O que é uma doula? O que ela faz por você?

Compartilhe:

Se você está lendo esse texto talvez já saiba o que é uma doula, ou talvez ainda queira saber do que se trata, independente do motivo que te trouxe até aqui, seja bem vinda(o), eu vou te contar um pouco sobre nós doulas…

Se não conhece nenhuma doula, no primeiro contato talvez pense que somos seres estranhos, de cabelos brancos, saias longas, que vão fazer benzimentos, usar ervas e bater tambores no parto. Talvez encontre algumas nesse estilo, mas a grande maioria de nós não somos assim, somos “normais” (ou não) iguais a você! Não digo que fazer essas coisas não seja normal, inclusive eu também gosto de algumas delas, só que ainda não tenho cabelos brancos. Mas o que quero dizer é que muitos pensam em rótulos que não existem e se espantam quando nos conhecem.
Somos mulheres comuns, que por motivos distintos resolvemos dedicar a vida a apoiar outras mulheres na sua gestação, parto e pós-parto, ajudando a passar por essa fase de uma maneira mais leve, com mais informação e sendo dona do seu momento.

Mas o que realmente fazem as doulas?

Qualquer pesquisa na internet sobre o que é uma doula vai te mostrar que é uma palavra que vem do grego e significa aquela que serve, que ela presta suporte físico e emocional para a mulher durante o parto.

Mas minhas amigas, vou contar uma coisa pra vocês, essa pesquisa não mostra o que somos de verdade, não mostra que isso é muito mais amplo…

Na verdade a doula é uma pessoa que vai se “infiltrar” na sua casa, pra conhecer o mais íntimo do teu ser, sabe aquilo que muitas vezes nem você percebeu? Bem provável que ela vai perceber e te abrir os olhos.
Ela vai conhecer as tuas fragilidades, aquela que ninguém mais tem acesso. Vai conhecer os teus medos, pra tentar de todas as formas que puder, te ajudar a enfrentá-los, ali do lado segurando a tua mão.

O que a doula faz
Arquivo pessoal

Ela vai estudar todos os dias, sobre tantos assuntos que você nem pode imaginar, só pra poder te passar a informação correta quando você precisar, pra saber te orientar onde buscar essas mesmas informações com qualidade, pois ela sabe que o processo de se descobrir é de dentro pra fora e não o contrário.
Ela vai estar disponível sempre que precisar, seja pra uma conversa, uma duvida, um desabafo. O telefone nunca fica sem bateria, ir pra um lugar que não tem sinal com uma gestante com 38 semanas? Nem pensar!

Ela vai vibrar com as tuas conquistas, porque sabe o quanto cada detalhe é importante pra você.
Ela vai te apoiar em cada decisão, mesmo que se fosse ela a tomar, seria outra, mas entende que essa é a tua historia, são as tuas escolhas, é o teu momento, e vai te dar força pra você não deixar ninguém decidir no teu lugar.
Ela vai cancelar compromissos para estar com você, todos a sua volta sabem que ela só vai aparecer no evento social se não tiver parto, e acredite, ela não tem problemas com isso.

Quando você avisar que o grande evento começou ela vai vibrar com você, vai ser a primeira a chegar e a ultima a ir embora.

Vai passar quantas horas forem preciso do teu lado, segurando tua mão, ela vai se molhar no chuveiro pra fazer massagem e aliviar as tuas dores e nem vai se importar.

Vai te lembrar de respirar quando a dor for forte o bastante e te fizer esquecer disso. Vai te olhar nos olhos e te dizer que está tudo bem. E você vai acreditar nela, porque sabe que ela quer tanto quanto você que tudo corra bem.

Ela vai te dar forças quando as tuas estiverem acabando, vai confiar no teu corpo, mesmo quando nem você acreditar mais, vai ser o socorro quando no auge das contrações você pensar em desistir. Ela estará ali!

O que a doula faz
Arquivo pessoal – Ana logo após o parto

Ela estará ali quando você conseguir e conhecer o maior amor da tua vida, quando se olharem nos olhos pela primeira vez ela vai estar lá vendo isso! E acredite, ela não gostaria de estar em nenhum outro lugar. Porque esse momento é mágico!

E se por qualquer motivo as coisas saírem dos planos ou derem errado, ela vai chorar tuas dores com você, porque também serão as dores dela. Porque ela é humana.

Mas não temos super poderes e algumas coisas não fazemos

Nós nunca, nunca vamos discutir uma decisão médica, não fazemos nenhum procedimento técnico, como aferir pressão arterial, auscultar os batimentos cardíacos do bebê, não fazemos exame de toque, não receitamos nem aplicamos nenhum medicamentos.

Não somos parteiras, logo, não fazemos partos, nem acompanhamos parto domiciliar desassistido.

Não fazemos escolhas no lugar da mulher em momento algum,  não podemos evitar que as coisas saiam do controle e seja necessária uma cesárea, nesse caso continuamos sendo o suporte emocional.

Como podem ver a figura da doula é muito mais do que aquela que serve, ela serve com o corpo e a alma, por amor ao que faz. Eu sinceramente desconheço um profissional que fique tão disponível assim pra uma cliente.

O que a doula faz
Fonte: www.pxhere.com

Por isso minha amiga eu te dou um ultimo concelho, na hora de escolher a tua doula, escolha com o coração, não com o bolso. Conheça mais de uma, conheça quantas forem necessário até ter certeza que aquela é a pessoa certa. Ela estará do teu lado no momento mais importante da tua vida, estará nas tuas lembranças pra sempre, em cada vez que lembrar do nascimento do teu bebê, vai lembrar dela junto. Não corra o risco de ter uma pessoa que não tenha sido escolhida com o coração. Mas se de cara encontrar a doula certa, não se cobre, a vida sabe o que faz!

 

Leia mais sobre isso:

Evidências qualitativas sobre o acompanhamento por doulas no trabalho de parto e no parto http://www.scielo.br/pdf/csc/v17n10/26.pdf

Apoio contínuo para mulheres durante o parto https://www.cochrane.org/pt/CD003766/apoio-continuo-para-mulheres-durante-o-parto

Lei do acompanhante http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2004-2006/2005/Lei/L11108.htm

Lei da doula http://www.camara.gov.br/proposicoesWeb/prop_mostrarintegra;jsessionid=562202286AF6DA2C3D4D20412CC58868.proposicoesWebExterno1?codteor=1596702&filename=Avulso+-PL+8363/2017

Doulas recomendam:

Evidências científicas para empoderar A ideia inicial do texto era “porque escolher uma doula”. Mas fui pensando, e não quero te dizer para escolher uma doula. O nosso propósito principal ...
Como a Engenheria Elisângela virou a Doula Elis? Sou Elisângela, tenho 45 anos de idade e uma filha de 15, a Cecília. Vivi quase toda minha vida profissional cercada de números, adolescentes e crianç...
Doulagem e Encontro Na complexidade de tudo o que somos, tem dentro o tudo que vivemos e já fomos um dia lá atrás. E como fui me transformando de atriz e cineasta, para p...
Como renasci doula A doulagem surge na minha vida já depois dos 35 anos, então tenho que começar contando uma história que vem antes disso, antes de me tornar mãe... ...
Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *