi que embora eu tivesse um desejo imenso de ter um parto normal o que eu mais senti falta nos meus partos foi a humanização na recepção com o recém nascido, que seria campleamento tardio do cordão umbilical, contato pele a pele logo após o nascimento, iluminação indireta, musicoterapia, amamentação na primeira hora de vida e banho após 24 de vida.

Assim espero ajudar outras mulheres a terem um parto humanizado, se sentirem respeitas, realizadas e informadas.

Referência bibliográficas:

Influence of pelvic floor training programe to prevent perineal trauma: A quasi-randomised Controlled trial: phttp://www.sciencedirect.com/sciece/article/pii/S0266613817302267

Managing Diabetes  During  Pregnancy: https://www.joslin.org/info/managing-diabetes-during-pregnancy.html

Parto/Novas recomendações OMS/SNC:  http://www.sns.gov.pt/noticias/2018/02/20/parto-novas-recomendacoes-da-oms/

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.