E se você planejar seu parto como planejou seu casamento?

Compartilhe:

Já perdi as contas quantas vezes me perguntaram “Sá, quando devo começar a planejar o parto? Acabei de sair da primeira consulta de pré natal…”

Vamos pensar na lógica das coisas um pouco, vem comigo.

Qual o evento mais popular (ainda) na vida de uma mulher adulta? Casamento.

Há quem discorde, respeito, tamo junta! MAS ainda para a maioria das mulheres o dia do “SIM” é o mais importante da vida adulta.

Quanto tempo se gasta preparando um casamento, de acordo com uma pesquisa informal feita por mim com 100 mulheres nas redes sociais

Afinal é um dia importante, está no sonho da família da noiva desde que descobriram ser uma menina ainda na barriga da mãe…Quanto maior a importância dada à data, maior a antecedência na organização, com tudo o que tem direito.

“Mas Sá… é diferente! O parto é muito caro, imagina… !”

Você gosta de números? Vamos então, ver alguns números…

Valor investido, desde convites, até a recepção.

 

A maioria das pessoas não se assusta com isso, porque: se trata de um sonho! Um sonho de princesa que temos o “direito” de viver.

E o sonho da Mulher?

Afinal o que impede a mulher pensar, planejar e investir (SIM investir!) no dia do nascimento do seu bebê, sendo que diferente de um casamento, será um evento que com certeza ela vai comemorar todos os dias de sua vida?

“Ah Sá, mas sabe o que é que é… pode acontecer tudo diferente de como planejei, como sonhei… e ficaria muito frustrada”

Sim, mas isso também pode acontecer em todos os momentos importantes da nossa vida, e não desmerece em nada o nosso prazer em planejar, pesquisar, se envolver, chamar amigos e parentes para vivenciar esse sonho se realizando!

Independente da sua condição financeira, você pode sonhar com o seu parto, quanto antes MELHOR.

Planejando com antecedência você:

  • Consegue visualizar o parto sonhado e o parto REAL dentro de suas possibilidades (e na melhor forma possível)
  • ECONOMIZA , existem sempre alternativas, inclusive gratuitas! Nada como negociar valores e prazos, não é?
  • Pode encontra uma rede de apoio em que você se sinta realmente acolhida (grupo de gestantes, doula, GO, EO)
  • Consegue trazer as pessoas mais importantes da sua vida para esse mundão lindo dos nascimentos respeitosos, em doses homeopáticas e com carinho
  • Torna o parto respeitoso tão palpável que dificilmente as pessoas a sua volta não te apoiarão, vão lutar junto com você pois farão parte do seu sonho (e estou para conhecer momento mais emocionante!)
  • Pode saber tudo sobre sua gestação, conhecer seu corpo sem stress e como tudo pode funcionar no grande dia.

 

Assuma às rédeas, não deixe pensarem por você ou decidirem o que será feito com o seu corpo no dia mais memorável para toda sua família.

Doulas recomendam:

Desproporção céfalo-pélvica, “eu não tive passagem... Para o bebê sair do corpo da mãe, ele tem que atravessar um longo e, geralmente, lento caminho entre os ossos da bacia materna, mas tanto o corpo da m...
Relato de Pai: O Nascimento da Heloisa Acho importante, antes de mais nada,  escrever o relato do nascimento de nosso primeiro filho de cesária para poder estabelecer uma base de comparação...
Parto normal, natural, humanizado… Quando o assunto é parto normal, muita gente se confunde com esses nomes. Afinal, qual é a diferença entre parto normal, parto natural e parto hum...
Parto normal: Deus me livre, mas quem me dera! Por Aline Baldassim Quem nunca ouviu uma história trágica sobre parto normal? Quem nunca pensou ou disse um Deus me livre?! Quem nunca viu ou ouvi...
Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *