Sinais nas Primeiras Semanas de Gravidez

Compartilhe:

Antes de falar dos primeiros sinais, precisamos nos localizar em quando eles podem ocorrer. Para isso, vamos ver um pouco mais sobre a concepção: o óvulo feminino é viável (pode ser fecundado) por até 24 horas, enquanto que o espermatozóide pode sobreviver por até 36 horas dentro da mulher. Normalmente a fecundação ocorre na trompa de Falópio, de 15 a 20 horas após a ovulação. Então vamos para os principais sinais.

Inchaço Abdominal, Cólica e Sangramento

A Nidação ocorre quando o óvulo fecundado se prende à parede interna do útero (endométrio); ocorre de 7 a 15 dias após o período fértil (depende do tipo de ciclo que você tem); se estiver bem atenta, poderá perceber um leve desconforto pélvico, cólica e sangramento. Esse sangramento é diferente da menstruação, costuma ser mais escuro, escasso e durar no máximo 3 dias; mesmo assim algumas mulheres confundem com a menstruação, devida a proximidade com a data.

É interessante observar que a nidação é quase imperceptível, pois não é toda mulher que sangra.

Mamas Sensíveis e Mamilos Escuras

https://pixabay.com/pt/busto-gipsita-est%C3%A1tua-figura-de-giz-1569406/

Logo após a nidação, por volta da terceira semana de gestação, o aumento dos níveis de hormona beta-HCG e da progesterona já passam alguns sinais mais perceptíveis de gestação: nossas mamas costumam dar os primeiros sinais, costuma-se perceber um pequeno formigamento e uma sensibilidade anormal, os bicos e as aureolas ficam mais escuros e maiores. A partir da 8ª semana, as glândulas sebáceas na área pigmentada em volta dos mamilos tornam-se maiores e mais ativas, aparecendo como nódulos, essas atividades extras tornam os mamilos mais macios e elásticos.

É também na 8ª semana que as mamas costumam aumentar e as veias ficam mais visíveis devido ao aumento do suprimento venoso; algumas poucas mulheres já apresentam o colostro na entrada da 10ª semana.

Um turbilhão de emoções

Devido as crescentes alterações hormonais, a mulher poderá perceber algumas variações de humor já nas duas primeiras semanas de gravidez. Isso ocorre porque essas alterações causam um desequilíbrio nos níveis de neurotransmissores, tornando o humor mais instável; por isso, se torna super normal você chorar com aquele filme que já assistiu umas 10 vezes, ou até mesmo, ter uma crise de raiva porque comeram o último biscoito do pacote.

Sensação de Bexiga Cheia

https://www.deviantart.com/unknownlifeform/art/I-need-TO-Pee-289952722

Essa é uma característica que toda grávida conhece bem, mas ao contrário do que se imagina, ela não aparece só no final da gravidez. O rim da gestante aumenta em tamanho cerca de 1cm e passa a armazenar cerca de 60ml (em uma mulher fora da gestação é cerca de 10 ml); além disso, o rim precisa filtrar e limpar cerca de 50% a mais de sangue, além de passar a filtrar o sangue de uma forma diferente, para que possa suprir as necessidades do bebê e também para excretar materiais descartados (como uréia e ácido úrico). Como a mulher grávida já ingere mais líquido,  com o crescimento do útero e o que é descartado pelo bebê, a bexiga fica bem cheia.

Dispneia??

Dispneia é a sensação de falta de ar e sim, ela começa lá no início da gestação, apesar de não prestarmos atenção nesse pequeno sinal. Ela aparecer nas primeiras semanas é bem comum, chegando a alcançar de 60% a 70% das gestantes. Isso ocorre devido a adaptação fisiológica para acentuar ao máximo as funções do sistema respiratório, mantendo bem oxigenado esse sangue adicional.

Uma dica é que se você estiver acabado de descobrir que está grávida, uma caminhada super auxilia nesse desconforto.

Aumento do Apetite e Sede.

https://pixnio.com/pt/comida-bebida/mulher-jantar-comida-comida-dieta-vidro

Esses sinais são bem básicos e bem fáceis de perceber. Para aumentar o volume de sangue, dar conta de toda energia gasta nessa adaptação e de receber todos os nutrientes necessários, o corpo começa a metabolizar lipídios, glicose e proteínas de forma diferente, assim abrindo o apetite e sede da mãe. Como consequência dessa mudança, passamos a ter uma maior sensibilidade no paladar e olfato, tudo para nos proporcionar os nutrientes necessários para nosso corpo.

Vomito e Regurgitação

Eles ocorrem devido ao aumento da Progesterona. Ela é liberada em maior quantidade para haver um maior relaxamento das paredes do útero e das paredes dos vasos sanguíneos, evitando contrações excessivas do útero. Como a progesterona age relaxando, ela também relaxa o estômago para aumentar a absorção de nutrientes, com isso a comida fica mais tempo dentro do mesmo e, como esta tudo relaxado, o estômago não consegue firmar o alimento em seu lugar como antes.

Sonolência e Cansaço

https://pixabay.com/pt/p%C3%A9s-dormir-sono-cama-tecnologia-3493949/

Decorrente a grande atividade no nosso organismo, junto do aumento da progesterona, pela formação da placenta, nós ficamos mais cansadas; não é preguiça! Seu corpo precisa descansar, pois está trabalhando como nunca para manter você e o bebê muito bem.

Menstruação atrasada

Esse é o maior de todos os sinais, como já sabemos, todo nosso corpo esta se preparando para gerar essa nova vida, logo , o endométrio se empenha em sustentar o embrião enquanto o placenta esta em formação, ele não se desmanchará como quando o óvulo não é fecundado.

É importante ressaltar que esses sinais podem variar de mulher para mulher, assim como de gestação para gestação. Se você percebeu alguns desses sintomas, eu recomendo procurar um médico, mesmo que você tenha se prevenido, pois sempre existe uma possibilidade de falha.

Bibliografia

Interesse de Escolares e Adolescentes sobre Corpo e Sexualidade

http://www.scielo.br/pdf/reben/v55n5/v55n5a08.pdf

Avaliação do volume da placenta no primeiro trimestre de gestação por meio da ultrassonografia tridimensional utilizando o método XI VOCAL

http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-39842010000200006&lng=pt&nrm=iso

Alterações maternas e desfecho gravídico-puerperal na ocorrência de óbito materno

http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1414-462X2017000300324&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt

Náuseas e vómitos graves durante a gestação: um problema ainda por se resolver

https://brazil.cochrane.org/news/n%C3%A1useas-e-v%C3%B4mitos-graves-durante-gesta%C3%A7%C3%A3o-um-problema-ainda-por-se-resolver

Modificações do Organismo na Mulher Gravida

http://tcconline.utp.br/wp-content/uploads/2012/09/MODIFICACOES-DO-ORGANISMO-NA-MULHER-GRAVIDA.pdf

Gestação e a Constituição da Maternidade 

http://www.scielo.br/pdf/pe/v13n1/v13n1a07.pdf

Doulas recomendam:

A Contagem da Idade Gestacional Este é um tema que costumeiramente surge nas rodas de casais e em conversas com gestantes, principalmente as de primeira viagem: a idade gestacional. ...
O papel do (a) parceiro (a) na gestação, parto e p... Então vcs sonharam, desejaram (ou não) mas o positivo veio, para a mulher que esta gestando normalmente as mudanças físicas e emocionais começam log...
Decifrando o Plano de Parto (parte II) Se você perdeu a parte I corre lá pra entender o que é o Plano de Parto e para que serve. Usando o plano de parto criado pela ONG Artemis em parcer...
Doces e farinha branca: vilões do TP? por popsugar.com Você é uma daquelas milhares de mulheres que tem medo da dor do parto? E se eu te contasse que existe um jeitinho de minimizar e...
Compartilhe:

Uma resposta para “Sinais nas Primeiras Semanas de Gravidez”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *