Grávida pode amamentar?

Compartilhe:

Grávida pode amamentar?? Nos dias atuais onde cada vez mais se crucifica a maternidade, onde nossas escolhas baseadas em evidencias são tidas como modinha, como frescurite, como mimi, a mãe que amamenta seu bebê e se vê grávida novamente precisa fazer uma escolha delicada frente a uma sociedade nada colhedora, e agora? Continuar amamentando durante a gestação?

Amamentar grávida
Foto: Letícia Wolff. Na foto Bruna Rissi amamentando Valentina e gestando Martina.

ESTOU GRÁVIDA E NÃO QUERO PARAR DE AMAMENTAR!!

 

MUITO provavelmente seu médico obstetra lhe falará que você deve parar imediatamente a amamentação.

Sua mãe, sua tia, sua vizinha, o mundo lhe encherá de palpites, de histórias macabras, irão dizer que é louca, que não tem noção e blá, blá, blá. Vão te dizer que o bebê mais velho vai roubar o colostro do mais novo, que o bebê mais novo não receberá as vitaminas necessárias.

Palpiteiros de plantão

Durante a gestação poderá sentir mais sensibilidade durante as mamadas e isso é normal, terá dias que não vai querer amamentar e em outros vai estar apaixonada pela amamentação, porém a escolha de seguir ou não é somente SUA.

Em meio a esta chuva de palpites e desinformação coletiva vou lhe contar um segredo minha amiga, você pode sim (e deve) continuar amamentando, se tens uma gravidez que não é considerada de risco, (baseada em evidências reais, tá?). Tu podes sim continuar tranquilamente com esse elo tão rico e importante para mamãe e bebê.

Foto: Arquivo Pessoal. Na foto gestando João Miguel e treinando a divisão da mamada da Maria Cecília

Nosso corpo é perfeito, nosso cérebro ao momento que nasce o bebê emite sinais ao corpo todo e nesse momento nosso seio produz o colostro necessário para aquela nova vida, bem como que neste momento também acontece que o leite produzido é composto com exatamente tudo aquilo que o mais novo precisa, beneficiando o mais velho com todas vitaminas e proteções que o leite materno possui.

 

A CHEGADA DO BEBÊ E A TÃO ESPERADA AMAMENTAÇÃO DUPLA

 

A gestação passa seu bebe chega e acontece pela primeira vez o momento mais esperado à três: mamãe, bebê 1, bebê 2 (ou bebê 4 e 5) … momento eternizado dentro dos corações.

Foto: Arquivo pessoal. Amamentação tandem

A mãe respira fundo toma um copo de água e leva seu olhar aos filhos, então todos palpites, julgamentos se desfazem ao ver o irmão mais velho segurando a mão do irmão mais novo a cumplicidade que os une faz teu coração transbordar de amor e orgulho.

Assim como a amamentação é cansativa e dolorida a tandem também é e em dobro. As noites serão cansativas, os dias mais longos, assim como as dúvidas, os medos e os palpites, sim eles ainda farão parte do cotidiano.

Foto: Arquivo pessoal. Momento ternurinha

Pode demorar alguns dias para acertar a pega, a posição, enfim de se adaptar à esta nova rotina de livre demanda, conseguir criar o habito de agora nutrir dois e acredite o mantra materno fará parte de nossos dias com mais força que nunca: VAI PASSAR.

A REALIDADE DE AMAMENTAR EM TANDEM

 

O cansaço virá e basta lembrar de tudo que dentro de nós é novidade é para nossos filhos também, em muitas situações vais querer adiar a mamada do mais velho, vai querer não amamentar nenhum dos dois e está tudo bem também, amamentar é assim mesmo.

Muitas vezes quando pedimos que o mais velho espere um pouco para mamar ele irá olhar o irmão mais novo sendo amamentando e exatamente aquele olharzinho vai te quebrar por dentro, em questão de segundos engolirá o cansaço, a dor e colocará teu seio para fora e verá aquele serzinho se aproximando com um sorriso no rosto secando uma lágrima e vir ao teu encontro, teu peito cansado muitas vezes parecendo murcho em questão de segundos pluft, como num toque de mágica encherá, todo o cansaço não será lembrado restará só o amor gigante que une vocês três.

Foto: Arquivo pessoal. Conseguimos

Toda a parte cruel some, a dor e a angustia são esquecidas, teu corpo, teu templo de amor te mostra o quão perfeito é a ponto de poderes nutrir dois pequenos seres gestados pelo útero sagrado.

Todos estes sentimentos acontecerão em segundos que parecerão eternos, e nessa tua eternidade momentânea pensaremos em desmamar mil vezes e mil vezes nos arrependeremos, mil vezes pensaremos em largar os peitos em cima do sofá e correr para longe onde não existam seios e mil vezes os colocaremos para fora do sutiã e deixará os pequenos pezinhos virem ao encontro deles.

Nosso grande amigo SEIO te juro que logo, bem rápido, logo ali na curva da vida, voltarão a ser só teus e sentirá saudades das blusas molhadas, manchadas com cheiro de leite, tuas noites voltarão a ser tranquilas (estou aguardando isto no momento), tua vida voltará ao normal, mas teu coração, ah teu coração esse nunca mais será o mesmo depois desta experiência de dedicação total.

Mães que amamentam em tandem podem se sentir vitoriosas, por que seguir essa luta frente a essa sociedade preconceituosa é para poucas.

 

ESTOU GRÁVIDA E NÃO QUERO MAIS AMAMENTAR

Esse sentir também é natural e está tudo bem, não te sinta culpada se cansou, se desistiu no meio do caminho, se chorou, lembre-se que mais importante você fez se doou, aceitou e escolheu a tua opção.

Amamentar precisar ser uma via de mão dupla, deve ser prazeroso para mamãe e bebê não podemos fazer algo pensando no que os outros irão falar ou pensar, não devemos fazer algo somente porque alguém também faz, precisamos sentir e escolher somente aquilo que cabe à nossa realidade, tendo a certeza que os que mais julgam ou palpitam são exatamente os mesmos que jamais irão oferecer uma ajuda.

Quem irá passar a noite em claro? Quem irá ficar no meio aquela crise de cólicas do bebê enquanto o mais velho está em meio à uma crise de terrible two? Somente você passará por isso e somente você tem autonomia para fazer esta escolha.

 

Referências:

A importância da orientação à gestante sobre amamentação: fator para diminuição dos processos dolorosos mamários https://www.redalyc.org/html/929/92912014011/

Amamentação durante a Gravidez e em Tandem: pode!? http://www.aleitamento.com/amamentacao/conteudo.asp?cod=2272

Human milk bank: The breastfeeding counseling and the duration of exclusive breastfeeding http://www.periodicos.usp.br/jhgd/article/view/103016

Manual prático de aleitamento materno. Carlos Gonzalez – 2018 – 2ª ed. Editora Timo

 

Doulas recomendam:

Amamentação em Tandem: Amamentando filhos de idade... Pode soar estranho, mas é possível amamentar filhos com idades diferentes ao mesmo tempo - e isso não faz mal a saúde de ninguém! Chamamos essa de ama...
O parto de novela e o parto real Ao assistirmos cenas de novela ou filmes o processo de pródromos e trabalho de parto passam batido, nos leva à uma romantização exagerada e na grande ...
Amamentação prolongada: Benefícios além do que se ... Gestação, parto e amamentação são etapas de um mesmo processo conhecido como maternagem e por isso devem sempre ser tratados de maneira interdisciplin...
Rede de Apoio Rede de apoio o que é isso? Para que serve? Como posso fazer parte de uma?? Passou a gestação, o bebê nasceu e agora? Qual a importância da rede de a...
Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *