Veja aqui os exames na gravidez que são necessários

Compartilhe:

Assim, que descobre uma gravidez já acende o sinal de alerta de que será necessário um acompanhamento para saber se está tudo bem com a saúde da gestante e do bebê. Para isso, será necessária a realização de alguns exames na gestação, e de acordo com o Ministério da Saúde os exames de rotina são:

  • Hemograma Completo
  • Grupo Sanguíneo e fator Rh
  • Dosagem de Hemoglobina
  • Glicemia de jejum
  • Exame de urina (Tipo I)
  • Urocultura com antibiograma
  • Colpocitologia oncológica
  • Sorologia para HIV
  • Sorologia para Toxoplasmose
  • Sorologia para Hepatite B e C
  • Sorologia para Sífilis
  • Ultrassons

Conhecendo a situação sanguínea da mãe

Os exames de hemograma, grupo sanguíneo e fator Rh, dosagem de

sangue
Células vermelhas do sangue – via PixaBay

hemoglobina e de glicemia de jejum são realizados através de coleta sanguínea para análise laboratorial.

Eles são necessários para que se tenha conhecimento de doenças como inflamações, anemia, diabetes e para a prevenção e tratamento quando o fator sanguíneo da mãe for negativo.

O hemograma, a dosagem de hemoglobina e a glicemia de jejum poderão ser repetidos durante a gravidez para que haja um controle do quadro sanguíneo, como no caso da Diabetes Gestacional.

Achados clínicos pelo exame de urina

Durante a gestação serão realizados o exame de urina e a urocultura, estes poderão mostrar se a gestante está com quadro de pré-eclâmpsia, bactérias

ou infecções do aparelho urinário.

exame de urina
Coletor de urina para exame. Via PixaBay

A urocultura poderá ser solicitada após um quadro de infecção para confirmar que ela está completamente curada.

Assim, como os exames de sangue, os exames de urina poderão ser repetidos durante a gravidez sempre que necessário.

A coleta de Papanicolau durante a gestação

A coleta do Papanicolau pode ser realizada em qualquer momento da gravidez, e servirá para verificar se há caso de câncer do colo de útero ou HPV ativo. Não há riscos de realiza-lo durante a gravidez, e deve ser realizado principalmente se a gestante não tiver realizado o preventivo de 1 a 3 anos antes da gestação.

Os teste de sorologias realizados

ilustração HIV
Ilustração do vírus HIV. Via Wikipedia.

As sorologias são realizadas a partir de coleta sanguínea. Os testes para HIV, Sífilis, Hepatite B e C devem ser realizados logo nos três primeiros meses de gravidez e repetidos nos últimos três meses. (Se houver disponibilidade, no segundo trimestre os exames de HIV e Sífilis poderão ser repetidos).

Ultrassons para coleta de dados sobre o bebê

Logo no início da gravidez, até doze semanas, é o momento de se realizar o primeiro ultrassom para se ter mais certeza quanto a idade gestacional do feto.

Entre 14 e 24 semanas de gestação será realizado o ultrassom morfológico verificar se há alguma má formação no bebê, doenças cromossômicas e a localização da placenta.

Caso a mãe tenha Diabetes (gestacional ou não) ou tenha alguma suspeita clínica, será indicada uma nova ultrassonografia entre 24 e 28 semanas.

A ultrassonografia pode ser utilizada ainda para verificação do colo uterino, e a situação da placenta na 39ª semana de gestação para o caso de parto normal após cesárea.

E o exame de Estreptococo grupo B?

A realização do exame de estreptococo será considerada pelo obstetra que estiver acompanhando a gestante em conjunto com a decisão de qual local de parto que será escolhido para o nascimento do bebê.

Em caso de resultado positivo poderá ser indicado o uso de antibiótico na mãe antes da realização do parto.

Fontes

PubMed – Components of the complete blood count as risk predictors for coronary heart disease: in-depth review and update.

PubMed – Multiple biopsies and detection of cervical cancer precursors at colposcopy

PubMad – Abnormal pap smear and cervical cancer in pregnancy..

Pré-natal e puerpério manual técnico – Manuall de Consulta Rápida para os Profissionais de Saúde – São Paulo – versão 16/03/2017

Manual Técnico do Pré-Natal e Puerpério – Atenção a Gestante e a Puérpera no SUS-SP – Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo – 2010

Doulas recomendam:

Quanto tempo o tempo do parto tem? por Aline Baldassim Quando o assunto é o tempo de duração de um trabalho de parto temos que ter em mente, primeiramente o seguinte: o parto é um...
O que é uma doula? O que ela faz por você? Se você está lendo esse texto talvez já saiba o que é uma doula, ou talvez ainda queira saber do que se trata, independente do motivo que te trouxe at...
O tamanho da sua bacia importa? Eu a vida toda acreditei que nossa pélvis (a bacia) tivesse um único formato, a passagem seria redondinha e pronto, tudo certo. Você não imagina o ...
Além do parto: o que acontece depois que nasce Toda criança que chega no mundo abre uma grande porta. Várias coisas vão acontecer na vida dos pais, familiares e amigos a partir dessa chegada. A nos...
Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *