Rede de apoio – um oásis no puerpério

Compartilhe:

Olá!!! Muitas mudanças por aí?! Imagino que sim.

E diante de tantas mudanças, muitas vezes, o que mais queremos é o apoio. Não é verdade?! O apoio de pessoas que estejam ao nosso lado, que nos compreendam e nos ajudem a viver todas as mudanças que a maternidade trás, em especial, no puerpério. Por isso, a rede de apoio se faz tão importante e necessária.

Mas o que é rede de apoio?

Rede de apoio (rede, estrutura que tem padrão que possibilita a inter-relação dos seus nós, e apoio é suster algo, ajudar a mantê-lo), no significado mais amplo da expressão, é o grupo de pessoas mais chegadas a você, que serão escolhidas para serem sustento e apoio, nesse momento de sua vida, que é o puerpério.

Planejando a rede de apoio

Rede de apoio - um oásis no puerpério
imagem: PxHere

Pensar nas pessoas mais próximas, como a mãe, a sogra, a comadre e a amiga, ou seja, pessoas mais íntimas, e que se disponibilizaram a te ajudar. Você pode planejar com elas ainda na gestação, porque quando o bebê nascer, tudo já estará organizado. Lembrando da máxima “o acordado não sai caro”, combine com antecedência como será a ajuda, pois a rede de apoio deve ser descanso pra você, e não angústia e inquietação, pois não é só “a ajuda”, mas é ser apoio para que você esteja tranquila e segura para cuidar do seu bebê que acabou de chegar.

“O mais importante pra mim foi estar entregue e não ter receio de pedir ajuda. E sempre que estava incomodada eu dizia, pois não queria ter mais interferências, dos que as já causadas pelo período”. Renata, mãe do João.

A rede de apoio cuida de quem?

De você!!! Sim, a rede de apoio cuida de você e da sua casa, para que sua atenção e cuidados estejam voltados para o seu bebê. Pois é, se imagine chegando em casa da maternidade… é um mundo novo, de descobertas, de adaptação, de desafios, e de muito aprendizado. E com todas essas mudanças, a sua atenção está para o seu filho, e é aí que a rede de apoio entra, pra dar atenção e cuidados a você.

 

Rede de apoio - um oásis no puerpério
imagem: PxHere

“Minha mãe levava a comida no quarto, lavava e passava as minhas roupas, do Paulo e do Antonio. Fiquei 1 mês e 11 dias com ela. Além de todo o apoio logístico, ela passava as madrugadas com ele no colo revezando comigo quando ele tinha cólicas”. Gabriela, mãe do Antônio.

 

Rede de apoio – um oásis no puerpério

Lembra do combinado?! Então, que auxílio é esse que a rede de apoio pode, e deve dar?

– Cuidar da casa, fazendo a limpeza e organização.

– Cuidar da roupa, lavando, passando e guardando, quando necessário.

– Cuidar da sua alimentação, fazendo a sua comida.

– Cuidar de você, dando colo quando precisar chorar e desabafar; olhando o bebê para que você faça suas necessidades básicas; e pegando a água para você se hidratar durante a amamentação.

São pessoas que trarão segurança e apoio, respeitando seu jeito, suas escolhas e suas decisões, além de não julgar suas atitudes, não impondo suas próprias experiências.

 

E ai?! Já pensou na sua rede de apoio? Se organiza aí pra contar com ela. As evidências científicas já comprovaram a importância, física e emocional, dessa rede.

Não perca a oportunidade de receber ajuda, é muito bom ter com quem contar. Aproveite!!!

 

Referências:

Livro: A maternidade e o encontro com a própria sombra. Laura Gutman

Rede de apoio social na prática da amamentação: http://www.scielo.br/pdf/ean/v19n2/1414-8145-ean-19-02-0310.pdf

Rede de apoio a mulher no puerpério: https://www.lume.ufrgs.br/handle/10183/61440

 

Doulas recomendam:

A importância do apoio para uma maternidade ativa O nascimento de um filho é uma das transformações mais significativas na vida de uma família. Todos são afetados, mas as alterações físicas, emocionai...
Amamentação após Cesárea, é possível? Sabemos que 15% é a taxa aceitável de "parto cesariana" segundo a OMS (Organização Mundial de Saúde) e, de acordo com o mesmo órgão, é recomendada a a...
As 10 principais justificativas para cesárea (e po... A Organização Mundial de Saúde afirma que a porcentagem de nascimentos por cesariana não deve exceder 15%. No Brasil, 55,5% de todas as mães dão à luz...
Métodos naturais para alívio da dor do parto. Nascimento da LizMamãe Carla Oliveira e Papai JuniorFoto de Vilma Alves A dor do parto é algo pessoal, cada mulher sente de uma forma e em uma int...
Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *