Contato pele a pele, sempre!

Compartilhe:

Você já ouviu falar sobre A hora de Ouro? Contato pele a pele? Então vamos falar sobre os benefícios desse contato!

Contato pele a pele deve ser sempre estimulado.

O contato pele a pele entre mãe e filho tem diversos benefícios fisiológicos e psicossociais, para o binômio Mãe-bebê, e já é incentivada pela OMS/UNICEF desde 2008: “Colocar os bebês em contato pele-a-pele com suas mães  imediatamente após o parto durante pelo menos uma hora e encorajar as mães a reconhecerem quando seus bebês estão prontos para mamarem oferecendo ajuda, se necessário”. É bom que isso seja colocado no seu Plano de Parto, para que a equipe saiba que é de sua vontade e de seu conhecimento que isso aconteça.

Após o parto, o bebê passa por uma fase denominada inatividade alerta, que dura em média 40 minutos, na qual se preconiza esse contato pele a pele em bebês de baixo risco, pois ele:

  • Acalma o bebê e a mãe;
  • Auxilia na estabilização sanguínea, dos batimentos cardíacos e da respiração da criança;
  • Reduz o choro e o estresse do recém nascido com menor perda de energia;
  • Mantém o bebê aquecido pela transmissão de calor de sua mãe.

Um dos maiores benefícios desse contato é a amamentação, que torna a sucção eficiente e eficaz, aumenta a prevalência e duração da lactação e influencia de forma positiva a relação mãe-filho, facilitando a compreensão das necessidades do bebê e a exterogestação.

Mas sabemos que a grande rotina e rotatividade dos hospitais, muitas vezes deixam de priorizar esse momento, agilizando essas separação do binômio para procedimentos médicos que podem ser feitos após essa primeira hora, em bebês a termo e sadios. E também o grande número de cesáreas, que diminui o estado de alerta do bebê após o nascimento e o grande uso disseminado de analgesias de parto, que resultam em sonolência materna, dificultam também esse contato precoce. E quando por algum motivo, esse contato imediato não for possível, ele deve ser retomado o quanto antes, e o tempo necessário para ambas as partes.

E como deve ser feito esse contato?

O ambiente deve estar favorável e tranquilo, temperatura adequada, posicionar a mãe de forma confortável, orientar como deve ser feito esse contato pele a pele, ensinar a mãe a como segurar o bebê, observar o estado de alerta e de procura do bebê pela mama, encorajando-a a sentir o seu bebê e confiar que o processo é natural e possível. Não se faz necessária nenhuma intervenção para fazer o bebê mamar, ele simplesmente deve ficar próximo e ser encorajado a buscar o seio materno.

Contato com os bebês pré-termo

Assim que possível, deve-se retornar o bebê a mãe e realizar esse contato  pele a pele. Existe também o “Método Canguru“, que é muito utilizado para bebês prematuros ou pré-termos. Criado na Colômbia em 1979, após uma superlotação da UTI neonatal, onde colocaram os bebês na posição canguru, com a barriga encostada na mãe e observaram que o contato pele a pele mantinha o bebê aquecido, e que esses bebês saiam da incubadora mais rápido e consequentemente tinham alta hospitalar mais cedo, evitando assim a exposição a infecção e outros aspectos hospitalares. A literatura também mostra que o método canguru traz bastante benefícios, principalmente a mãe do bebê pré-termo, como aumento da interação e apego, redução de depressão pós parto, redução dos níveis de estresse e ansiedade dos pais, que se sentem mais seguros e capazes aos cuidados do neonato.

Exterogestação: a gestação do colo

Após a saída hospitalar, pode-se fazer uso de sling, panos que sustentam o bebê junto ao corpo ou carregadores ergonômicos para bebês e corretos para a idade dele, que facilitam muito esse querer diário do bebê, de estar perto 24 horas do dia próximo a mãe, afinal ele ainda se sente ligado a mãe, que por sua vez, já se vê atarefada pelas coisas diárias e necessitando estar também cuidando do bebê. Ele te permite dar o colo, descansar os braços e a coluna, estar perto do seu bebê e agilizar a sua rotina, te ajudando a criar um bebê mais seguro e tranquilo.

Sling, método canguru no trabalho!

Vamos então disseminar essas informações de que colo não estraga e que existem diversos benefícios desde a primeira hora de vida até quando eles se sentirem confortáveis no nosso colo.

Kisses GIF - Find & Share on GIPHY

Referências Bibliográficas:

Contato precoce pele a pele entre mãe e filho: significado para mães e contribuições para a enfermagem. https://www.redalyc.org/pdf/2670/267019463020.pdf

Percepções maternas no Método Canguru: contato pele a pele, amamentação e autoeficácia. 

http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S1413-73722013000400007&script=sci_arttext&tlng=pt

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.