Roda de Gestantes em São Paulo

Compartilhe:

As nossas Rodas de Gestantes serão encontros conduzidos por profissionais do parto tais como doulas, obstetrizes e ginecologistas com o objetivo de escuta, acolhimento e troca de informação à aquelas mulheres (gestante ou não) e acompanhantes que buscam uma escolha consciente e ativa para o nascimento de um bebe. Contaremos também com o auxílio de uma tradutora e interprete para o publico surdo.
Serão encontros quinzenais realizados na Casa Girafa que fica Rua Tebas, 105 na Vila Mascote, aos sábados pela manhã com duração média de 2 horas.
Os conteúdos abordados em cada roda girarão em torno de tópicos relacionados ao parto humanizado, que nada mais é que um conjunto de práticas que visam à autonomia e escolha da mulher sobre seu parto.
Os temas de cada roda serão pré definidos e divulgados pela página da Casa Girafa e pelo perfil das falicitadoras no facebook e instagram.
Para o bom funcionamento das rodas, teremos uma caixinha para vocês contribuírem voluntariamente e pedimos se possível, um lanche para partilharmos
Esperamos vocês nesse encontro que vai ser lindo demais! Compartilhe com as amigas grávidas ou que se interessam por esse mundo.

Onde encontrar maiores informações:

– Facebook e Instagram da Casa Girafa (@casagirafa)

Doulas recomendam:

Cesárea: Contato Mãe-Bebê após o nascimento Você mulher-gestante que passou a gravidez alimentando-se super bem, fazendo exercícios, estudou sobre gestação, bebê, parto, pós-parto, fez um plano ...
Não deixa de ter a vida sexual na gestação A gestação traz muitas mudanças na vida da mulher, muitas transformações físicas e psicológicas ocorrem nesse momento. Muda também a vida de casal em ...
Aquela relação que todo mundo ganha Se esse texto chegou ate você, provavelmente você sabe que DOULAS são profissionais mulheres (em sua esmagadora maioria) preparadas e capacitadas para...
Usar ou não o soro com ocitocina no parto? Você com certeza já ouviu alguma mulher contando que quando entrou em trabalho de parto as dores estavam suportáveis, e depois, no hospital colocaram ...
Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.