Meu “Diário Semanal” de gestação – semana 35 e um GRANDE SUSTO

Compartilhe:

Oi gente, tudo na santa paz?

Segue mais um capítulo do meu “Diário semanal de gestação”

Quase lá!

Essa semana teve mais um casamento, agora, de gente da família!!

Minha querida prima Luisa, que eu vi crescer, casou!! Ahh, muita alegria! Revi muitos parentes que amo demais, festejamos o casamento! Celebramos essa felicidade!!

Haja coração pra tanto casamento rsrs!! Foto: arquivo pessoal

Consulta quinzenal

Na segunda feira tive a consulta quinzenal. Estava um dia abafado… estamos em pleno mês de novembro e os dias estão se alternando entre “quente vulcão” e “nuvenzinha do Olaf em cima da cidade toda”. Minha rinite tava bem atacada e eu precisava MUUUUUUUITO de renovar minha receita de antialérgico (amiiiggaasss, pelo amor de Deus, não tomem remédio sem orientação médica. Meu antialérgico tinha receita).

Uma das coisas que eu achei meio “largado” é que, mesmo sabendo que minha PA está controlada, a médica não me pergunta absolutamente nada a respeito de como eu passo esses 15 dias. Afere PA (10/08), faz ausculta bcf (142 bpm), mede Altura Uterina (33). Não pergunta, não faz anamnese, nada… eu comento da questão da rinite e ela, nem uma palavra. Me retiro e vou pro ponto de ônibus. Aí começo a mexer nos pedidos de medicação, acho o pedido do antialérgico e, SURPRESA, olhei a data errada… tenho mais um mês de prazo. Posso ir na UBS pegar o antialérgico (e nesse mesmo dia, eu fui e estava em falta. Fui num UPA 12h num bairro próximo e achei, graças a Deus).

Rinite é a coisa mais sem graça desse mundo!! Imagem: Giphy

O grande susto e a maior reviravolta nessa história toda!!

Todos os dias, sigo uma mesma rotina: Levantamos, levamos as crianças pra escola, desço para a casa dos meus pais onde passo o dia (várias atividades domésticas e de atendimentos pra fazer), pego as crianças na escola, voltamos pra casa, jantamos e dormimos. De madrugada, levanto umas 2 ou 3 vezes para utilizar o banheiro e volto pra cama, pra acordar cedo no outro dia e fazer toda a rotina de novo.

No dia 21/11, (35+5 semanas), mesma rotina. Era uma quarta feira. No início dessa semana eu tinha comentado com o meu marido que estávamos demorando muito pra trazer pra casa o berço e a cômoda que estavam na casa dos meus pais e que, eu sentia que deveríamos fazer isso logo, pois sentia que o bebê poderia adiantar alguns dias, mais até do que esperávamos. Eu comentei isso pois era o que eu sentia, algo dentro de mim dizia isso… Mas não esperava o que estaria por vir…

Tem quem diga que é intuição, quando a alma nos fala! Outros nomeiam como sexto sentido! Só sei que senti e expressei o que meu coração dizia! Imagem: kristennoel.com

A noite, fomos dormir por volta das 23h. Estava uma noite agradável, um pouco abafada e o dia tinha sido bem cheio. Estávamos bem cansados e logo, todos nós estávamos dormindo.

Por volta das 1h30, levantei pra ir no banheiro. Eu estava bem cansada e com muito sono. Me lembro de estar deitada e sonhar com algo relacionado com água (não sei se era uma piscina, uma bacia ou um laguinho… mas tinha água). Me lembro de, ao mesmo tempo, sentir umas “gotinhas” escorrendo rápido pela vulva e a sensação de estar muito apertada para usar o banheiro. Assim que despertei, pensei “Meu Deus, estou tão apertada que tô até sonhando com água e deixando o xixi sair sem querer!! Vou levantar antes que eu molhe a cama!”

Assim que levantei, senti um pouco mais escorrendo, mas em gotas. Meio que de olhos fechados, fui até o banheiro, acendi a luz, sentei no vaso e fiz o bendito xixi. Assim que terminei, abri os olhos para localizar o papel higiênico. Quando me limpei e olhei pro papel, senti uma mistura de arrepio, surpresa, muita dúvida e uma ponta de medo. Olhei pro vaso pra confirmar e vi que não estava sonhando: Tinha muito sangue em tudo que eu tinha tido contato: Vaso, papel, roupa e até no chão!

Vou contar em detalhes no meu Diário de Gestação: Meu relato de Nascimento do bebê surpresa!

Até lá!!

Doulas recomendam:

O parto é um evento social É muito comum gestantes entrarem em conflito familiar por causa do parto. Mas o parto em muitas culturas, já foi um evento muito mais comunitário do ...
A dor da saída : o medo do período expulsivo Um dos maiores medos em relação ao parto é a dor. Sobretudo a dor da “saída do bebê”. O chamado período expulsivo uma das etapas finais, quando o bebê...
Perda gestacional no primeiro trimestre: apoio e i... Se você chegou a este texto por estar passando ou já ter passado por uma perda, receba o meu mais sincero abraço. Espero que ele possa lhe acolher nes...
Chá de Bençãos Chá de benção (Arquivo Pessoal) O fim da gestação é marcado por um período no qual muitas gestantes relatam se sentir cansadas, ansiosas e estress...
Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *