Meu “Diário Semanal” de gestação – semanas 23 e 24

Compartilhe:

Oi geeeeeente!! Como vocês estão?

Por aqui estamos super bem!

A semana 23 foi particularmente excelente, porque o tempo finalmente esquentou. A crise interminável de rinite, que me acompanha desde a semana 8 deu uma trégua maravilhosa. O nariz desentupiu, as crises de espirro pararam e tive a melhor semana de toda a minha gestação até agora. Até o bebê parece que se sentiu melhor rsrsrs. Respondeu com mais força aos estímulos externos (principalmente à voz das irmãs mais velhas) e ficou mais visível os pequenos movimentos pelo lado de fora. Foi super bacana!

Tudo bem que ainda não é primavera, mas o calorzinho que começa e me traz tão boa sensação de saúde e tranquilidade é maravilhoso!! Me faz sentir muito bem!! Imagem: Giphy.com

Lembram que comentei das coisas que deixei “pendurada” na semana passada? Vamos à elas 😀

Varizes: Perigo evidente para trombose?

Varizes são algo muito comum nas gestantes, em torno de 70% das gestações. Claro que não é um fator determinante, mas um fator que prevaleceu nos estudos foram históricos familiares positivos à varizes e idade.

Na minha família pelo lado materno, TODOS temos varizes, sem excessão. Me lembro que a primeira vez que minha mãe eu notamos as primeiras varizes na minha perna, eu tinha 14 anos… MEUUU, 14, vê se pode!!

Nem todas as pessoas que tem varizes vão desenvolver trombose. Mas é um facilitador. A pessoa que já teve trombose com certeza tem varizes.

Devido aos hormônios da gestação, aumento do fluxo sanguíneo e peso a ser suportado pelos membros inferiores com o avanço da gestação, não é dificil uma gestante desenvolver varizes. Porém, para várias gestantes (sem nunca ter tido histórico familiar positivo para varizes/trombose), o problema desaparece em algumas semanas após o nascimento. Para quem já apresenta histórico, pode ser que diminua muito, mas algum vestígio ainda ficará dando às caras. As varizes sem maiores complicações, podem dar dor e sensação de peso nas pernas, sem contar a aparência que muita gente não gosta!!

Mas não se preocupe… varizes não comprometem a gestação!

Uma coisa que pode ajudar é aliviar o incômodo das varizes são as meias de compressão. Mas faça uso depois de conversar com seu obstetra!

Varizes x trombose

As varizes são veias dilatadas nos membros inferiores, devido à dificuldade de circulação. Trombose acontece quando, devido à fatores secundários (cigarro, uso de anticoncepcional, alterações químicas no sangue devido a fatores externos, como uso de medicamentos, injeções mal aplicadas, muito tempo em pé ou sentado e mesmo hereditariedade), placas de coágulos surgem nessas veias. Se acontecer desses coágulos se desprenderem e andarem pela corrente sanguínea, pode ser que aconteça um bloqueio numa veia menor. Aqui temos uma trombose! – A trombose pode acontecer em qualquer região do corpo, sendo muito mais comum nas pernas, porque é onde o peso suportado é maior, as varizes são mais comuns e portanto, os complicadores, como inchaço, dilatação das veias e problemas na circulação são fatores que facilitam o surgimento de trombose!

A trombose tem como sintomas: inchaço, pele vermelha ou evidentemente escurecida, calor na perna afetada, dor intensa e sensação de peso na perna. Foto: Por James Heilman, MD – Obra do próprio, CC BY-SA 3.0, https://commons.wikimedia.org/w/index.php?curid=9444797

NOTA: Existem complicações da trombose que podem ser a Trombose Venosa Profunda (TVP), Embolia pulmonar e Tromboembolia hereditária. A última pode nunca ter se manifestado, até que aconteça a primeira gestação e com ela, a primeira perda gestacional (infelizmente). Com a repetição das gestações e sucessivas perdas sem diagnósticos comuns (até 4 perdas em alguns casos documentados), inicia-se uma investigação genética, onde geralmente se tem o diagnóstico da condição de hereditariedade. Porém, para qualquer manifestação de trombose antes ou durante o pré natal, o obstetra certamente iniciará um tratamento com medicamentos anticoagulantes, com doses diversas para as diversas complicações da patologia (heparina / clexane).

Durante a gestação, quando existe a trombose e o tratamento não é iniciado (ou por falta de conhecimento da patologia ou por qualquer outro motivo), o risco de coágulos/trombos bloquearem a irrigação adequada da placenta é muito grande. Caso isso aconteça, a placenta não consegue manter a nutrição do feto que acaba, geralmente e infelizmente, no óbito fetal, geralmente, entre 11 e 22 semanas.

Nos casos mais graves da trombose, coágulos ou trombos, impedem a correta nutrição fetal, por nutrientes e oxigênio, causando morte do mesmo! Foto: Pathology Outlines

Se você tem histórico de trombose na família, com complicações ou já passou por alguma perda gestacional de repetição, levante essa questão com seu obstetra.

Esse assunto rendeu bastante né?

Fiquei de comentar também sobre as contrações de Braxton Hicks… mas vou deixar pra outro post.

Por aqui, digo apenas que, nesse final de semana que passou (01/09 – entrei na 24º semana).

No sábado, fiz o Belly Mapping com uma gestante que estou acompanhando. Ficou lindo e divertido. O bebê está pélvico e o mapeamento deu +- o desenho que fiz e o pai ajudou na pintura. Ela já está fazendo exercícios do Spinning Babies (também tema para outras postagens)

Uma das minhas artes do final de semana!! Foto: arquivo pessoal

 

No fim de semana o tempo estava perfeito, como disse no começo deste post. No domingo, tivemos o batizado da minha sobrinha linda e uma reunião pra lá de especial: minhas 4 cunhadas, uma ainda é solteira, que tirou a foto, e as outras 3 casadas, assim como eu. A Taina, mãe da Quézia, minha sobrinha (o relato de parto dela está aqui), com ela no colo e as outras gestantes!! Fizemos uma foto linda <3

Da esquerda pra direita da foto: Patrícia, 8 semanas; Eu, 24 semanas; Stella, 38+2; Taina com a Quézia no colo, com 7 meses! Foto: Arquivo pessoal, por Nádia Azevedo

Detalhe: A Stella, com 39+2, estava sentindo as primeiras contrações dos pródomos mais intensos, que antecedem o início da fase latente.

*Edit 10/09: José Lourenzo nasceu na quarta feira da mesma semana, de uma cesariana intraparto, com 53cm e 3,800kg. Um fofãozinho <3*

Porém, nessa terça, dia 04, o tempo virou do nada, caindo pouco mais de 11º do que estava no fim de semana. A rinite voltou com tudo, dificultando alimentação, sono e descanso. Minha caçula de 2 anos teve febre hoje (quarta, dia 05) e vamos começar a medicação antroposófica para sinusite – já que também está reclamando de dor de cabeça. Vamos ver como ela fica e passa o feriado.

Temos alergista marcada para semana que vem. Vamos eu, a Verônica e a Giovana!! Tomara que tenha jeito pra gente rsrs!!

Até semana 25!!!

 

Referências:

Gestação e varizes de membros inferiores: prevalência e
fatores de risco – http://www.scielo.br/pdf/jvb/v9n2/04.pdf

Trombose: 8 mitos e verdades sobre a doença

Há diferença entre varizes e trombose?

https://drauziovarella.uol.com.br/doencas-e-sintomas/trombose/

https://cuidadospelavida.com.br/cuidados-e-bem-estar/gravidez/gravidez-fator-de-risco-varizes

https://fertilidade.org/content/diagnostico-e-tratamento-da-trombose-venosa-na-gravidez-e-apos-o-nascimento

https://revistacrescer.globo.com/Gravidez/Saude/noticia/2016/06/o-que-e-trombose-placentaria.html

 

 

Doulas recomendam:

Placenta, do começo ao fim. Olá, tudo bem? Você já pensou em como o bebê se alimenta e respira dentro da barriga? E o xixi e o cocô para onde vai? E se pegar uma gripe, como o...
Fazer o que amo aquece o meu coração! Foto: Grupo Bem Nascer Desde que me entendo por gente tenho o desejo em ser mãe. Quando pequena perguntava a minha mãe como eu poderia ter um bebê j...
Gravidez tardia, aos 40 + é possível? A gravidez tardia ainda é um assunto encarado como tabu por muitas pessoas. Contudo, o prolongamento da juventude e a melhora da qualidade de vida inf...
Como a perda do Miguel me ajudou a encontrar a hum... Era dia 13/03/2013. Para muitos, dia de expectativa para a escolha do novo papa. Para minha família, dia da confirmação da perda do primeiro neto, fil...
Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *