Como saber a hora de ir para maternidade? A verdade!

Compartilhe:

À medida que o grande dia se aproxima, você pode se perguntar como saber que o trabalhou de parto começou? Não se preocupe: O corpo da mulher quase sempre dá os sinais de que ela precisa e a sabedoria interior para reconhecê-los.

A partir das 20 semanas de gestação você pode começar a sentir sua barriga ficar dura e depois relaxar em vários momentos do dia ou da noite, mas não tenha medo. Isso é bem comum, o corpo produz as contrações de Braxton Hicks mais conhecida como, contrações de treinamento.

Como é as contrações de treinamento?

Forte!
As contrações de Braxton Hicks são contrações de treinamento, em que a barriga ou uma parte dela fica momentaneamente muito dura. Geralmente, este tipo de contrações surgem por volta da 20ª semana de gestação, para preparar o útero e o corpo para o momento do parto, deixa-lo forte. Fique tranquila porque elas não causam dor! 

Antes do trabalho de parto se estabelecer ativamente existe um primeiro estágio que chamamos de pródromos.

Pródromos são apenas o “prelúdio”, sinais que indicam que o trabalho de parto está próximo, mas em cada mulher, ou em cada gestação, os pródromos se manifestam de forma diferente. Para algumas mulheres os sinais são imperceptíveis, e para outras, podem ser bastante desconfortáveis.

Foto: PxHere

Essa ameaça “pródromos” do trabalho de parto, alarme falso, trás consigo inquietação e haja paciência. Geralmente a noite o ritmo aumenta, você dorme e a corda sem nada. Ele fica nos cutucando. Quando esse período pré-parto é demorado e dolorido, a gestante pode se sentir desanimada e até frustrada por não haver um progresso eficiente. Principalmente nesse caso, exige muita paciência para esperar que o trabalho de parto se estabeleça sem ter que ficar indo a maternidade. Muitas vezes a gestante cede à pressão e marca uma cesariana por “falta de dilatação”. Nesse caso, o motivo é equivocado, pois toda gestante dilata, e o verdadeiro motivo da intervenção não é a falta de dilatação, mas a falta de paciência para esperar o trabalho de parto.

Diferença dos pródromos “falso trabalho de parto” e do trabalho de parto real.

Quando falamos de contrações precisamos saber se ela tem ritmo e frequência. Isso vai caracterizar esse processo.

Trabalho de parto real. Trabalho de parto falso.
As contrações são regulares e seguem um padrão previsível. (uma a cada cinco ou três minutos por duas horas ou mais) e duram 60 segundos ou mais. As contrações são irregulares e imprevisíveis. Ex: em intervalos de cinco minutos, dez minutos, vinte minutos, etc…

E duram de 15 a 40 segundos.

Você passa por três tipos de progressão. As contrações se tornam progressivamente mais próximas, progressivamente mais longas, e progressivamente mais doloridas. Nenhuma progressão é vista com o tempo.
Cada contração começa a ser sentida na região da lombar, e pode irradiar para frente na parte inferior da virilha. As contrações são sentidas como um aperto geral no abdômen.
Uma mudança na atividade ou posição NÃO diminui ou para as contrações. Uma mudança na posição ou atividade podem fazer as contrações diminuírem ou pararem.
Pode haver tampão mucoso. Geralmente não há tampão mucoso
A bolsa pode estourar ou romper (ficar vazando) A bolsa não estoura.

*ATENÇÃO*

A bolsa estourou a cor do liquido deve ser observada.

  • Claro, transparente com bolinhas brancas, está tudo bem!!  Após as 37 semanas, mais de 90% das mulheres com ruptura prematura das membranas iniciam o trabalho de parto em 24 h Aguarde!
  • Esverdeado e muito cremoso é sinal de mecônio e o bebê pode não estar bem e você não deve aguardar em casa, dirija-se imediatamente ao hospital.

Quando começa o trabalho de parto? A verdade!

Ele se dá geralmente entre 38 e 42 .

Para acontecer esse mecanismo, existe uma serie de implicações uma orquestração no corpo da mãe e bebê, perto das  40 semanas ele começa a liberar o hormônio Progesterona é um hormônio produzido nos ovários que ajuda a manter a gestação até o nascimento do bebê.

Ao liberar esse hormônio a musculatura da pélvis relaxa, o intestino pode ficar solto e aumentar a secreção vaginal.

O famoso tampão mucoso sai. O tampão é uma secreção espessa, consistente e gelatinosa, que sela o colo uterino durante toda a gestação, pode ser leitoso ou ainda vir acompanhado de um pouquinho de sangue. Quando ele sai, pode ser um sinal de que o seu colo vai começar a amolecer, afinar e dilatar, pois o processo de dilatação libera o tampão.

Qual a melhor hora de ir ao hospital?

O melhor é aguardar a fase ativa se estabelecer.

Eu no trabalho de parto ativo contrações a cada 3 minuto, já não conseguia pensar nas coisas externas, só vocalizava: ahhhhhh. Estava com 7cm de dilatação Foto: Francisco Carvalho.

Na fase ativa as contrações duram cerca de 1 minuto ou mais e ocorrem a cada 3 minutos, e é quando o colo do útero está entre 4 e 7 centímetros de dilatação. Na fase ativa, a mulher se concentra só no trabalho de parto, fica quieta, já fala menos, raciocina com menos rapidez isso acontece porque para o trabalho de parto fluir é necessário que o neocórtex (parte do cérebro responsável pelo nosso entendimento, razão, memória, linguagem e percepção) esteja “desligado” ( com isso é muito comum que após o parto não nos lembremos quantos horas passamos ali, o que falamos e ouvimos, os acontecimentos ficam muito vagos na lembrança ). É muito normal a mulher vocalizar mais nesse período e a emitir sons que a ajudam a lidar com a dor.

Aqui o corpo já achou o caminho e as sensações são bem intensas e a cabeça do bebê começa a ajudar pressionando o colo do útero. Isso faz com que a ocitocina natural seja liberada com mais intensidade.

O processo do trabalho de parto foi feito para dar certo essa dança de hormônios faz com que você pense menos, raciocine menos. Essa fase vai te separar do mundo externo para o mundo interno. Confia no seu corpo, se entrega e vai.

Uma dica legal é: baixar um aplicativo no celular de contar contrações, eles  contam a duração e o intervalo entre elas, e a média de intervalo em um certo período, assim vocês terão uma ideia de como está evoluindo o trabalho de parto e o momento mais adequado para ir ao hospital.

Essa é a melhor fase para ir a maternidade, porque nessa altura dificilmente as contrações vão parar e seu bebê precisa ser monitorado.

Vá com calma, nada de sair correndo! Coma alimentos leves e se hidrate.

Bora hora!

Com carinho,

Me acompanha no Facebook: https://www.facebook.com/doula.fabi.7

Referências:

Uterine contractions clustering based on surface electromyography: an input for pregnancy monitoring:  http://repositorio.ul.pt/handle/10451/36288

Guia da gestação aos puerpério. Como viver cada fase com mais leveza: http://jessicascipioni.s3.amazonaws.com/Guia+da+gesta%C3%A7%C3%A3o+ao+Puerp%C3%A9rio+-+como+viver+cada+fase+com+mais+leveza.pdf

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.