O que é o Parto Verticalizado?

Compartilhe:

Você já parou para pensar se realmente é necessário que a mulher no momento de ter seu filho fique deitada em uma maca? Se essa é a única posição possível? Se tem benefícios ou não ficar em uma determinada posição?

As posições verticalizadas são aquelas que a parturiente fica ajoelhada, sentada, em pé ou acocorada.

O que diz a OMS?

Símbolo OMS
Organização Mundial da Saúde via Wikipedia

A Organização Mundial da Saúde (OMS), está sempre atualizando diretrizes de boas práticas para o momento do parto, e neste conjunto de diretrizes um dos itens recomendados é sobre a liberdade de posicionamento da gestante no momento do parto, ainda nestas diretrizes, a posição litotomica (deitada ) é desencorajada e considerada inclusive ineficaz. Posições verticalizadas são indicadas inclusive para mulheres que estão sob efeito de epidural.

Benefícios do parto verticalizado

O parto verticalizado traz os seguintes benefícios para o processo de parto:

  • Mais oxigênio para o útero, devido, as grandes veias estarem liberadas para circulação e não bloqueadas pelo peso do bebê.
  • Ângulo de descida mais fácil, o peso do bebê atua em favor da gravidade o que trabalha em favor da sua saída.

    ossos que compõe a bacia
    figura exemplificando os ossos da bacia via Wikipedia
  • Mais espaço na pélvis, como a parturiente em posição vertical, os ossos da sínfise púbica, cóccix e sacro ficam livre para se movimentaram aumentando o espaço necessário para a passagem do bebê.
  • Proporcionado pela verticalização teremos um trabalho de parto mais curto, mais fácil e menos dolorido.

Formas de se posicionar em um parto verticalizado

Para se posicionar verticalmente a gestante poderá contar com as seguintes dicas:

  • Apoiar-se com duas pessoas, uma de cada lado, segurando-a pelos braços de forma que seus braços fiquem em volta do pescoço de quem a apoia;
  • Ou com uma pessoa apenas de forma que a gestante se pendure de frente no pescoço do acompanhante, de forma que seu peso recaia sobre o acompanhante;
  • Ainda com apoio do acompanhante, a gestante pode ser segurada de costas com apoio dos seus braços.
  • Fazer uso da banqueta de parto, onde poderá ficar sentada com o espaço necessário para a saída do bebê;
  • Ou ainda utilizar um rebozo como apoio de contrapeso para direcionamento da força.

Por que parir em pé, de cócoras ou ajoelhada?

Devemos dar a liberdade para que a gestante possa parir na posição que

bebê sendo auscutado
Mulher sendo assistida em pé via Wikipedia

desejar, e estimular que ela tente as posições que colaborem para o nascimento facilitado.

Há estudos recentes que nos mostram que nestas posições as contrações são mais eficientes, por serem mais regulares e frequentes. O processo de abertura do colo do útero é beneficiado pela ação da gravidade e a pressão da cabeça do bebê.

Neste cenário, há menos desgaste para mãe e o bebê, menos estresse e menos dor, e ao final do processo de parta as mulheres se sentem mais satisfeitas e ativas pelo processo como um todo.

Claro que para passar por todo esse processo é necessário que tanto a parturiente quanto seu acompanhante estejam bem informados e saibam se posicionar com relação ao seus desejos e aos desejos do corpo da mulher em se colocar da forma que for melhor para ela no momento do parto.

Fontes

WHO recommendations: intrapartum care for a positive childbirth experience

Parto Ativo – Janet Balaskas – Editora Ground – 3ºEdição

Doulas recomendam:

Doulagem e Encontro Na complexidade de tudo o que somos, tem dentro o tudo que vivemos e já fomos um dia lá atrás. E como fui me transformando de atriz e cineasta, para p...
Nasce ou não nasce? A gestação prolongada. Você chegou no fim da gestação e está tudo pronto: quarto mobiliado e decorado, roupas lavadas e separadas, mala da maternidade pronta, mas o bebê não...
De profissional de TI à Doula A Origem Filha de pais nordestinos (Pedro e Maria), irmã de duas (a Valeska e a Veruska), Eu e minha família. Arquivo pessoal eu sou do Cear...
Parir pra ir além… Eu sempre achei difícil falar de quem não conhecemos, principalmente quando não é possível criar estereótipo. É, e tem que ser difícil julgar o percur...
Compartilhe:

Uma resposta para “O que é o Parto Verticalizado?”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *