A doula no Pós Parto: Encerrando Ciclos

Compartilhe:

Então nove meses se passaram. O parto aconteceu e nasceu um novo membro daquela família. A doula, que normalmente participa de todas as etapas dessa vivência junto com a família, agora se despede no seu encontro final. Mas afinal, o que faz a doula no encontro pós-parto?

A maioria das mulheres conhecem bem as atividades da doula durante o trabalho de parto e parto, apoiando emocional e fisicamente as gestantes e realizando técnicas para o alívio não farmacológico das dores.

Mas e depois que o bebê nasce? É realmente necessário a visita pós parto?

pós parto
Visita pós parto. Fonte: giphy.com

Vou falar aqui um pouco de como eu trabalho durantes as visitas pós parto que realizo.

Apoio Emocional no Pós Parto

Primeiro, queria lembrar que sou psicóloga de formação, então não consigo pensar em um atendimento a uma mãe recém parida que não abranja o apoio emocional.

O puerpério é um momento de intensa fragilidade e mudanças físicas e psicológicas. Agora o bebê não está mais dentro e sim fora; e você, de filha, passa a ser promovida a mãe. Assim, a maternidade é vista como um processo de aquisição e transição de papel, que se inicia na gestação e termina com o desenvolvimento da sensação de conforto e confiança no desempenho da função de mãe.

“…o puerpério é definido como o período do ciclo gravídico-puerperal em que as modificações provocadas pela gravidez e parto no organismo da mulher retornam ao seu estado pré gravídico, tendo seu início após o parto com a expulsão da placenta e término imprevisto, na medida em que se relaciona com o processo de amamentação“. (Strapasson e Nedel, 2010).

pós parto
Transformações no pós parto. Fonte: giphy.com

Confusões de sentimentos, oscilações de humor, insegurança e plenitude são vivenciadas pela mulher que agora é mãe e nem sempre encontra apoio nas pessoas que a envolvem. Sentimentos como medo de não conseguir amamentar, ansiedade com a descida do leite, decepção com o filho ou com o próprio corpo, medo de não ser capaz, são normalmente vivenciados pela mulher durante o pós-parto.

pós parto
Mulher no Pós Parto. Fonte: pixabay.com

E é ai que a visita da doula no pós parto torna-se tão importante.

Doula como Apoio no Pós Parto

pós parto
Apoio no pós parto. Fonte: pixabay.com

O apoio da família (marido, mãe, sogra, etc.) nem sempre é sentido pela mulher como suficiente, pois muitas vezes essas pessoas não conseguem se envolver emocionalmente, não ouvindo ou compreendendo as demandas daquela mulher.

Nesse momento é fundamental saber ouvir. Dar oportunidade para que a mulher fale sobre as sensações e experiências que está vivenciando. Avaliar os progressos que estão acontecendo emocionalmente e verificar e estar atenta a possíveis sinais de uma má adaptação, que poderá levar a uma depressão pós parto por exemplo.

Somente o contato interpessoal entre profissional e cliente pode oferecer os instrumentos para a efetivação do cuidado humanizado a esta situação peculiar e especial.” (Martins e outros, 2003)

Pontos importantes da visita pós parto

pós parto
Visita Pós Parto. Fonte: pixabay.com

1 – Conversar sobre o parto: ressignificar a experiência. É imprescindível que o parto seja um dos assuntos do encontro pós-parto. A mulher e a doula vivem a experiência juntas, cada uma a seu modo, e falar sobre o que aconteceu faz com que a experiência seja revivida e ressignificada. Isso torna-se ainda mais relevante quando existiram acontecimentos inesperados no parto, como uma intervenção ou cesárea inesperada.

2 – Cuidados com o bebe: dúvidas, medos, inseguranças. A mãe sempre se mostra bastante insegura com os cuidados iniciais e a doula poderá ajuda-la nessas orientações, o que melhoraria inclusive a adaptação da mulher no pós-parto.

3 – Relacionamento com a família: apoio social X sobrecarga. A doula pode orientar como a puérpera deve lidar com a família no pós parto. O que fazer e dizer para os palpites e quais momentos e quem deve receber. Também pode direcionar a ajuda das pessoas que a visitam, falando o que e como quer que elas ajudem.

4 – Dicas de sobrevivência: amamentação, shantala, sling, comidas congeladas, visitas. Dicas básicas que, com certeza, podem ajudar (e muito) a vida dessas novas mães. Essas dicas podem ser desde cuidados pessoais com o corpo da própria mulher até cuidados básicos com o bebê. Não esquecendo que existe ainda um casal e uma família envolvidos nesse processo.

5 – Cuidados com a puérpera: massagens, rebozo, oleos essenciais, lembrancinhas. Pensando no conforto da mulher no pós parto e em toda sua adaptação nessa fase, a mulher também merece sentir-se cuidada. Essas técnicas podem trazer uma sensação de bem-estar, conforto, aumento de autoestima e autoconfiança.

Essas são algumas ações que a doula pode realizar junto a mulher no pós parto. Todo esse apoio fornecido pela doula certamente trará benefícios para a nova mãe, ajudando nessa transição para esse novo papel na vida das mulheres no pós-parto: o papel de mãe.

pós parto
Transição no pós parto. Fonte: google

A visita pós parto funciona então como um “ritual” de encerramento de ciclos: o ciclo da gestação que se encerra para aquela puérpera e um ciclo de cuidados e encontros, em que a doula despede-se da gestante que ela um dia conheceu e deixa agora a mãe que ela viu nascer.

 

Você pode ler um pouquinho mais sobre o pós-parto nesses textos que separei aqui para você:

O papel da doula na assistência à parturiente http://www.reme.org.br/artigo/detalhes/380

Puerpério Imediato: desvendando o significado da maternidade
http://www.scielo.br/pdf/rgenf/v31n3/v31n3a16

O Cuidado Humano Diante da Transição ao Papel Materno: Vivências no
Puerpério

https://www.revistas.ufg.br/fen/article/view/784/881

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.