Relato de Cesariana intra-parto – por Talita Moura

Compartilhe:

Artur acabou de completar 40 dias e de presente recebi esse registro incrivel feito por Juliana Rosa ! Sem palavras.

Artur é nosso segundo bebê arco-íris; nosso primeiro é João Pedro que nasceu de uma cesarea eletiva.

Artur veio de surpresa, num momento não muito fácil, inclusive financeiramente.

Apenas marido trabalhando, João com apenas 1 aninho, e sem plano de saúde… Entramos numa realidade de muitas famílias e iniciamos pre-natal pelo SUS.

Eu sendo gestante de alto risco, com trombofilia, sempre fui muito bem tratada e não me faltou medicamento ( anticoagulante ) Graças a DEUS não tenho do que me queixar.

Mas nada era tão preocupante quanto nascimento.

Sem condições de arcar com uma equipe completa, eu sabia o que queria! QUERO PARIR ARTUR.

E encontramos mulheres iluminadas para trilharmos esse caminho.

Fotos: Arquivo pessoal de Talita Moura, por Juliana Rosa – Prosa e Fotografia

Arlene Ferreira Azevedo, amiga e doula pra vida inteira. Já estava “por perto” desde a primeira gravidez, e efetivamente entrou em nossas vidas com gravidez do Artur. Me auxiliou desde o primeiro contato, conversas infinitas, parceria incrível. Prontamente me orientou em diversos aspectos, um deles imprescindível foi ” você precisa de uma Enfermeira obstetra”. E então chegamos a Kátia Zeny Assumpção Pedroso .

QUE TIME !

Ambas me fortaleceram, me apoiaram e fundamentalmente me empoderaram de informação..

Fomos chegando as 38s, idas diárias ao PS para fazer cardio. Cada consulta com plantonistas, um mito ia se quebrando…

E então fazíamos de tudo para trabalhar em conjunto com meu corpo..

iniciamos acupuntura com a queridissima Aláya Dullius.

Dias depois homeopatia…

Muito exercicio na bola de pilates

Namorando muito

Escalda pés com gengibre

Chá mexicano…

Chegamos as 39s!

Contrações de treinamento mais intensas, e muito tampão saindo..

Eu sentia :” ele ta vindo!”

Fotos: Arquivo pessoal de Talita Moura, por Juliana Rosa – Prosa e Fotografia
Fotos: Arquivo pessoal de Talita Moura, por Juliana Rosa – Prosa e Fotografia
Fotos: Arquivo pessoal de Talita Moura, por Juliana Rosa – Prosa e Fotografia

07/12 40 semanas, quinta feira, um plantonista me disse ” amanhã venha pronta para cesárea. PN pra você jamais, sua cesárea anterior não tem nem 2 anos, e com trombofilia, jamais”

Dizia isso por protocolo puro

Primeiro : dia 8 é feriado em Jacareí (festa da padroeira da cidade)

Segundo: não aguardam pelo sus mais que 40 semanas

Naquele momento bateu desespero. Corri falar com minha equipe amada…

foi quando Katia , sugeriu: ” acho que podemos tentar o shake, você quer ?”

Sem excitar topei !

Sai daquela consulta, almocei com meu marido, compramos os ingredientes do shake

Marido me deixou em casa, preparou o shake e voltou ao trabalho..

Meu mais velho tava com vovó…então preparei um ritual..

Fiquei um bom tempo na bola de pilates ouvindo uma playlist

Depois fiz escalda pés

Tomei um banho, tomei o shake e fui descansar..

18:50 da tarde, desperto com uma dor fortíssima , uma sensação de algo abrindo em mim..

Corri pro banheiro, fiz numero 2 rs

Achei ser só isso…

Mas a colica persistiu..

Então me lembrei dos ensinamentos “Vai pro banho, banho longo, se não passar, vc ta em TP”

Então fiz…

E la continuaram as dores…elas chegaram!!! as CONTRAÇÕES!

Meu marido monitorava e mantinha as meninas informadas…

Perdi noção do tempo..Banho.. bola de pilates…

Por volta das 21:30 Katia chega, estava no banho…

Fotos: Arquivo pessoal de Talita Moura, por Juliana Rosa – Prosa e Fotografia
Fotos: Arquivo pessoal de Talita Moura, por Juliana Rosa – Prosa e Fotografia
Fotos: Arquivo pessoal de Talita Moura, por Juliana Rosa – Prosa e Fotografia

Ela doce, veio com essência de lavanda…que delicia!

Então me examinou, já tínhamos chegado aos 7 cm !! Nem acreditei…precisávamos ir ao hospital, devido a trombofilia e tb ao positivo de estrepto. Checando coração de Artur estava acelerado…

Chegamos nos hospital , e por volta das 23:30 já estava internada. Checando bpm (batimentos cardíacos por minuto) de Artur ainda acelerado. Foi me trazido um chá com torradas e pão, e após me alimentar, os batimentos cardíacos normalizou..

Fotos: Arquivo pessoal de Talita Moura, por Juliana Rosa – Prosa e Fotografia
Fotos: Arquivo pessoal de Talita Moura, por Juliana Rosa – Prosa e Fotografia
Fotos: Arquivo pessoal de Talita Moura, por Juliana Rosa – Prosa e Fotografia

Entramos madrugada a fora.. trocando posições, banhos, bola.. mix de castanhas,muita água e acima de tudo boa conversa, muito carinho , mãos e abraços da amada doula, fotografa e marido. fomos amparados por uma equipe de enfermeiras muito atenciosas e respeitosas ! muito grata!

por volta das 03:30 da manhã conferindo dilatação… estava em 9!

Na banqueta e tambem alternando 4 apoios, muita vontade de expulsar vinha… ficamos mt tempo nisso…me desliguei!

Fotos: Arquivo pessoal de Talita Moura, por Juliana Rosa – Prosa e Fotografia
Fotos: Arquivo pessoal de Talita Moura, por Juliana Rosa – Prosa e Fotografia
Fotos: Arquivo pessoal de Talita Moura, por Juliana Rosa – Prosa e Fotografia
Fotos: Arquivo pessoal de Talita Moura, por Juliana Rosa – Prosa e Fotografia
Fotos: Arquivo pessoal de Talita Moura, por Juliana Rosa – Prosa e Fotografia

06:00 e ainda 9cm! com pouco de colo, ele bem alto..e o coração alterado…

Foi quando a médica plantonista entrou em cena… e disse q deviamos ir a cesárea…

Naquele momento fiquei sem resposta..olhei pro meu marido,olhei pra minha doula..E AGORA?

Ouvir que coração do seu filho esta alterado é atormentador!

Disse a ela “Eu to com medo ”

Ela respondeu ” Não esqueça de tudo que vc ofereceu a Artur ! Isso ninguem vai mudar. Você foi muito além do que o sistema te permitiria. Você já venceu! Faça o que seu coração manda.”

E em conjunto com meu marido, concordamos e fomos.

Fotos: Arquivo pessoal de Talita Moura, por Juliana Rosa – Prosa e Fotografia

Antes de ter nossos filhos, passamos por 4 dolorosas perdas, até descobrir a trombofilia e por fim abraça-los…

Conseguem entender o conflito em mim?

Enfim…as 07:01 do dia 08/12 /17 nasceu Artur, de uma cesárea intra-parto que correu tudo bem !

Fotos: Arquivo pessoal de Talita Moura, por Juliana Rosa – Prosa e Fotografia
Fotos: Arquivo pessoal de Talita Moura, por Juliana Rosa – Prosa e Fotografia
Fotos: Arquivo pessoal de Talita Moura, por Juliana Rosa – Prosa e Fotografia

Nasceu com 4070kg e 49cm ! meu bebezão !

Eu sei que se estivéssemos com uma equipe médica mais preparada, muito provavelmente seria esperado com paciência a descida de Artur, que de fato demoraria , por ser um bebê grande, e que também se eu tivesse comido algo a mais seu coração normalizaria…

Eu não pari de fato o ARTUR, mas pari tantas outras coisas em mim…

A gente se revela, se encontra,se sente, se entrega…é muito puro..é muito de DEUS mesmo!

Fotos: Arquivo pessoal de Talita Moura, por Juliana Rosa – Prosa e Fotografia

É muito chato ouvir de algumas pessoas ” nossa sofreu tanto é foi pra cesariana ”

Não consigo associar nenhum momento a dor e sofrimento. Eu Tava tão preparada para aquilo, que me entreguei totalmente. Sinto que fiz por ele meu melhor. Estive rodeada de apoio. Isso me deixa muito confortável.

Claro, q se tivéssemos apoiada de uma equipe médica melhor, poderíamos sim efetivamente, ter parido Artur. Eu tava bem consciente, q estávamos em mãos de plantonistas. Sabia q tudo poderia acontecer…Eu vivi claramente ” Entrego, confio,aceito e agradeço”

Não consigo relembrar com sofrimento, de nada!!

Eu me entreguei , de coração, vivi tudo aquilo como realização

Desejei entrar em TP, e entrei

Senti cada contração, como verdadeiras ondas..Foi um mar de emoção!

Fotos: Arquivo pessoal de Talita Moura, por Juliana Rosa – Prosa e Fotografia

Tive mãos cheias de amor me segurando, abraços quentes, e palavras de muito apoio

Foi uma realização! Sou grata

Fotos: Arquivo pessoal de Talita Moura, por Juliana Rosa – Prosa e Fotografia

***********************************************************************************

Talita, Deus cubra você e sua família de muitas bençãos!

Você foi guerreira até mais que o limite onde o sistema lhe permitiria ir sem intervir!

Mais uma vez, gratidão por nos inspirar com seu relato!!

********************************

Enfermeira Obstetra (em casa): Katia Zeny

Hospital: São Francisco de Assis – Jacareí

Fotos: Arquivo pessoal de Talita Moura, por Juliana Rosa – Prosa e Fotografia (postagem autorizada)

 

Compartilhe:

Uma resposta para “Relato de Cesariana intra-parto – por Talita Moura”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.