Meu “Diário Semanal” de Gestação – Semana 14

Compartilhe:

Olár!! Tudo bem até aqui? Aqui, tudo em paz!

Cheguei com mais uma página do meu diário semanal da gestação!!

Posso dizer que essa semana, graças a Deus, eu não tive nenhum, NENHUNZINHO sinal de náusea, UUUUHHHHUUU!! Semana passada eu ainda tive um enjôo de nada, antes do almoço no final de semana. Mas eu certamente devo isso às prolongadas horas em jejum, em decorrência de uma série de coisas pendentes a resolver. AMAAAAAADAS, não fiquem muito tempo em jejum, fica a dica aí!!

Essa semana, algumas coisas de ordem “doméstica” aconteceram e interferiram na minha imunidade de um jeito certeiro. Vamos lá!

Quando o estresse interfere na saúde?

Quando me refiro ao estresse, me refiro não somente ao estresse de passar nervoso, passar por uma situação em que você sente vontade socar a cara de alguém. Mas também por toda a situação que você, por mais que queira dar um jeito, está fora do seu alcance. Isso aconteceu algumas vezes essa semana.

Meeeeu, pra que lado eu corro? Que que eu faço? Não tenho mais ideiaaaaaaaaaaa!! Fonte: Giphy

Desde semana passada, minha filha mais velha tem reclamado de dores nos olhos, dores de cabeça, muito sono e teve um quadro de quase desmaio ao final da missa de domingo. Suficiente para me deixar de cabelo em pé. Na segunda, ela e minha caçula teriam consulta na UBS e passar pela médica da família (a mesma do pré natal e a mesma que cuida da diabetes do meu marido). Passou exames para as duas e vermífugo para a mais nova.

Na terça, a dor piorou e ela não foi pra escola. E precisei ir pra cidade agendar exames da caçula e pegar o eletrocardiograma do meu marido para a consulta de quarta. Estava desde o domingo com dor de sinusite pelo rosto inteiro e na cervical, que estava já levando á dor de cabeça tensional. Com isso, acionei a personal acupuntura da minha mãe pra cuidar geral da casa! Vou falar um pouco mais abaixo sobre isso!!

Na quarta, consulta na UBS do meu marido, indo direto pro trabalho e que rendeu uma lista generosa de medicação. E nesse dia, a temperatura despencou bastante. A crise alérgica que tinha sido controlada há pouquíssimas horas, desembestou numa crise aguda e incontrolável. Implorei, nesse dia, para que meu marido chegasse do serviço o quanto antes (ele assistiu o jogo da copa do trabalho mesmo). Embora a médica da UBS tivesse me dado um antialérgico X, ela também tinha me dito que o que eu tomava antes não faria mal. Implorei para que ele comprasse novamente o remédio anterior à gestação, pois tinha certeza que cortaria a crise aguda! E acertei em cheio! (mas minhas amigas, não se automediquem!! Conversem com seus / suas obstetras antes, por favor).

Quinta lavei e estendi roupa… estava melhor, mas extramamente cansada. A crise aguda passou e deixou o corpo dolorido :s. Cházinho, caldinho, banho quente, convite de última hora para uma palestra (maravilhosa), coração e cama aquecidos!! PRONTO, na sexta feira acordei 85% renovada (só não joguei 100% porque minha lombar não colaborou muito dessa vez hahahaha).

Uma das palestras mais gratificantes que eu recebi o convite, à ministrar!! Gratidão à enfermeira Mariana pela confiança! Foto: Enfermeira Mariana – Igarapés

Passei o dia super bem!! As crianças já de férias lotaram o dia de conversa, gritos, choros, brincadeiras e muito cansaço! Biscoito caseiro no fogão a lenha… Tudo de ótimo! Até começar a entardecer e esfriar e a crise de espirros começar a tortura de novo!! E assim seguimos!

Acupuntura e gestação, combinam?

Combinam sim, desde que seja feito por especialista que mantenha os estudos em dia, como é o caso da pessoa que cuida da minha mãe e de mim.

Existem vários profissionais da área obstétrica que são especializados em acupuntura em gestantes, tanto para conforto dos sintomas gestacionais (enjôos, azias, dores corporais, lombares, etc), tanto para situações onde existe a necessidade de interferência menos invasiva para controle de alguma intercorrência (necessidade de induzir o tp ou aliviar a ansiedade; aliviar as dores das contrações ou estimula-las, etc) e existem os profissionais que, embora não são completamente especializados apenas na área obstétrica, devem ter o conhecimento de quais são os pontos que podem ou não estimular numa gestante que não vá interferir na saúde dela ou do bebê ou do binômio todo (mãe/bebê). Por isso é ideal conhecer a prática de saúde a qual este profissional está acostumado e saber se está sempre se atualizando.

Existem várias vertentes dessa prática médica oriental: no corpo, nas orelhas, nas mãos… mas todas visam a cura e o bem estar! Foto: jmphysio.com

A acupuntura é uma boa aliada nesses momentos de maior desconforto, seja durante a gestação, seja no trabalho de parto; seja desconforto físico ou emocional. As agulhinhas podem assustar pessoas com traumas de agulhas, mas é somente questão de conversa e costume. A aplicação das agulhas (que são estéreis e descartáveis) é feito com um aplicador específico, manual ou automático e a gente sente a “picadinha” e nada mais.

De acordo com a Medicina Tradicional Chinesa, acupuntura afeta a força vital chamada Qi. Mais de 2000 pontos de acupuntura no corpo são conectados por meridianos, ou caminhos, através do qual a energia deve passar livremente para melhorar o bem-estar. Distúrbios neste fluxo resultam em doenças e disfunções.

A medicina chinesa é milenar em suas tradições. Mesmo tendo cunho filosófico, a ciência já pôde comprovar, através de estudos, sua eficácia! Foto: Wikipedia

Existem diversas crenças de cunho filosófico envolvidos quando o assunto é acupuntura. Mesmo que não seja aceito por algumas religiões, a ciência já comprovou os benefícios da acupuntura no tratamento, auxiliar ou não, de diversas doenças e disfunções e fez estudos publicados em diversas áreas da saúde. Então, se está cientificamente comprovado, estudado e publicado, entra para o hall da MBE – Medicina baseada em Evidências (e é isso que esse blog vem propor: conteúdo com embasamento científico).

Por essa semana é só!! Até a próxima!

 

*Referências deste texto podem ser encontrados também neste texto, pois os temas foram os mesmos!

E aqui, um pouquinho sobre a história da acupuntura: http://www.hong.com.br/como-a-acupuntura-funciona/

Doulas recomendam:

Cáries podem causar parto prematuro? O medo do bebê nascer antes do tempo ideal, ou seja,nascer prematuro é algo que nos assombra. Lembro que na minha gestação eu comemorava cada semana, ...
Meu diário “semanal” de gestação ̵... Oi Povooooo!! Já repararam que, passada a semana da consulta, geralmente não acontece mais nada?? Hahahaha, pois é... aí que junto duas semanas em ...
Ambivalência Materna na Gestação Para essa nossa conversa eu gostaria, antes de mais nada, de pedir que feche seus olhos e se lembre de todos os sentimentos experimentados por você, q...
Meu “Diário Semanal” de gestação ̵... Oi geeeeeente!! Como vocês estão? Por aqui estamos super bem! A semana 23 foi particularmente excelente, porque o tempo finalmente esquentou. A ...
Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *