JUNTAS SOMOS MAIS FORTES!

Compartilhe:
Eu e meus amados cachos

Tudo começou há muito tempo. Mas, eu não havia percebido. Hoje, olhando para o passado, consigo ver alguns sinais… Acho que esse amor por gestação e maternidade sempre esteve em mim.

Sou Psicóloga e minha monografia foi sobre a interação da mãe com o bebê, a formação e fortalecimento do vínculo entre eles e sua implicações no desenvolvimento infantil inicial. Sempre gostei do assunto. Tenho paixão por temáticas relacionadas à gestação e parto (culpa da minha mãe e da tia que trabalha há anos na maternidade Sofia Feldman que é referência em parto humanizado aqui em Belo Horizonte, quiça no mundo!)

Tia Ró e minha mãe. Responsáveis pelo meu amor por parto. Foto Grafê Imagem.

As conversas aqui eram sempre regadas com muito amor pelo parto). E esse amor foi crescendo junto com o desejo de ser mãe.

Sobre amizade

Nosso sensacional grupo de AN. E quem tá grávida agora é a Dri. Adivinha quem é a doula? rs

Dizem que quem tem amigos tem tudo né?! Então posso dizer que sou muito privilegiada mesmo.

Faço parte de um grupo maravilhoso sobre Alimentação Natural (AN) para cães (e esse é o assunto que menos é falado lá, rs). Aquele grupo é uma rede de apoio, uma válvula de escape, um cantinho de acolhimento. E eu sou “a louca do parto normal” lá, rsrs. Todo o assunto relacionado a isso estou lá metendo a colher. Elas sempre me incentivaram muito.

Diziam que eu havia nascido pra isso. E eu não via isso assim tão nítido, mas como era algo que eu gostava comecei a procurar curso de doula. Apareceram 3 (vejam bem, isso não é muito comum, rs).

Fiz inscrição e comentei com uma das meninas do grupo de AN. Sem alarde e no maior segredo fizeram uma vaquinha pra arcar com meu curso de doula. Eu fiquei sem acreditar quando soube. Não sei descrever minha felicidade e gratidão. E não é pelo valor em si. É pelo carinho de cada uma delas, por elas acreditarem em mim e me incentivarem antes mesmo que eu sentisse que esse era o meu chamado.

Curso de doulas

O caminho

Em 2017, duas mulheres desse grupo de AN engravidaram e aí o assunto ficou mais recorrente no grupo. Até que um dia uma das gestantes me enviou uma mensagem no privado pedindo pra eu indicar pra ela o que ler/assistir pra ela ficar mais por dentro do parto normal assim como eu.

Me senti lisonjeada e obviamente disse que faria o que eu pudesse.  Ela me convidou para ser a doula dela. Aceitei com o maior amor do mundo. Mas, o hospital só aceitava um acompanhante (infelizmente isso ainda eh uma realidade no Brasil) e ela optou pelo marido.

Foram conversas diárias. Muitos vídeos, links, informação correndo solta (eu não tenho limite! Kkkk). E ela foi se fortalecendo, se informando e viu que era capaz, que seu corpo era perfeito e trabalharia em sintonia com sua filha.

Ela buscava um VBAC (parto normal após uma cesárea). Muitas vezes o GO que a acompanhava não a incentivou como ela merecia (ela não tinha impedimento algum para um parto normal) e ela as vezes desanimava e eu chorava quietinha aqui pela crueldade que sei que muitas mulheres passam.

Quem me conhece sabe que minha luta é pela informação. Não me importa o parto que você queira. A escolha é sua! E é por isso que eu luto: pela informação e pelo direito de escolha! Que a mulher possa realmente escolher o parto que deseja e não que ela seja “empurrada” para uma cesárea desnecessária.

Que ela seja protagonista. Ela não precisa ter um parto natural se não faz sentido pra ela. É o corpo dela e ela tem direito de escolher e ser respeitada!

Resumindo, a gente estudou muito, ela se empoderou, se informou, lutou e conseguiu ter o parto normal (em um dos hospitais mais cesaristas da região) e eu não cabia em mim de tanta felicidade. Ela me agradeceu e disse que sem mim isso não seria possível.

Mas, reforço que eu não fiz nada além de mostrar pra ela que o corpo dela é perfeito, que ela podia confiar nele e que eu estaria com ela independente da escolha que ela fizesse. Quando ela me deu a notícia do nascimento e me mandou a foto da filha, eu chorei imaginando a felicidade dela.

 

O despertar

Esse bebê nasceu e trouxe o meu despertar! O parto dela foi o meu chamado e eu senti que esse é meu caminho.
O curso de doula foi adiado e nas minhas pesquisas me deparei com o curso de consultoria em amamentação. E pensei, por que não?! Vai acrescentar muito no meu trabalho como doula. Fiz o curso e me apaixonei ainda mais.

Aproveitei e fiz curso de Reiki e Shantala… Interligando tudo com muito amor. Dois meses depois o curso de doula aconteceu e eu tive  enfim a certeza  do meu propósito na vida. Trabalhar com mulheres e suas energias arrebatadoras,  parto, amamentação… E agora também com medicina placentária.

Propósito

Sempre me questionei sobre qual é o meu caminho na vida, o que eu vim fazer nesse mundão de meu Deus, qual é o meu propósito. Após essa caminhada eu tenho plena convicção que encontrei o meu lugar no mundo. E não tem nada mais gratificante pra mim que levar informações para as mulheres pra que elas vejam e sintam o poder que elas tem e que não deixem ninguém dizer o contrário!

 

 

Referências bibliográficas:

Doulas apoiando mulheres durante o trabalho de parto: experiência do hospital sofia feldman. Disponível em: https://www.researchgate.net/profile/Marisa_Bastos2/publication/262752114_Doulas_supporting_womem_during_labor_the_experience_of_Sofia_Feldman_Hospital/links/0deec528179d09f2ad000000.pdf

Eficiência de estratégias não farmacológicas no alívio da dor de parturientes no trabalho de parto. Disponível em: http://www.periodicos.usp.br/reeusp/article/view/40376/43318

Evidências qualitativas sobre o acompanhamento por doulas no trabalho de parto e no parto. Disponível em: https://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232012001000026

Evidências sobre o suporte durante o trabalho de parto/parto: uma revisão da literatura. Disponível em: https://www.scielosp.org/pdf/csp/2005.v21n5/1316-1327/pt

 

Compartilhe:

9 respostas para “JUNTAS SOMOS MAIS FORTES!”

  1. Li várias vezes e tenho certeza, que o que carreguei no ventre durante nove meses, foi uma “máquina” de vencer. Tenho um orgulho do tamanho do universo de vc. Te amo.#tamojuntas.😍😍😍😍😍😘😘

    1. ahhhh meu coração! <3 Eu recebo e agradeço!!! Obrigada por tdo apoio! Amo vc!!!!

  2. Fiquei aqui lembrando ,quando vc ficou comigo no parto da minha pretinha!!!!
    Ali você já era uma doula!! Esses momentos são maravilhosos em nossas vidas obrigada por cuida de mim naquele dia… E hoje ser madrinha dela com muito orgulho obrigada😍😍

    1. Ahhhh meu coração não aguenta!! Que coisa mais linda! Eu que agradeço a honra do convite pra ser madrinha da pretinha 🙂 Amo vcs!

  3. Tbem te amamos … E quando a família crescer …não precisa nem dizer que será a doula neh!!🤗🤗🤗 obrigada por fazer parte da nossa vida desde sempre..

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.