Eu sou doula! What????

Compartilhe:

__ Profissão?

__ Doula.

__Dou o quê???

__ Doula, trabalho como doula.

__ Ahh, do lar!!!

__ Nãao!! Sou uma doula!!

__ Hum, o que é isso????

Hahaha … parece brincadeira, mas eu juro que é verdade!!

É bastante comum de acontecer essa conversa quando me perguntam com o que eu trabalho e tenho certeza que não é exclusividade minha, não é amigas doulas???

Embora o termo Doula já tenha sido amplamente falado por aí, muitos ainda o desconhecem ou confundem facilmente com parteira.

Então, vamos lá:  o que é uma DOULA???

Imagem: VIX

Na literatura, o conceito mais comum diz que Doula é uma palavra de origem grega e significa serva. Logo, doulas são mulheres que servem outras mulheres durante o parto. E ainda, doula é a mulher que presta apoio físico e emocional a parturiente.

Pois bem, doula é isso, mas não é só isso!!

A doula serve sim, mas nem de longe é um ser submisso, como o sentido da palavra serva carrega.

A doula tem um papel de agente transformador dentro de um contexto social. Ela estuda, faz curso, se atualiza em relação as evidencias científicas e é especialmente treinada para oferecer suporte contínuo e orientação sobre gravidez, parto, pós-parto e temas relacionados a maternidade.

Cada doula tem uma linha e irá atuar naquilo que se especializou.

Onde começa o papel da doula???

Foto: Cristiane Paixão

É durante a gestação ou até antes de engravidar que a mulher busca informações que a prepare melhor para gestar, parir e nutrir. Portanto, meu trabalho começa bem antes do acompanhamento do parto.

Para mim cada mulher é única e carrega consigo uma história. Suas dúvidas, seus medos, suas ansiedades, sua força, sua fraqueza, suas vitórias e suas perdas fazem parte de quem ela é e não raro influenciam grandemente a forma como ela deseja viver a chegada de seu filho.

Muitas mulheres se sentem perdidas quando se descobrem grávidas e nem sempre elas têm com quem conversar. Por mais desejada que seja a gravidez, ou não, ela mexe com o emocional de toda mulher.

Acolho, escuto e atendo suas infinitas dúvidas, ajudo a desmistificar inverdades e medos, oriento sobre as mudanças que irão ocorrer em seu corpo e como lidar com elas e com a explosão das emoções que vão surgindo.

Forneço materiais de estudo, livros, documentários, auxilio na busca por equipes que estejam alinhadas com seus desejos, mostro seus direitos enquanto gestante e puérpera, realizo encontros individuais ou em grupos que promovam trocas de experiências, formação de vínculos e rede de apoio.

A cada encontro e conversa fortaleço sua condição de mulher capaz de fazer escolhas conscientes e informadas e a ajudo a entrar em contato com sua própria essência e instinto para que ela tenha autonomia sobre sua gestação, seu corpo e sua maternagem.

E no parto, a doula faz o quê???

Foto: Cristiane Paixão

… hummm … começaram umas cólicas aqui eim!!

… ploft … rompeu a bolsa!!

… recebo foto de um tampão mucoso (vulgo catarro ou meleca) rsrsr!!

Esses são alguns dos sinais mais comuns de que o corpo está se preparando para a chegada do bebe. O trabalho de parto pode logo engrenar ou levar horas e até dias. Vale lembrar que nem todas têm todos esses sinais!

Algumas mulheres lidam super bem com essa primeira fase e outras ficam super tensas e ansiosas, então cabe a mim trabalhar com cada uma a sua real necessidade.

Quando o trabalho de parto, de fato, se estabelece, sou a primeira a chegar e a última a ir embora!!!! Toda minha atenção e cuidado são para aquele binômio.

Não existe um parto igual ao outro!  Não existe uma mulher igual a outra! Toda teoria do mundo não é capaz de absorver a necessidade que transpassa num olhar, num toque, num gesto tímido ou exacerbado.

É com presença e empatia que me entrego aquela mãe e bebê, mergulho com eles na bolha do nascimento e sinto o que precisam para então eu poder agir ou não. Há casos em que só a presença e o silêncio se fazem necessário. Sentindo-se segura ela sabe o que fazer!!

Carrego comigo uma mala com diversos recursos que posso usar para oferecer conforto e alivio.

Conheço técnicas naturais como massagens, respirações, exercícios, posições, aromaterapias, entre outros, mas o que considero mais importante vai no meu coração: amor, confiança, zelo, respeito, coragem, firmeza, tranquilidade que através do olhar, do abraço apertado, do toque suave ou do aperto das mãos vou transferindo cada um desses sentimentos nas poucas ou muitas horas que vivemos juntas até que ela tenha seu bebe em seus braços.

Não é possível definir o tempo que durará um parto, cada mulher e bebê viverão essa experiência da forma que precisam e no tempo que precisam, portanto, palavras de incentivo e encorajamento para que confie em seu corpo e se entregue a experiência transformadora da vida dela estão sempre em lábios.

E o pai ou acompanhante?? Juntos nós formamos um time e trabalhamos unidos, a doula não substitui a presença do pai ou do acompanhante de escolha da mulher. Às vezes, mesmo tendo participado dos encontros durante a gestação, por motivo de emoção, o pai se sente um pouco perdido e precisa também ser acolhido em suas angústias.

Bebe nasceu!! E agora???

Após o nascimento contribuo com orientações sobre amamentação, cuidados com o bebe e suporte ao puerpério e direciono para outros profissionais quando surge alguma dificuldade que requeira atenção especializada.

Limite de atuação da doula!!

Imagem: google

Cada profissional tem seu papel, cuidamos para que a mulher tenha uma experiência positiva, portanto, não substituo médico, enfermeira, parteira, pai e ou acompanhante.

Dessa forma não executo procedimentos clínicos e médicos como, realizar exames de toque, auferir pressão, auscultar batimentos cardíacos, prescrever exames e medicamentos e não interfiro na conduta médica.

Não substituo o pré-natal, pelo contrário, incentivo que seja feito corretamente e com médico da escolha da mulher.

O Nascimento é uma experiência única, intensa e inesquecível, trabalhar para que esse momento seja respeitoso e para que a mulher seja protagonista da sua história é minha missão!

Onde me encontrar!!!

Se você se interessou pelo meu trabalho, acredita que de alguma forma posso te ajudar a vivenciar sua gestação e parto com mais consciência e segurança, e quiser conhecer mais sobre mim, essas são as formas de me encontrar.

Sou facilitadora da Ciranda de Mães em parceria com a nutricionista Priscila Nunes e te convido a participar das rodas conosco na última terça-feira de cada mês, na Clínica Nutrir Bem. Localizada na Rua Oswaldo Cruz, 1600. Apucarana – PR.

As Cirandas são gratuitas e com temas relacionados a gestação, parto, nutrição materno-infantil e puerpério.

Em breve serei também facilitadora do Método Dance Mãe e Bebe desenvolvido pela comunicóloga e terapeuta Ana Cândida Zanesco.

Se você é de Apucarana-PR ou região e ficou interessada em participar das cirandas ou da dança mãe e bebe, estou à disposição para mais informações através do contato (43) 99121-9695.

Você pode também enviar mensagem através do direct no instagram> @patimorettidoula ou ainda se inscrever aqui https://forms.gle/RUPfWXnFWNPqFaQi6 e participar de um grupo VIP de atendimentos.

Será um prazer te conhecer e trocar experiências!!!

 

Referências:

Evidências qualitativas sobre o acompanhamento por doulas no trabalho de parto e no parto.

https://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232012001000026

Além de mãos dadas: o papel moderno da profissional Doula.

https://onlinelibrary.wiley.com/doi/abs/10.1177/0884217502239215

Recomendações da OMS: cuidados intra-parto para uma experiência positiva no parto.
https://www.who.int/reproductivehealth/publications/intrapartum-care-guidelines/en/

 

 

 

 

 

 

 

 

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.