Amamentação durante a gravidez, é perigoso?

Compartilhe:
Via Eveline Dias

A amamentação é uma prática milenar com reconhecidos benefícios nutricionais, imunológicos, cognitivos, econômicos e sociais. Tais benefícios são aproveitados, em sua plenitude, quando a amamentação é praticada por, pelo menos, dois anos, sendo oferecida, como forma exclusiva de alimentação ao lactente, até o sexto mês de vida, as mães que têm acesso à informação, pelos meios de comunicação, sobre o aleitamento materno, dependendo do grau de compreensão, passam a conhecer bem sua importância. Todavia, se não tiverem acompanhamento e apoio dos profissionais de saúde e da família, normalmente não conseguirão superar as dificuldades, ocorrendo o desmame precoce, que põe em risco a saúde do bebê.

Minha vivência

Quando descobri a gestação do Davi, a Alice tinha pouco mais de 01 ano, estava em amamentação em livre demanda e eu pensava (ou melhor, ainda penso) que o desmame deve ser natural.
Já havia pesquisado muito a respeito, embora para ser sincera há pouca informação disponível e estava certa da minha decisão, seguir a amamentação, mesmo durante a gravidez. Muitas pessoas me questionaram, muitos olhares de desaprovação, mas segui firme e agora compartilho com vocês alguns pontos que considerei importante e esclarecedor.

Via Jefferson Rudy – Agencia Senado

Na teoria

Estudos apontam que o parto prematuro ou a perda gestacional acontecem independentemente do fato da mulher amamentar seu outro filho ou não. E que amamentar durante uma gravidez normal, não está associada a riscos para as mães e bebês. A ocitocina, que é o hormônio liberado durante a amamentação, não consegue, sozinha iniciar o trabalho de parto. A quantidade desse hormônio liberada durante a amamentação e durante a gravidez não é suficiente para desencadear o trabalho de parto. Além disso, a nova gravidez foi desenvolvida sob as condições desta quantidade de ocitocina já presente no organismo materno, logo ele está adaptado para isso.

Via edsonfernando.com.br

E na prática?

Amamentar grávida nem sempre foi fácil, pois as mudanças hormonais provocaram cansaço, principalmente no inicio da gestação, os mamilos ficaram mais doloridos, mas no decorrer da gestação tudo melhorou. Ao final, o tamanho da barriga dificultava a posição de amamentar, mas como todo o resto, nos adaptamos. Alice mama durante o dia apenas, o desmame noturno foi gradual e natural, oque facilita e muito, pois conseguia ter boas noites de sono. O que posso dizer a respeito é que sou grata por ter conseguido e sigo com o propósito do desmame natural agora amamentando em tandem (dois bebês ao mesmo tempo, assunto para um próximo post) um com 1 ano e 11 meses e o outro com 17 dias. Davi nasceu com 40 semanas e 5 dias, com 4345 Kg e 53 cm, após 12 horas de trabalho de parto, parto normal.

Mas e o colostro para o recém-nascido?

A natureza é sabia e o organismo materno irá produzir o colostro necessário para o bebê que está por chegar.

Se durante a sua gravidez ou pré-natal você for orientada a fazer o desmame, procure a opinião de outro profissional, de preferência experiente e atualizado em amamentação, e que apoie e incentive a prática.

Para as gestantes que amamentam, a recomendação é que façam uma dieta balanceada, rica em nutrientes, se hidratem bem e curtam a amamentação em tandem, que é lindo de se ver e faz muito bem para a saúde de seus bebês!

Para ler mais:
Amamentação durante a gravidez

http://grupovirtualdeamamentacao.blogspot.com.br/2015/07/amamentacao-durante-gravidez.html
A amamentaçao durante a nova gravidez é seguro

http://prolactare.com/amamentacao/manter-a-amamentacao-durante-nova-gravidez-e-seguro
Grávida pode continuar amamentando

http://maepop.com.br/gravida-pode-continuar-amamentando/
Amamentacao durante a gestação e em tandem

http://breastfeedingtoday-llli.org/amamentacao-durante-gravidez-e-em-tandem-sera-seguro-investigacao-cientifica-mais-recente/

Compartilhe:

Uma resposta para “Amamentação durante a gravidez, é perigoso?”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.