Meu “Diário Semanal” de gestação – semana 32

Compartilhe:

Olár pessoal!!! Tudo bem com vocês?

Segue mais uma página do meu “Diário semanal” da gestação!

Cansaço, cansaço, cansaço!!

Comentei com meu marido essa semana que, super diferente das outras gestações, essa parece que eu já comecei cansada. Eu tenho vontade de dormir toda hora, tenho vontade parar em qualquer lugar e ficar como se nada dependesse de mim nessa vida. Somando ao fato de que, aparentemente, o bebê deu uma super esticada e ganhou bem mais peso, sinto cansaço nas pernas, dores na lombar e falta de ar. Tem dias que o bebê se mexe tanto, tanto, tanto, que tenho a impressão que consigo sentir até os dedos se mexerem kkkk!!! Que vibe XD

O final da gestação está me deixando muito mais cansada do que imaginava que ficaria, com base nas outras duas gestações!! Imagem: Giphy.com

Essa semana também, estou envolvida com coisas que me distraem, como a decoração pro chá de bebê. Eu realmente não ia fazer nada, dá muito trabalho e quem geralmente me anima pra essas coisas é a minha irmã Elaine, que está morando e estudando no Canadá. Aí uma amiga do nosso círculo se comprometeu a ajudar nessa maluquice e cá estamos. Está sendo divertido e descobri uma nova paixão: A costura.

O tema que escolhi será “O Segredo de Fátima”. Primeiro, porque tenho uma devoção à Nossa Senhora desde criança, principalmente sob este título (além de Aparecida, claro). Segundo, porque o bebê está fazendo um mega segredo sobre sua identidade, seu futuro nome e está deixando a galera em volta toda maluca kkkkk. Euzinha, pra dizer bem a verdade, estou curtindo… existe sim uma ponta de curiosidade, mas eu estou amando respeitar esse tempo, sentir o que as minhas avós e minha mãe viveram, nessa possibilidade de só descobrir quem vai chegar no parto!! É como se eu estivesse compartilhando de uma ancestralidade que se perdeu nessa cultura!! Me sinto honrada de poder fazer parte do sentimento dessas mulheres antigas da minha família!!

Uma pequena parte da decoração que eu mesma fiz: Os três pastorinhos de Fátima – Lúcia, Jacinta e Francisco. Foto: Arquivo pessoal

Conversando com uma amiga minha, a Luciana, que mora na Irlanda, compartilhou comigo sobre a questão cultural em volta da gestação, parto, nascimento, medicalização… e me chamou muito a atenção em confirmar que essa NEURA é coisa do brasileiro, sabiam?? Nós é que vamos no médico pra tudo, nós é que fazemos questão de construir essa identidade social e de gênero desde as primeiras semanas. Construímos a ideia de continuidade desde que vamos as duas listrinhas no teste de farmácia e temos até mesmo uma certa “tara” por perpetuar tradições e gostos, adquiridos com o tempo (torcer pelo mesmo time de futebol, seguir a mesma crença de gerações de familiares, fazer as mesmas “mandingas” pra passar de ano, arrumar pretendentes, conseguir emprego, etc). Tudo isso é construído socialmente, é cultural, e nos dá um alento quando sabemos que poderemos perpetuar isso através das gerações, dos nossos genes e que parte de nós será carregado pelas próximas gerações por muito tempo… nos dá a sensação de imortalidade, de sermos eternamente lembrados. E cá pra nós, o brasileiro ama isso de paixão rsrs!

E lá dentro, o que acontece?

Bom, aqui dentro o bebê tá crescendo, tomando todo o espaço disponível e se mexe muito, muito meeeesmo!! Está pesando em torno de 1,5kg e empurra muito forte. Tem mania de enfiar cotovelo, joelho, mãos ou pés em todo espacinho que possa parecer maior, dentro do útero, o que aqui fora, causa bastante incômodo, por estirar um ponto muito específico da barriga, em qualquer lugar. As vezes é bem dolorido, porque eu sinto como se pegasse bem algum ponto onde passa um nervo que já está esticado e o estica ainda mais. Isso dá sensação de agulhadas ou choques. Não é muito agradável de sentir (os choques ok? Os movimentos são a melhor coisa do mundo), mas é uma sensação única e que dá muita saudade depois.

Eu não canso desse gif… o bebê mexer dentro da gente é uma sensação única e indescritível!! P.E.R.F.E.I.Ç.Ã.O <3. Imagem: Créditos na imagem

Eu estou aferindo a PA todos os dias. Até agora, não passou nem perto da medida máxima que a médica orientou pra voltar com a medicação. Na próxima semana já tenho consulta novamente. A partir de agora, serão a cada 15 dias e não mais mensalmente, como estava sendo até aqui. Tudo está indo bem. A única coisa que eu continuo é a medicação para circulação e para o estômago. As vitaminas são as mesmas de sempre. Até o momento, nada apresenta risco, nada apresenta problema… tudo está indo na maior tranquilidade, graças a Deus.

Soluços na barriga

Gente, uma coisa que já vinha acontecendo há várias semanas e não abordei aqui é o soluço do bebê, ainda no útero!

É um evento totalmente fisiológico e de verdade, pode render sensações deliciosas, engraçadas e surpresas para os irmãozinhos em volta rsrs!

Soluços na barriga podem ser imperceptíveis ou bem notórios. Cada fase e peso do bebê vai interferir nessa intensidade!! Porém, nada tema!! Soluços são benéficos na maturação do sistema respiratório!! Imagem: Giphy

O diafragma é um músculo do pulmão, que fica em sua base, responsável pela expansão pulmonar quando respiramos. No bebê, esse músculo trabalha ainda durante a gestação, fazendo os soluços acontecerem, a fim de treinar para o futuro trabalho de respiração que terá aqui do lado de fora. Os movimentos são indolores e totalmente naturais, ou seja, não oferecem perigo nem pra mãe, nem pro bebê!!

é isso gente, até semana que vem!!

 

Referências:

https://globoplay.globo.com/v/5917489/

http://www.mildiasdobebe.com.br/gravidez-360/o-bebe-solucar-dentro-da-barriga-e-normal

 

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.