Como a ciência pode empoderar as mulheres?

Compartilhe:

A ideia inicial do texto era “porque escolher uma doula”. Mas fui pensando, e não quero te dizer para escolher uma doula. O nosso propósito principal é dar autonomia e protagonismo às mulheres, que elas possam buscar informação e se empoderarem, não só para o parto, mas como para a vida toda. Então decidi falar sobre como buscar informação de qualidade, para que possa, a partir daí, tomar suas decisões.

Você provavelmente, em algum momento da sua vida, já compartilhou alguma informação sem ter certeza se era verdade. Acertei? Se sim, está tudo bem, mas esse artigo vem para te ajudar a ser uma pessoa mais assertiva na hora de buscar e compartilhar informação.

Vivemos em um momento de renovação dos meios de comunicação, e precisamos nos adaptar à tantas mudanças que muitas vezes são jogadas para nós, sem nos darmos conta da importância e impacto que elas causam.

 

 

Estuda, doula, estuda!

Nós, doulas, estudamos quase todos os dias das nossas vidas. E esse estudo é baseado em uma coisa, que eu, particularmente nunca tinha prestado atenção antes de ser doula, que se chama Evidência Científica. Vou te explicar um pouco sobre isso agora mesmo.

Mas afinal, o que é Evidência Científica?

A palavra evidência, segundo o dicionário Michaellis, é “qualidade ou caráter daquilo que é evidente, incontestável, que todos veem ou podem ver e verificar e que não deixa dúvidas.” No caso da medicina, para uma conduta ser considerada evidência científica, ela deve ter sido passada por uma metodologia de pesquisa, estudo e conclusão, e ainda ter seu resultado publicado no meio acadêmico/científico.

Trabalhamos com uma extensa base de dados, nacionais e internacionais e, inclusive, condutas apoiadas e incentivadas pelo Ministério da Saúde e a OMS (Organização Mundial de Saúde). E olha que legal: esses artigos estão todos disponíveis para qualquer pessoa, na internet!

Ajuda nóis!

 

Mas Lili, nunca li um artigo científico! Não vou entender nada!

 

 

Aí que eu entro! Vou passar para vocês aqui, uma lista de sites, alguns mais técnicos, para quem quiser, mas alguns com a linguagem mais simplificada, para que você possa, a partir das referências que adquirir, fazer suas próprias escolhas, com consciência.

 

Estuda, Melânia, Estuda!

A Dra. Melânia Amorim é ginecologista e obstetra, formada pela Universidade Federal da Paraíba, tem um monte de especializações, e da última vez que vi, já tem 14 anos que não faz nenhuma episiotomia nos partos que acompanha (sim, médicos acompanham partos, quem faz o parto é quem pari!) Ela é nossa musa inspiradora, e em seu blog você pode contar com diversas postagens sobre todos os assuntos que envolvem gestação, parto, puerpério, etc. Lá você pode encontrar também uma lista com mais de 200 indicações falsas para cesáreas, que já foram e são falados ainda hoje pelos médicos. Todas as matérias tem as referências utilizadas para a criação do artigo, o que facilita a busca para quem quiser se aprofundar mais nos assuntos.

 

Braulio Zorzella

Quer aprender sobre gestação e parto de uma maneira bem leve e tranquila? Leia esse blog! Braulio também é GO, e atua na linha da humanização da assistência. Seu site é de fácil leitura, sem deixar de ser informativo, ideal para suas primeiras buscas nesse mundão lindo da maternagem!

 

Cochrane

Essa plataforma é bem interessante, pois ela faz revisões de vários estudos publicados pelo mundo, sistematizam, avaliam e disponibilizam para o nosso uso. O que isso quer dizer: eles organizam as informações, de acordo com os temas e conseguem resultados mais abrangentes dos que se fosse um único artigo. Lá as informações são sempre atualizadas, o que garante mais ainda a qualidade dos artigos. É parceira oficial da OMS (Organização Mundial de Saúde).

 

Biblioteca Virtual em Saúde

Site do Ministério da Saúde, onde você pode encontrar tudo que é produzido pelo MS, e também outras informações gerais na área da saúde. Cartilhas, manuais, revistas, cartazes, folderes, políticas, programas nacionais, legislação e muito mais você encontra por lá.

 

Evip.Net

Plataforma do Governo Federal que visa facilitar o uso de produção científica para implementação e formulação de políticas de saúde. Nele você pode fazer a busca por temas e vão aparecer diversos artigos, nacionais e internacionais sobre o tema pesquisado. Você consegue traduzir os artigos em outras línguas para o português com a ferramenta do Google.

 

SciELO

A Scientific Electronic Library Online – SciELO é uma biblioteca eletrônica de periódicos científicos brasileiros. Nele você também vai poder fazer buscas de artigos a partir do tema desejado.

 

E então, gostou das referências? Já conhecia alguma? Me conta nos comentários!

Até breve!

 

Referência:

Dicionário Michaelis Online

https://michaelis.uol.com.br/moderno-portugues/busca/portugues-brasileiro/evidencia/

Blog Medicina baseada em evidências, por Luis Correia

https://medicinabaseadaemevidencias.blogspot.com/2011/10/os-sete-principios-da-medicina-baseada.html#comment-form

 

Como escolher a doula perfeita para você?

 

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *