Mergulhando em um mundo novo

Compartilhe:

 

Olá, sou Ana Paula, mas pode me chamar de Ana!  Tenho 23 anos, moro em Uberlândia- MG, amo crianças  e sou doula. Agora vou contar como me tornei doula…

Desde de criança queria trabalhar em hospital, falava pra minha mãe que iria ser igual as moças que usavam jalecos. Mas cresci com as pessoas me dizendo  ”faz medicina, você vai ganhar mais dinheiro”. Quando fiz 18 anos minha mãe descobriu que estava grávida e me convidou para acompanhar o parto, fiquei super animada. Durante o parto eu pude perceber que realmente queria ser uma profissional da área da saúde, amava faz parte daquele momento, vê os olhos dos pais e familiares brilhando de felicidade.

Sinto que falta alguma coisa…

Quando o   vestibular chegou resolvi prestar para enfermagem  e para minha grande felicidade acabei sendo aprovada ( nunca tive coragem de prestar para medicina), o grande problema é que  nunca soube ao certo em qual área me especializar, eu só sabia que gostava de criança e lembrava muito do nascimento da minha irmã…  Poderia ser enfermeira pediátrica?! Talvez! Mas ainda não era apaixonada em nenhuma área.

 

Em 2018  decidi me tornar doula!   Não sabia o que era ao certo, nem aonde tinha o curso e nunca tinha conhecido nenhuma doula, mas   acreditava que iria me ajudar bastante escolher um caminho a seguir .  Então pesquisei bastante e acabei descobrindo que em minha cidade( Uberlândia-MG) o curso era oferecido pela Associação Materna, os encontros iriam começas  no meio do ano  o curso seria ofertado, porém o valor era além do meu orçamento.           Mas conversando com uma das responsáveis pela associação e ela acabou me convencendo de fazer essa loucura que é me tornar doula. Coitada de mim,não sabia que aventura e loucura que é essa vida…

 

Mergulhando em algo novo…

 

Então, ingressei na quarta turma, estava sendo algo inovador, seja pelo modo como as doulas abordavam os temas ou como traziam convidadas de diversas especialidades para ministrarem as aulas. Alguns eram apresentados por profissionais de outras áreas que se formaram em doula,passando sua experiência de como atuavam como doula e sua outra formação. Outros porém eram apenas formados, não tendo cursado doula, mas tinham contato constante com as mesmas, que através deles ilustravam como era o contato que uma doula desenvolvia dentro do hospital.

Cada aluna estava ali com um objetivo diferente, muitas histórias e vivência em outras áreas, muitas eram formadas em área distinta da saúde, mas via na doulagem como uma nova carreira para seguir, outras queriam apenas agregar conhecimento, no meu caso estava atrás de um sentido para minha vida profissional. Foi quando que ao longo do curso foram disponibilizados aulas práticas no Hospital Municipal da cidade que é referência regional na questão de partos, graças a esta experiência  descobri o meu grande amor pelo pré-parto e o parto.

Devido que nessas duas etapas eram voltadas para o universo feminino, e ajudar nesse momento único na vida delas e poder trazer ao mundo um novo ser, aplicando ao máximo os quesitos de humanização e respeito as vontades da grávida me encantei completamente. Fiquei fascinada quando presenciei o parto normal  pela primeira vez… como é lindo e perfeito ter a honrar de participar prestado toda assistência para mãe.

As experiência que tive me ajudaram à descobri meu novo caminho profissional, algo que faço com amor, algo que acredito que possa  fazer  uma grande diferença na vida de muitas mulheres.

Após o final do curso  estava profundamente conectada naquele universo e só pensava em  conhecer mais, interagir mais e ajudar mais mulheres possível. Renasci, aprendi e me encontrei e  agora posso dizer com muito orgulho e gratidão: Sou doula !

 

 

Referências bibliográficas

O papel da doula na assistência à parturiente http://www.reme.org.br/artigo/detalhes/380

Imagem

https://mulherciclica.wixsite.com/site/single-post/2018/04/29/A-Doula-e-o-empoderamento-feminino

 

 

 

 

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.