Plano de parto como ferramenta de empoderamento

Compartilhe:

Você sabe o que é plano de parto? Plano de Parto é uma ferramenta para te ajudar a fazer escolhas conscientes no parto, comunicar a equipe e garantir uma melhor experiência. Além disso o plano de parto é um documento garantido por lei e é tão importante que a OMS (Organização Mundial da Saude) recomenda o uso do plano de parto desde o ano de 1986.

Como elaborar o plano de parto

A principal dificuldade para elaborar um bom plano de parto é que as gestantes e seus companheiros não tem informação do que acontece no parto, portanto o primeiro passo para a construção do seu plano de parto é a INFORMAÇÃO, precisa estudar, não tem jeito, saber todas as intervenções que acontecem na gestação, parto, pós parto e na recepção do bebê. É importante diferenciar o parto real do parto idealizado.

A doula é uma peça importante na construção do seu plano de parto, vocês podem juntos discutir todas as intervenções, que são muitas, e por isso a importância dos grupos de gestantes e dos cursos de preparação para o parto, que não tem vínculos com equipes e/ou hospitais, são defendidos os interesses das gestantes e não as práticas realizadas de rotina nas instituições.

Foto arquivo pessoal – grupo de gestantes (preparação p/ parto)

O que um bom plano de parto precisa ter

Devido ao nosso cenário obstétrico alguns itens acabam sendo necessários no plano de parto, além de ajudar a mulher/casal nas suas escolhas, são importantes para que as práticas rotineiras das instituições e dos profissionais da área de saúde sejam revistas.

Durante o Trabalho de parto:

  • Presença de um acompanhante de minha preferência, conforme a Lei 11.108/2005:  ( ) SIM ( ) NÃO
  • Uso contínuo de Soro e Ocitocina Sintética:  ( ) SIM ( ) NÃO
  • Liberdade para beber água e sucos enquanto seja tolerado: ( ) SIM ( ) NÃO
  • Liberdade para caminhar e mudar de posição: ( ) SIM ( ) NÃO
  • Monitoramento fetal: apenas se for essencial, e não contínuo: ( ) SIM ( ) NÃO
  • Raspagem dos pelos pubianos:  ( ) SIM ( ) NÃO
  • Analgesia somente quando eu pedir:  ( ) SIM ( ) NÃO

Parto (hora do nascimento)

  • Liberdade para escolher a posição que me sentir melhor: ( ) SIM ( ) NÃO
  • Episiotomia (corte na vagina) – somente se necessário com                            justificativa: ( ) SIM ( ) NÃO
  • Manobra de Kristeller (profissional de saúde faz pressão no fundo do útero para empurrar o bebê para fora): ( ) SIM ( ) NÃO
  • Ruptura artificial de bolsa, por rotina: ( ) SIM ( ) NÃO
  • Amarração dos braços e das pernas durante o parto: ( ) SIM ( ) NÃO
  • Bebê imediatamente colocado no colo para o contato                                                            pele a pele: ( ) SIM ( ) NÃO

Após o parto:

  • Aguardar expulsão espontânea da placenta com auxílio da                  amamentação: ( ) SIM ( ) NÃO
  • O bebe deve ficar comigo o tempo todo, mesmo para avaliação e                              exames: ( ) SIM ( ) NÃO
  • Alta o quanto antes: ( ) SIM ( ) NÃO

Caso a cirurgia cesariana seja necessária

  • Presença do acompanhante: ( ) SIM ( ) NÃO
  • Anestesia: peridural, sem sedação: ( ) SIM ( ) NÃO
  • Ver a hora do nascimento, com o rebaixamento do protetor ou por um espelho:( ) SIM ( ) NÃO
  • Após o nascimento, colocar o bebê sobre o peito e que as mãos estejam livres para segurá-lo: ( ) SIM ( ) NÃO
  • Amamentação o quanto antes: ( ) SIM ( ) NÃO

Cuidados com o bebê:

  • Amamentação na primeira hora de vida: ( ) SIM ( ) NÃO
  • Oferecimento de água glicosada ou leite artificial: ( ) SIM ( ) NÃO
  • Alojamento conjunto o tempo todo: ( ) SIM ( ) NÃO
  • Colírio de nitrato de prata quando os exames de Streptococo, Clamídia e Gonorréia forem negativos: ( ) SIM ( ) NÃO

Plano de parto individualizado

Não é legal copiar o plano de parto da amiga ou da internet, lembre-se que quando falamos da humanização do parto e nascimento um dos pilares é o respeito à autonomia e protagonismo da mulher durante o processo da gestação, portanto respeitando a sua individualidade.

Podemos começar pensando em 3 fatores que podem interferir na hora do parto: sorte, equipe e empoderamento. Quando definimos proporções a esses fatores devemos pensar qual deles terá maior peso na nossa escolha. Vamos contar mais com a sorte, com a equipe ou com o nosso empoderamento? O que faz sentido para você? Pensar no que de fato quero para meu parto é o início da minha apropriação dele: o parto não é do médico, o parto não é da equipe, o parto não é da família, o parto não é da humanização, não é da amiga, o parto não é da sociedade. O parto é da mulher, é ela que precisa refletir e efetivamente planejar o que deseja (com ou sem auxílio).

Benefícios de um plano de parto bem escrito

Quando tiramos do pensamento tudo aquilo que desejamos e também o que não desejamos e colocamos no papel conseguimos reduzir a nossa ansiedade e nos entregar de verdade ao processo do parto, e provavelmente teremos uma maior probabilidade de semelhança entre o parto planejado e o parto real, além de um maior senso de auto responsabilidade pelos resultados. Vale super a pena essa caminhada, afinal o parto não é um produto e sim um processo que cada casal vivencia da sua forma.

Foto de parto hospitalar https://www.facebook.com/jackiegoulartfotografia/

Referências bibliográficas:

Doulas recomendam:

Extrair, Congelar e Oferecer Leite Materno Um dos assuntos mais curiosos sobre amamentação é se há possibilidade de oferecer o leite materno mesmo quando a mulher volta ao trabalho ou precisa s...
Parto normal, nem pensar!? Você é daquelas mulheres que quando falam de gravidez e nascimento visualiza imediatamente uma cesariana, porque é a “melhor opção” e “Deus me livre p...
Prática de Yoga na Gestação: é possível? Toda mulher quando descobre que está grávida, ao passar em consulta médica já recebe uma orientação (ou deveria receber) de que deve realizar atividad...
Doula Ketib, quem sou eu? Me chamo Ketib, tenho 35 anos e sou mãe de dois meninos muito amados o João Victor que acaba de completar 9 anos e o Heitor meu caçulinha de 4 ano...
Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *