Porque uma Doula não só se forma… Se constrói!

Compartilhe:

Origens

Nascida e criada no subúrbio carioca dos anos 80, cresci entre brincadeiras de elástico até tarde da noite, festas “americanas”, aulas de balé, ginástica da Xuxa aos sábados e muito amor de meus pais, ele, Wellington, vendedor, ela, Vania, bancária. Vida simples, mas feliz. Com seis anos de idade ganhei o irmão que pedi, Leone, e logo quis trocá-lo por um cachorro… A primeira sombra, a primeira lição sobre angústia e perda,  veio ao  conviver com o alzheimer de meu avô materno que vivia conosco, Lourival… Só o perderia efetivamente anos depois, mas a cada pedaço de memória perdida, perdia-se um pouco de nós também…

Formação

Sempre me fascinei por ensinar… Passar conhecimento e ver como florescia em cada um, de maneiras diferentes, a semente que ajudei a plantar… Assim foi sem nenhuma dificuldade que respondi à enigmática pergunta “ o que você vai ser quando crescer”? PROFESSORA!
Vinda de uma vida de escolas particulares, entrar na UFRJ – Universidade Federal do Rio de Janeiro – foi um choque… Quanto à minha capacidade, de realidade, de conhecimento de mundo, de diversidade… Os anos em que estudei Pedagogia e me especializei em Educação Infantil foram indescritíveis!! E eu tinha absoluta certeza de que seguiria carreira, até que…

E tudo muda

Último semestre e… grávida!!
Os planos para um mestrado e seguir carreira foram trocados por um casamento e preparativos para receber esse bebê que, embora não planejado, foi muito desejado! Eu queria o melhor para esse novo ser e, mesmo sem muito conhecimento à época, sabia que o Parto Normal era o melhor!
Já na primeira consulta, deparei-me com a realidade obstétrica que conhecemos tão bem: “ ah, claro que faço normal, se…” mas na época nada sabia além de que queria normal e algo me incomodava, mas não sabia nomear… Pesquisando dobre Parto. Descobri o movimento pela Humanização, incipiente porém já forte naquele 2004, contratei uma Doula, saí do GO do plano para a recém inaugurada Casa de Parto, e esperei pelo tão sonhado Parto Natural dos sonhos… Que nunca chegou…
41+3. Pico pressórico. Descolamento de Placenta. Transferência. Cesárea de emergência, muita violência obstétrica, UTI… e o bebê que seria a primeira a tocar e banhar, só vi três dias depois… Não a reconhecia como minha… não me reconhecia… Transtorno de estresse pós traumático. Depressão pós parto. Psicose puerperal.
Seis anos e mais de 50 quilos depois, nova gestação, síndrome hipertensiva se apresentando mais cedo.. UTI… 42 semanas e 5 dias de espera na maior apreensão, para 20 horas depois cair em outra cesárea…

Um novo começo

Dessa vez as escolhas foram mais conscientes, a situação menos crítica, pude cuidar desde o início, e aos poucos fui trocando a tarja preta por homeopatia, a depressão por esperança.  E a necessidade de voltar a trabalhar me trouxe um forte deseja de trocar Pedagogia por … Doular!
Assim, em 2013 formei-me Doula pela primeira turma do GAMA no Rio de Janeiro, em parceria com o Núcleo Carioca de Doulas, e senti-me extremamente feliz com esse novo caminho… meu obstáculo era outro: meu corpo!
Com 140 quilos, cada atendimento era um desafio e nunca consegui engrenar um fluxo de clientes como gostaria e precisaria para me manter com essa Profissão. Impossibilitada de fazer o que me motivava, aos poucos fui tomando coragem para o que, por vários motivos, veio a ser a melhor solução para mim: uma cirurgia bariátrica.
Um ano e menos 45 quilos depois, estou buscando me reinserir e fazer o que mais amo:

Servir. Amar. Doular!

Hoje, depois da longa jornada de 14 anos de Humanização, 13 de Maternagem e Ativismo, 5 de Doulagem, atuo em várias frentes: administrando grupos informativos virtuais, como o Parto Natural, e presenciais, como o Ishtar Méier, além de integrar o Coletivo de Doulas do Espaço Colo pra Mãe, onde se oferecem diversos serviços para gestantes e recém mães!
Enveredo esse caminho de volta acreditando que cada Mulher tem toda capacidade de alcançar seu próprio Empoderamento desde que com informação de qualidade e apoio que merecem, e a isso me dedico integralmente!

Quer saber como posso ajudar a mudar sua história? Contate-me!!

 

Referências:

Benefícios em ter uma Doula:

https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/23076901

Doulas: uma adição alternativa e complementar ao cuidado durante o parto:

https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/11600852

Evidências quantitativas sobre o acompanhamento por Doulas no trabalho de parto e no parto:

http://www.scielo.br/pdf/csc/v17n10/26.pdf

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *