Plano de parto como ferramenta de empoderamento

Compartilhe:

Você sabe o que é plano de parto? Plano de Parto é uma ferramenta para te ajudar a fazer escolhas conscientes no parto, comunicar a equipe e garantir uma melhor experiência. Além disso o plano de parto é um documento garantido por lei e é tão importante que a OMS (Organização Mundial da Saude) recomenda o uso do plano de parto desde o ano de 1986.

Como elaborar o plano de parto

A principal dificuldade para elaborar um bom plano de parto é que as gestantes e seus companheiros não tem informação do que acontece no parto, portanto o primeiro passo para a construção do seu plano de parto é a INFORMAÇÃO, precisa estudar, não tem jeito, saber todas as intervenções que acontecem na gestação, parto, pós parto e na recepção do bebê. É importante diferenciar o parto real do parto idealizado.

A doula é uma peça importante na construção do seu plano de parto, vocês podem juntos discutir todas as intervenções, que são muitas, e por isso a importância dos grupos de gestantes e dos cursos de preparação para o parto, que não tem vínculos com equipes e/ou hospitais, são defendidos os interesses das gestantes e não as práticas realizadas de rotina nas instituições.

Foto arquivo pessoal – grupo de gestantes (preparação p/ parto)

O que um bom plano de parto precisa ter

Devido ao nosso cenário obstétrico alguns itens acabam sendo necessários no plano de parto, além de ajudar a mulher/casal nas suas escolhas, são importantes para que as práticas rotineiras das instituições e dos profissionais da área de saúde sejam revistas.

Durante o Trabalho de parto:

  • Presença de um acompanhante de minha preferência, conforme a Lei 11.108/2005:  ( ) SIM ( ) NÃO
  • Uso contínuo de Soro e Ocitocina Sintética:  ( ) SIM ( ) NÃO
  • Liberdade para beber água e sucos enquanto seja tolerado: ( ) SIM ( ) NÃO
  • Liberdade para caminhar e mudar de posição: ( ) SIM ( ) NÃO
  • Monitoramento fetal: apenas se for essencial, e não contínuo: ( ) SIM ( ) NÃO
  • Raspagem dos pelos pubianos:  ( ) SIM ( ) NÃO
  • Analgesia somente quando eu pedir:  ( ) SIM ( ) NÃO

Parto (hora do nascimento)

  • Liberdade para escolher a posição que me sentir melhor: ( ) SIM ( ) NÃO
  • Episiotomia (corte na vagina) – somente se necessário com                            justificativa: ( ) SIM ( ) NÃO
  • Manobra de Kristeller (profissional de saúde faz pressão no fundo do útero para empurrar o bebê para fora): ( ) SIM ( ) NÃO
  • Ruptura artificial de bolsa, por rotina: ( ) SIM ( ) NÃO
  • Amarração dos braços e das pernas durante o parto: ( ) SIM ( ) NÃO
  • Bebê imediatamente colocado no colo para o contato                                                            pele a pele: ( ) SIM ( ) NÃO

Após o parto:

  • Aguardar expulsão espontânea da placenta com auxílio da                  amamentação: ( ) SIM ( ) NÃO
  • O bebe deve ficar comigo o tempo todo, mesmo para avaliação e                              exames: ( ) SIM ( ) NÃO
  • Alta o quanto antes: ( ) SIM ( ) NÃO

Caso a cirurgia cesariana seja necessária

  • Presença do acompanhante: ( ) SIM ( ) NÃO
  • Anestesia: peridural, sem sedação: ( ) SIM ( ) NÃO
  • Ver a hora do nascimento, com o rebaixamento do protetor ou por um espelho:( ) SIM ( ) NÃO
  • Após o nascimento, colocar o bebê sobre o peito e que as mãos estejam livres para segurá-lo: ( ) SIM ( ) NÃO
  • Amamentação o quanto antes: ( ) SIM ( ) NÃO

Cuidados com o bebê:

  • Amamentação na primeira hora de vida: ( ) SIM ( ) NÃO
  • Oferecimento de água glicosada ou leite artificial: ( ) SIM ( ) NÃO
  • Alojamento conjunto o tempo todo: ( ) SIM ( ) NÃO
  • Colírio de nitrato de prata quando os exames de Streptococo, Clamídia e Gonorréia forem negativos: ( ) SIM ( ) NÃO

Plano de parto individualizado

Não é legal copiar o plano de parto da amiga ou da internet, lembre-se que quando falamos da humanização do parto e nascimento um dos pilares é o respeito à autonomia e protagonismo da mulher durante o processo da gestação, portanto respeitando a sua individualidade.

Podemos começar pensando em 3 fatores que podem interferir na hora do parto: sorte, equipe e empoderamento. Quando definimos proporções a esses fatores devemos pensar qual deles terá maior peso na nossa escolha. Vamos contar mais com a sorte, com a equipe ou com o nosso empoderamento? O que faz sentido para você? Pensar no que de fato quero para meu parto é o início da minha apropriação dele: o parto não é do médico, o parto não é da equipe, o parto não é da família, o parto não é da humanização, não é da amiga, o parto não é da sociedade. O parto é da mulher, é ela que precisa refletir e efetivamente planejar o que deseja (com ou sem auxílio).

Benefícios de um plano de parto bem escrito

Quando tiramos do pensamento tudo aquilo que desejamos e também o que não desejamos e colocamos no papel conseguimos reduzir a nossa ansiedade e nos entregar de verdade ao processo do parto, e provavelmente teremos uma maior probabilidade de semelhança entre o parto planejado e o parto real, além de um maior senso de auto responsabilidade pelos resultados. Vale super a pena essa caminhada, afinal o parto não é um produto e sim um processo que cada casal vivencia da sua forma.

Foto de parto hospitalar https://www.facebook.com/jackiegoulartfotografia/

Referências bibliográficas:

Doulas recomendam:

Carta para uma mãe desistiu da amamentação. FOTO @COMAMORMATERNIDADE A importância do leite materno Antes de iniciar o texto preciso deixar algo muito claro: esse texto não é de apologia a fó...
Plano de parto: fazer ou não? Fonte: Daria Shevtsova from Pexels Eu amo a ideia do plano de parto! Sempre aconselho que seja feito, indico que se faça junto com o acompanhante ...
Entendendo o Cartão da Gestante – O “RG” da gestaç... Se você chegou aqui, certamente é porque também, assim como eu, tem (ou teve) muitas dúvidas a respeito da Carteira, Caderneta ou o bem conhecido Cart...
É possível ter Parto Normal após Cesárea (PNAC ou ... Você já deve ter ouvido que o risco de ter parto normal após cesárea é muito grande e que “uma vez cesárea, sempre cesárea”. Mas será que isso é verda...
Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *