Como manter a amamentação no retorno ao trabalho

Compartilhe:

Fonte:https://medium.com/@AmaLeiteMaterno/amor-%C3%A0-causa-empatia-criatividade-e-iniciativa-95ad51d71a0b

O leite materno é o alimento ideal para o bebê, importante não só como fonte nutricional, benefícios imunológicos e emocionais, mas também para o desenvolvimento do bebê, principalmente nos primeiros seis meses de vida. Tanto que a Organização Mundial de Saúde (OMS), endossada pelo Ministério da Saúde do Brasil, recomenda o aleitamento materno exclusivo durante os primeiros seis meses de vida e como complemento até os 2 anos ou mais devido ao seus inúmeros benefícios.

As mulheres encontram muitos desafios para manutenção do aleitamento materno. Um deles é o retorno ao trabalho, já que muitas precisam retornar antes dos bebês completarem seis meses. Sendo este um dos fatores de interrupção da amamentação.  É preciso equilibrar o retorno ao trabalho, a vida pessoal e ter um bom planejamento para garantir que seu bebê continue se beneficiando do leite materno.

Muitos motivos podem levar ao desmame como:  não ter o apoio do empregador, não contar com uma estrutura no trabalho que possibilite a ordenha, falta de apoio familiar, pouca informação, entre outros.

Conheça os seus direitos

No Brasil, a mulher tem o direito a 120 dias de licença-maternidade a partir do oitavo mês de gestação, sem prejuízo do salário. Já para empresas que aderirem ao programa empresa cidadã, a licença maternidade se estende a 180 dias.

Fonte:https://iusnatura.com.br/conquista-da-mulher-entenda-como-funciona-a-licenca-maternidade/

A lactante poderá fazer dois intervalos de meia hora para amamentar seu filho até que este complete seis meses de vida. O período que irão usufruir desses intervalos podem ser negociados diretamente com o empregador.

Além disso, as empresas que contem mais de 30 mulheres, no quadro de funcionários, acima de 16 anos devem fornecer creche/berçário.

Planeje seu retorno com antecedência

A licença maternidade passa voando, e se você quiser voltar a trabalhar com tranquilidade organize-se com antecedência.

Pratique a ordenha e forma de oferecer o leite ao bebê. Vocês dois precisam se acostumar com essa nova forma de alimentação.

Fonte:https://www.alvoradafm.com.br/noticias/termina-hoje-a-coleta-de-frascos-de-vidro-para-armazenamento-de-leite

Pode iniciar a estocagem (reserva) de leite por volta de 15 dias antes de retornar ao trabalho. Para isso verifique a forma mais adequada para você ordenhar (manual, bomba manual ou bomba elétrica). Mantenha a extração de forma regular durante o horário de trabalho para manter a produção de leite, evitar desconfortos e diminuir riscos de lesões como ingurgitamentos, entupimento de ductos e mastites.

Se informe, junto ao RH da empresa, se existe uma sala de apoio à amamentação, onde possa extrair e armazenar o leite no seu trabalho. Caso não haja um local adequado e não seja possível aproveitar o leite, faça a ordenha de alívio e descarte.

Como fazer a ordenha e armazenar o leite materno?

Se prepare para ordenhar: lave as mãos, prenda os cabelos, retire os adornos e evite falar enquanto estiver ordenhando.

Massageie as mamas com os dedos fazendo movimentos circulares em toda a aréola e continue massageando por toda a mama. Coloque o polegar acima da linha onde acaba a aréola e os dedos indicador e médio abaixo dela. Firme os dedos e empurre para trás em direção ao corpo. Tente aproximar a ponta do polegar com os outros dedos até sair o leite. Uma dica: Pense em seu bebê, nos momentos que passam juntos, ou olhe uma foto do seu bebê, a ordenha se tornará mais fácil.

 

Ordenhe o leite com as mãos ou com bomba manual ou elétrica. Para armazenar o leite é necessário ter um recipiente adequado e este deve ser lavado e esterilizado (basta fervê-los por 10 minutos e deixá-los virados até que sequem naturalmente sobre um pano limpo).

Após terminar a coleta, feche bem o frasco.  Coloque etiquetas com a data do dia e horário que retirou o leite e guarde-o no freezer.

Caso haja, no seu trabalho, local adequado para ordenhar e armazenar o leite, ao final da sua jornada, pegue o frasco e coloque em uma bolsa térmica com gelo para transportar.

A validade do leite cru é de 12 horas se guardado na geladeira e de 15 dias se estocado no freezer.

Oferecendo o leite ao bebê

Quando for oferecer o leite para o seu bebê, o frasco deverá ser retirado do freezer e descongelado. Amorne o leite em banho-maria (água quente em fogo desligado), agitando o vidro lentamente. O restante de leite descongelado e não aquecido poderá ser guardado na geladeira e utilizado no prazo de até 12 horas após o descongelamento. O leite não deve ser fervido e nem aquecido em microondas.

Fonte:http://www.maesdepeito.com.br/qual-copo-oferecer-leite-materno-na-ausencia-da-mae/

 

O ideal é oferecer o leite ao bebê no copinho ou colherzinha previamente esterilizado. Não é recomendado utilizar mamadeira, pois pode ocorrer confusões de bicos e isso pode atrapalhar a pega no seio materno, sendo um dos motivos de desmame.

Peça ajuda

Muito ainda precisa ser feito pela amamentação. Ainda temos muito a aprender. A adaptação no retorno ao trabalho não é nada fácil, assim como nada relacionado a amamentação não é mesmo? Por isso é preciso se preparar e também contar com apoio para que esse processo se torne natural. Se você se sentir só não hesite em procurar ajuda em grupos de mães para trocar experiências. Será fundamental para todo o processo.

Se quiser participar de um grupo de trocas de informações sobre maternidade se inscreva aqui.

Referências Bibliográficas

AVANÇOS E DESAFIOS DO ALEITAMENTO MATERNO NO BRASIL: UMA REVISÃO INTEGRATIVA – https://www.redalyc.org/pdf/408/40844684017.pdf

CARTILHA PARA MÃE TRABALHADORA QUE AMAMENTA – http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/cartilha_mae_trabalhadora_amamenta.pdf

SAÚDE DA CRIANÇA – ALEITAMENTO MATERNO E ALIMENTAÇÃO COMPLEMENTAR – http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/saude_crianca_aleitamento_materno_cab23.pdf

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.