Como descobri a Doula dentro de mim?

Compartilhe:

Olá, meu nome é Isabella. Isa pra uns, Bellinha pra outros, Bebéie para os sobrinhos… Hoje, fev/2019, tenho 44 anos, sou a filha caçula e temporão de uma família grande e cheia de mulheres, sendo 3 irmãs, que me deram 6 sobrinhas, que ajudei a cuidar, sendo que a primeira nasceu quando eu tinha só 6 anos…. isso mesmo, uma família cheia de mulheres, isso sem contar as tias, primas e afilhadas. Imagina quando esta mulherada toda se encontra….  Além disso, sou Fisioterapeuta, Acupunturista, Aromaterapeuta, Reikiana e Doula. E de todas estas formações, a que hoje mais me encanta é a de Ser Doula…

Mas antes de chegar até aqui, tive alguns altos e baixos em minha vida, como qualquer pessoa e que brevemente, contarei a vocês…

Minha História

Desde pequena, sempre falei que queria trabalhar com alguma atividade que me permitisse ajudar as pessoas, na área da saúde. Sempre fui muito apaixonada por esta possibilidade de doação e de ser um instrumento para o bem-estar do ser humano…. Assim tracei minha trajetória. Escolhi a Fisioterapia que na época era uma profissão pouco divulgada, mas que me mostrou que através da reabilitação eu poderia contribuir para que o paciente pudesse se restabelecer e após trancos e barrancos, me formei em 2004. Nossa! Que realização! Uma felicidade que não cabia em mim… Mas, como toda ariana, não estava satisfeita, sabia que podia fazer mais, pois eu não queria que a pessoa ficasse doente pra ser cuidada por mim… e assim, eu descobri na Acupuntura (Medicina Tradicional Chinesa) que eu poderia cuidar sim mas antes do adoecimento, restabelecendo a sua energia e reequilibrando seu organismo e assim eu fiz. E daí em diante a vontade de aprender e agregar terapias aos meus atendimentos foram crescendo e fui agregando a aromaterapia e o reiki em minha vida e nos atendimentos….

 

Percalços da minha Caminhada

Durante estes anos, eu descobri e convivi com a Endometriose… Doença que causa muitas dores tanto no corpo como na alma e que me trouxe junto, uma dificuldade grande em engravidar, pois há crescimento anormal de tecido fora do revestimento uterino. O que me fez ter muitos questionamentos, momentos de tristeza e alegria, dúvidas de quem eu era, o que eu estava fazendo aqui… Isso tudo acompanhado de algumas cirurgias para tentar minimizar a dor… E sempre sendo questionada, cadê o bebê? Você não vai engravidar? Vai ficar pra titia… isso eu já era mesmo, titia….

 

Presentes de uma Vida

E como titia eu já era, minhas sobrinhas começaram a me dar sobrinhos… Uma delas engravidou, a Carolina,  e eu me tornei tia-avó da Luiza…

Arquivo pessoal

Depois de um tempo, outra sobrinha, a Giselle, trouxe ao mundo um homenzinho pra nossa família, o Davi Lucca.

Arquivo pessoal

E mais uma  sobrinha engravida, a Gabrielle e ao retornar de sua viagem nos dá a notícia. Ela começou a estudar sobre a gestação, parto e o pós-parto e sempre conversando comigo sobre algumas descobertas e suas vontades. Um dia, ela me convida pra participar com ela de uma roda de gestante que aconteceria perto de casa e me conta que deseja ter sua filha de parto natural e gostaria que eu participasse deste momento. Aquilo me surpreende, mas eu fico muito feliz e relembro que minha irmã, mãe dela, deu a luz as 3 filhas de parto normal e assim, resolvo acompanha-la na roda. Lá, me encantei com os depoimentos, com a amorosidade, com a segurança e tranquilidade que nos foi passado sobre o parto. Daí começa minha busca para aprender/relembrar o que eu posso fazer durante seu trabalho de parto… Nesta época, como um deja vú, eu me recordo de meu sonho de infância… Eu queria ajudar a trazer bebês para o mundo… Na minha adolescência já até tinha assistido um parto normal e uma cesárea… Nossa! É isso! Eu quero ser doula!

E assim eu fiz, eu estudei, entrei em grupos de gestantes, puérperas, amamentação, fui pesquisando e acompanhando pessoas maravilhosas, como a Dra Melania Amorim e a Enfermeira Obstétrica Maíra Libertad até que no início de agosto concluo meu curso de Doula mais encantada do que tudo… E na manhã seguinte…

 

O NASCIMENTO…

Olívia resolve que já estava na hora dela vir pra este mundo…. Seu tempo coincide com o término do meu curso de Doula e juntas vamos trilhar uma nova trajetória… E assim, como envoltos em um momento de magia, eu acompanhando aquele lindo trabalho de parto, nasce uma Doula na prática, porque na essência eu já era, nasce uma mãe, nasce uma filha e uma linda família…

 

                        

Arquivo pessoal

 

E a cada dia só cresce a vontade de poder ajudar trazer bebes ao mundo, dando o meu máximo, no suporte a estas mães que tanto buscaram e buscam o melhor para si e para seu filho, ajudando com as dúvidas, incertezas e medos. Compartilhar deste momento de magia e transformação, de realização e de amor…

E foi apenas o início de uma linda trajetória que vem sendo traçada com diversos acompanhamentos de parto, pré-partos e pós partos… E que venham muito mais por aí…

É pra isso que estou aqui, por isso estou aqui, pra me despir de toda arrogância, diplomacia… Eu só quero ser doula ! Quero ser a sua Doula ! Quero poder te dar todo o suporte que você precisar para trazer o seu bebê ao mundo !

 

Referências

doula na assistência ao parto e nascimento

Medicalização x humanização: o cuidado ao parto na história

papel da doula na assistência à parturiente*

Endometriose http://bvsms.saude.gov.br/bvs/dicas/250_endometriose.html

 

Doulas recomendam:

Placenta, do começo ao fim. Olá, tudo bem? Você já pensou em como o bebê se alimenta e respira dentro da barriga? E o xixi e o cocô para onde vai? E se pegar uma gripe, como o...
O trio da mudança Sou Débora Villanova, psicóloga e mãe da Sofia, Beatriz e Felipe. Doula a 2 anos. Tive minha vida revolucionada pela maternidade, pelo encontro co...
Tudo por causa de um “porque sim” Fonte: Arquivo Pessoal Minha história como doula começou lá atrás, em 2004, mas eu demorei pra perceber isso. Foi quando meu primeiro filho, João ...
Pródromos: Apenas o aperitivo do parto Parir é o prato principal, antes temos Aperitivos, sim. Se você está no final da gestação, com 37 semanas ou mais e passou os últimos dias em uma s...
Compartilhe:

8 respostas para “Como descobri a Doula dentro de mim?”

  1. Apoio fundamental durante a gestação, parto e pós-parto.. e, de quebra, ainda fez as fotos e filmagens! Minha querida “tia-doula”, como ficou conhecida… só tenho a agradecer por tudo!!

    1. Gratidão por me apresentar este universo e me incentivar sempre…. Bjs !!

  2. Li a sua história e fiquei surpreso de uma maneira positiva sobre vc. Boa sorte neste caminho. Ajudar o próximo é uma qualidade que falar o mundo ser melhor. Parabéns.

    1. Obrigada pelo apoio !! Ser um instrumento para ajudar o outro é sempre maravilhoso !! Bjs

  3. Te conheço há mais de 20 anos e sei da sua linda trajetória e da sua inenarrável competência em tudo que faz.
    Parabéns por mais um trabalho que, com certeza, ajudará muitas pessoas.

    1. Aninha, obrigada por estar sempre do meu lado e poder compartilhar minhas conquistas c vc é um grande prazer ! Bjs

  4. É uma felicidade ver como Maria Helena Coimbra, amiga querida, matriarca exemplar, jardineira do bem, conseguiu lutar e vencer! Sua linda e bem resolvida FAMÍLIA, seu afeto pelos semelhantes, sua gentileza permanente são alvo do meu respeito e admiração! A Doula Isabella Coimbra, sua filha caçula, desde bebê, tem sido uma alegria em nossas vidas… é um ser iluminado, uma linda e meiga mulher, hiper-qualificada na profissão que escolheu. Ela será a Doula de minha nora Janaína Marquesini, estamos confiantes… isso não tem preço! Nós a amamos muito, Bellinha!

    1. É com muito alegria q faço tudo… me dedico muito e tenho certeza q a minha família é o meu porto seguro e minha base. Obrigada por todo carinho e confiança. Beijos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *