10 passos para o sucesso da amamentação

Compartilhe:

No último ano, a Organização Mundial da Saúde (OMS) lançou um documento voltado aos profissionais de saúde, apresentando 10 passos para o sucesso da amamentação. Trago aqui pra vocês uma adaptação que fiz, colocando a mãe e a família como protagonistas: no cuidado e nas escolhas.

Foto: Pixabay

1. Informe-se!

Sem informação, não há tomada de decisão. Infelizmente, grande parte dos profissionais está desatualizado e crescemos ouvindo uma série de mitos que já estão arraigados no senso comum.

Felizmente, a internet nos possibilita um acesso mais democrático à informação de qualidade. Aqui, na Casa da Doula, você encontra muita coisa boa. Também têm grupos sérios no facebook, instagram de bons profissionais. Tendo informação de qualidade, é possível decidir-se pelo aleitamento materno.

2. Tenha profissionais como referência.

Estar rodeado por profissionais competentes faz toda diferença. O ideal é sempre ser assistida por um deles, mas sabemos que não é a realidade de muitas de nós. Ainda assim, temos o instagram, bons livros e artigos para nos acrescentar e aproximar desses profissionais.

3. Converse sobre amamentação já no pré-natal.

Isso mesmo! Não deixar pra discutir amamentação só depois que o bebê nascer, mas discutir a importância do aleitamento e se preparar para aleitar. Se possível, já escolher o pediatra e marcar uma consulta pré-natal, conhecer o profissional que vai acompanhar o parto e suas condutas, participar de rodas de amamentação e cursos para gestantes.

4. Viva a hora de ouro!

Buscar contato pele-a-pele com o bebê logo após o nascimento e amamentar na primeira hora. Além de ajudar a estabelecer o vínculo (e uma série de outros benefícios), estima-se que até 22% das mortes neonatais poderiam ser evitadas com a amamentação na primeira hora de vida.

5. Tenha o suporte de um profissional de amamentação.

Não é vergonha ter ajuda profissional. É essencial saber sobre pega correta, posicionamento, sucção efetiva e, muitas vezes, ter ajuda prática no manejo. Pediatras, enfermeiros, fonoaudiólogos, consultoras de amamentação podem te ajudar.

6. Saiba sobre as fórmulas…

… e as utilize por razões médicas ou por uma decisão esclarecida. A prescrição das fórmulas é feita de modo individual pelo pediatra.

Via Google Images

7. Fique do ladinho do seu bebê. 

Seja no alojamento conjunto, seja no quarto compartilhado, a proximidade da mãe com o bebê facilita o aleitamento materno (facilitando também o descanso da mãe, essencial para a produção do leite!).

8. Busque a livre demanda.

O corpo humano é fantástico e possui um mecanismo que chama autorregulação, que nos faz consumir somente a energia que precisamos. Na livre demanda, o bebê mama o necessário pra suprir suas necessidades energéticas, por isso é importante reconhecer seus sinais de fome e não limitar ou regular a oferta de leite materno.

9. Pese os prós e os contras antes de se decidir por chupetas ou mamadeiras.

Bicos artificiais trazem alguns riscos para amamentação, a começar pela diminuição da produção de leite até o desmame precoce, pois podem causar confusão de bicos e de fluxo de leite.

10. Conte com uma boa rede de apoio.

Você não está e nem precisa estar sozinha! Envolva a família no processo, o marido, os filhos mais velhos, as avós, se houver a possibilidade. Conte com os profissionais de saúde que te acompanham.

Abraço coletivo <3

Além disso…

Viva um dia de cada vez. Respira. Lembra que tudo passa. Nem sempre vai ser fácil, mas não precisa ser um peso. Conte com as pessoas. Se tiver muito difícil, busque ajuda. Você é capaz. Conte comigo!

Referências Bibliográficas:

Urbanetto PDG; Gomes GC; Costa AR; et al. Facilidades e dificuldades encontradas pelas puérperas para
amamentar. Rev Fund Care Online. 2018 abr/jun; 10(2):399-405. Disponível em: <http://www.seer.unirio.br/index.php/cuidadofundamental/article/view/6060/pdf_1>. Acesso em: 18 jan. 2019.

WORLD HEALTH ORGANIZATION. Ten steps to successful breastfeeding (revised 2018). Disponível em: <https://www.who.int/nutrition/bfhi/ten-steps/en/>. Acesso em: 20 jan. 2019.

 

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.