Eu sou Doula, venha saber por que me tornei uma!

Compartilhe:

Mais e mais se falam das doulas, sobre o parto fisiológico e humanizado. Eu sou doula e queria contar por que me tornei uma 🙂

Eu sou a Pâmela, tenho 32 anos, nasci em Assis, interior de São Paulo, mas cresci e moro na Capital. Apesar de passar grande parte da minha vida trabalhando com Comércio Exterior (eu sei, vocês deves estar pensando que cai de paraquedas aqui hahaha) gestação e parto sempre chamaram minha atenção. Ler histórias, ver vídeos de parto ou escutar as amigas falando sobre a gestação sempre encheram os meus olhos de lágrimas e o meu coração de amor.

Quando descobri que estava grávida comecei a participar de um grupo de Yoga para gestantes no condomínio onde eu morava e foi aí que conheci minha doula (♥️ Luciana).

Ela foi papel fundamental para meu empoderamento e realização de um parto respeitoso e humanizado.

A partir daí me senti atraída pelo assunto e busquei entender mais sobre a humanização no parto e descobri a grande dificuldade da maioria das mulheres em serem respeitadas e principalmente orientadas, além da falta de apoio familiar.

Então, senti uma grande vontade de trabalhar com essas mulheres. Para elas se sentirem como me senti no meu parto: AS PROTAGONISTAS!

Foi aí que tudo mudou! Surgiu a oportunidade de deixar o Comércio Exterior para trás e ir atrás de algo que realmente me movesse e me tocasse de forma profunda, comecei a estudar sobre o feminino e me formei em doula.

Meu desejo é que todas tenham respeito e sejam acolhidas nesse momento tão único, como o nascimento de um filho 😍

Talvez se perguntem, mas o que é uma doula?

A palavra Doula tem origem grega e significa “aquela que serve”. A Doula vai oferecer suporte físico e emocional durante a gestação, parto e pós-parto, com informações científicas de qualidade e empoderamento feminino, respeitando as vontades e as decisões da mulher sem qualquer julgamento.

Qual o papel da Doula no parto?

Durante a gestação, eu, como Doula, vou desmistificar todas aquelas histórias sobre gestação e parto, passando informações de qualidade para que a gestante possa fazer as próprias escolhas de forma consciente e segura. Vou explicar também como é o funcionamento fisiológico do corpo durante toda a gravidez, parto e pós-parto, além de demonstrar diversas técnicas para alívio da dor do parto, como massagens, pontos de pressão, respirações, posições e meditações de acordo com os desejos da gestante.

É bom lembrar que Doula não é autorizada a fazer nenhum tipo de procedimento médico, como exame de toque, medir pressão arterial ou escutar o batimento cardíaco do bebê, essas são tarefas do médico/parteira e os papéis não se confundem em nenhum momento.

Os benefícios da presença da doula vão muito além das reduções de intervenções desnecessárias, pois já foi provado que mulheres assistidas no parto por uma doula tiveram maior satisfação com a experiência de dar a luz, elevaram a auto estima e diminuíram as taxas de depressão pós parto. 

Nós, doulas, acreditamos que para mudar o mundo, primeiro precisamos mudar a forma de nascer, nascer de forma mais humana, com muito amor e mais respeito.

Referencias:

A Doula no Parto – Autora Fadynha, Ed. Ground, 3° edição, São Paulo, 2016

Consulta Pública – DIRETRIZES NACIONAIS PARA ASSISTÊNCIA AO PARTO NORMAL – https://www.partodoprincipio.com.br/single-post/2016/02/29/Consulta-P%C3%BAblica-DIRETRIZES-NACIONAIS-PARA-ASSIST%C3%8ANCIA-AO-PARTO-NORMAL

 

 

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.